13 de junho de 2018

Que circo! Quanta palhaçada!


O resultado do DR de ontem foi dos mais descarados que já vi nessa supermanipulada edição do Power Couple Brasil. 
Carelli se superou na arte de blefar para salvar Letícia e Marlon! E toda a maracutaia contando com a inestimável e prestimosa colaboração da Máster chef das caçarolas Aritanão e seu marido. 
Mas, como esse casal colaborou? O que ele fez? Vixe, Eva! Você está delirando?!  Não, não estou! Acompanhem meu raciocínio: como Aritana adivinhou que na caixa que escolheu havia exatamente a grande chance de anular a votação da casa e mandar os três casais para o julgamento público? Claro que recebeu alguma orientação. Ou há quem acredite em coincidência?
Nós não sabemos o que se passa na casa durante o dia, as edições mostram somente o que interessa à produção, não é difícil vazar algum recadinho na despensa, nos quartos. Aritana é cria da Record. O pai tem influência na emissora, tanto que esse já é o terceiro reality que ela participa. Outra coisa, as caixas não utilizadas sempre voltavam para a árvore. Nesse caso, deveria ter poucas disponíveis. O curioso é que nunca vimos voltarem algumas das já abertas antes.
Para realizar as safadezas, Carelli conta com a ajuda inestimável e eficiente de Gugu Cara de Pau Liberato. O que se viu ontem, quando os três casais estavam nos banquinhos, foram as perguntinhas sebosas do apresentador para os três casais, todas elas direcionadas a lincharem Anderson e Munik. Os três aproveitaram o ensejo para despejarem o ódio, a profunda rejeição através de acusações mentirosas, críticas e invencionices contra o casal. Humilharam e provocaram com deslavadas mentiras que os favoreciam, tudo com o estímulo e a conivência de Gugu. 
Dessa vez, as caixas foram abertas depois da votação, com Tatí e Nizo já salvos pelo grupo minoritário. 
No momento em que Aritana ia dar seu voto vencido, Gugu mandou que lessem o papel da caixinha que anulava a votação da casa e mandava os três casais para os banquinhos da eliminação. Quem não observou a cara de vitória e de gozo da cozinheira? 
Com três casais na sala da eliminação ficaria muito mais fácil distorcer o resultado da votação, salvar Letícia/Marlon, na cara dura, mandando Tatí/Nizo para o olho da rua. 
Justamente porque Munik/Anderson queria ver o casal Presidencial eliminado, eles foram salvos, talvez para dar a impressão de que o fandom de Munik já não a acompanha, que ela está fraca no jogo e sem poder de fogo, visando destabilizá-la. 
Nunca o Mão Grande da Record iria permitir que o casal que preside a diretoria e comanda a guerrinha conta Munik/Anderson deixasse o jogo. Nunca! 
Munik está para o PCB como Marcos Härter estava para A Fazenda: chamarizes para aumentar a audiência, bois de piranhas muito úteis para manterem o clima de animosidade e contenda dentro da casa. 
Na final levam um pé na bunda e Carelli dá a vitória a quem ele quiser, como já fez em três edições consecutivas de A Fazenda. 
O plano maquiavélico do diretorzinho fajuto é prender o casal Presidencial até o final juntamente com o casal Munik/Anderson. Se possível com Aritana/Paulo para formarem o DR final triplo e bafônico, para que renda uma gigantesca audiência para o programa. 
Desde a prova das mulheres, o casal Munik/Anderson tornou-se o alvo da pancadaria verbal desmoralizante, destrutiva e inconsequente dos outros casais. E tudo muito bem pensado e propiciado pela produção. 
Na prova das mulheres o massacre verbal já foi um espetáculo sórdido, asqueroso, com perguntas que todos teriam que responder e que ensejavam uma baita retaliação em Munik/Anderson. Espetáculo dantesco da mais explicita perseguição emocional e assédio moral. Uma vergonha!
A questão que se coloca é a seguinte: Vale a pena torcer por alguém nessa hiper manipulada atração da Record? Ainda há quem ache que Munik/Anderson são os favoritos para vencerem? Com fandom enorme ou sem fandom, vai vencer o casal escolhido por Carelli. Não se iludam! 
Quem acreditou que Tatí/Nizo teve apenas 22% dos votos, menos que Thays/Douglas? Eu não acredito. Não há transparência em nada que fazem nessa emissora dos infernos. Quantos votos tiveram os dois outros casais? Porque não revelam?
Não se iludam. Nas próximas provas e DRs o bicho vai pegar. As safadezas vão ser mais gritantes.
Não vale a pena votar. Eu não dei ainda nenhum votinho para ninguém.
Adoro torcer contra!  É ótimo sentar o tacape nas nojeiras da emissora, nas ordinarices dos participantes.
A parte boa da edição foi o carro que Munik/Anderson ganharam!  
Não vi ainda Munik tratando mal a ninguém na casa. O grande pecado dela é ser famosa, jovem, linda, rica e ter um imenso fandom! É isso o que incomoda Letícia, Marlon, Aritana e Paulo.  
Postar um comentário