6 de junho de 2018

A Eliminação!


Para a alegria do grupo do Presidente Marlon, o casal Nadja e D´Black foi eliminado! Como eu não estava mais apreciando a lenga-lenga da perseguição, a insistência em vitimizar-se, não lastimei sua saída. 
Que coisa mais meiguinha e linda de ver foi o retorno de Minerato e Marcelo para a casa. Misericórdia! Quantos abraços suculentos, quantos beijinhos e tapinhas nas costas! Que alegria inenarrável iluminou a mansão! Até parecia que era um ataque de paixonite coletiva. Bacaninha demais! Emocionante!
A noite foi cheia de espantosas surpresas. Que voto desgraceira foi o de Munik/Anderson salvando Nadja/D´Black, em vez de dar o segundo voto para Marcelo/Minerato, salvando-os do DR? Nadja enfrentaria Nizo/Tatí e o público se encarregaria de mandar esse casal indigesto para casa. Foi a pior e a mais burra jogada de todos os tempos. 
Será que esses dois são mesmo tapados ou fizeram curso de burrice no Senai? 

Gugu dando a chance de Letícia fazer a glorificação do casal cujo casamento foi salvo pelo PCB. Só faltou ela dizer “Hoje, eu sou a Universal”. 
A Record roubando descaradamente! A caixa do poder sempre foi aberta antes da votação. Por que justamente hoje mudaram a ordem dos fatores? Com isso, Letícia abriu mão de votar e deu o empate triplo que condenou Marcelo/Minerato e Nadja/D´Black a se enfrentarem. 
Douglas e Thays são muito falsos. Ficam borboleteando de um grupo para o outro, mas ele fala mal do Grupo do Perrengue para os homens e ela fica festejando com as bruacas dentro da banheira do quarto Power. Assim se garantem com os dois grupos rivais, se forem para o DR.
E por hoje é só. Estou quase parando de comentar o Power Couple Brasil. Falta-me paciência para as manipulações de Carelli e para o besteirol de Gugu. 
Postar um comentário