9 de fevereiro de 2016

Que babado forteee! Beleza!



Haja pau! O bate-boca dentro da casa do BBB16 está pegando fogo! Depois de Ana Paula discutir com Adélia (sem estresse), entrou o metido Daniel na conversa, com a sua irritante fala mansa de bom moço, para cutucar a onça com vara curta. Aí, o papo esquentou entre ele e Ana Paula, cada um sendo mais amável que o outro. Daniel a dizer nas fuças da loura emparedada que está torcendo pela volta de Ronan e eliminação dela, que quer ter a oportunidade de ir para um paredão com Ronan e vê-lo ser eliminado. Depois, no terraço, o “fala mansa” e “melhor pessoa do mundo” se disse super honesto, apoiou a decisão de Juliana, indicando Ana Paula, encerrando as suas pérolas verbais rotulando todos na casa de hipócritas...
Antes disso, havia ocorrido o embate entre Ana Paula e Juliana, sobre as razões da líder para tê-la indicado ao paredão. Ana jogou na cara feiosa de Juliana tudo que censura na decisão dela. O teor da discussão não vale a pena repetir aqui, pois é a mesma lengalenga que a emparedada revoltadinha vem ruminando desde a noite de domingo, de forma obsidiante e cansativa. Um tédio! Uma chatilhança hiperbólica... Arre égua! 
Juliana subiu no salto, usou todo o arsenal de empáfia e arrogância que lhe é peculiar para defender seu posicionamento, finalizando as abobrinhas que zurrou, dizendo que para ela tanto fazia que saísse Ana Paula ou Ronan, pois sairia a estressada que desarmoniza a casa, desde que acorda, de forma insuportável, ou sairia o futriqueiro manipulador. Qualquer um que saia estou no lucro. 
Ana Paula gritou para ela, que se afastava, vou voltar e metê-la no paredão, eu e você. Só que eu volto novamente. “Como você se sente segura! Quanta certeza!”, retrucou Juliana. 
O nervosismo e excitação de Ana Paula, sua revolta com a indicação de Juliana está extrapolando, cansando até ver tanto blá, blá pelo PPV. Assim, na hora do jantar de ontem, quando degustavam um caldinho de feijão na casa, Adélia, Munik, Daniel e Ana Paula estavam na mesa, quando a loura "causou". Ora se causou! 
Adélia, correu e contou tudo à Juliana. "Eu falei que achei o Monstro dessa semana o mais pesado que teve. Então, Munik disse que, pelo menos, não será mais ela no próximo. Ana Paula protestou, dizendo: “não existe isso, não. Se eu não topo com a pessoa, dou o Monstro para ela 10, 20 vezes. Eu disse: “olha, Ana. Eu não vou por esse critério. Se a pessoa já foi, não vou colocar ela de novo”. Munik afirmou que pensa a mesma coisa, e ela perdeu as estribeiras, tomou as rédeas nos dentes, e já foi gritando “não, não, não. Vou mandar para o Paredão, vou dar o Monstro para pessoa até não poder mais... Ué, não acabei de voltar para o Paredão e me mandaram de novo?”. Bom, você sabe de quem ela está falando né?". Claro que se referia à Juliana. "Depois desse babado forte, todo mundo saiu da mesa e deixou-a lá", contou Adélia. 
"Eu acho que ela surta demais", diz Juliana, não sem razão, sobre Ana Paula. Aliás, hoje a emparedada está com todo o gás, perdendo o controle, falando mais da conta, correndo o risco de se ferrar. E trevoso. Compreendo a revolta dela, mas não concordo com esse jeito estressado de reagir. Aí, eu indago: terá ela o necessário controle emocional para ficar no quarto do segundo andar, vendo e ouvindo horrores, surtando de tanta ira... Acho, sinceramente, que ela vai fazer pior que Anamara, e vai se ferrar redondinha! Mas, se ela acha que assim, a ferro e fogo, sairá no lucro, só me resta dizer: Vai que é tua, Ana Paula, taca fogo na casa!!! 
Ao contrário dela, Ronan está mantendo a cabeça fria, procurando conviver serenamente com os outros que querem ver sua caveira. Depois dos sinceros e ponderados conselhos de Tamiel, Ronan refletiu e mudou de atitude. Ana Paula não houve conselhos de ninguém. É autoritária demais para abrir mão dos seus ímpetos. Até crítica à atitude fria de Ronan já fez, irritada com sua postura moderada. Por mais que ele lhe diga que é preciso esperar pelo paredão de hoje à noite, saber quem fica na casa, para começar a agir. 
Munik, no meio desse fogo cruzado, tem se mostrado muito pé no chão, madura, recusando-se a entrar em rota de coalisão com Daniel e Juliana. Mesmo tendo ouvido do “doce e meigo menino do Rio, Daniel” que ela está na listinha dele para uma indicação ao paredão, se ele pegar uma liderança. 
Enfim, um brinde só à harmonia da casa será muito pouco... Mais pesado e trevoso do que está, é impossível! Mas, bem que gostamos de ver o circo pegando fogo... hehehehehehe.
Quando Ronan está conseguindo reverter sua situação, acontece alguma coisa que pode resultar em mal-entendidos contra ele. Tudo por conta do teatrinho que a babaquinha deslumbrada Maria Cláudia armou para ter os holofotes sobre sua figura saltitante, no momento, em plano secundário, ofuscada pelo conflito entre Ana Paula e a casa. 
Que faz, então, a menininha inocentinha, desamparadinha e mimosinha? Ela deixou a festinha improvisada no gramado e retirou-se no quarto. Logo ela que é arroz de festa! Depois, retornou e chamou todo mundo para fazer uma oração para o seu pai que faleceu há 3 meses. Ai, que pieguiçe! 
 Apesar de ver todo mundo reunido, Ronan optou por não participar da oração e ficou sentado no futon posicionado no local, apenas observando todos e ouvindo o que a youtuber tinha para dizer, com uma expressão um tanto séria no rosto. 
"Hoje faz três meses que uma pessoa muito importante na minha vida me deixou. Foi uma fatalidade, uma coisa totalmente inesperada, por excesso de uma coisa totalmente desnecessária, mas aconteceu. E hoje eu gostaria de pedir uma oração em intenção dele, de cada um de vocês, para que ele esteja bem onde quer que esteja", pediu Cacau. Que lindinha! Só que não compro mais tanta fofurice...
Se Ronan não quis participar, porque é ateu, ou professa outra religião, sua decisão deve ser respeitada, achei muito digna sua recusa de participar de um ato religioso no qual não acredita. Mas, como tudo que ele faz fede nas redes sociais, que nem sempre respeitam a diversidade religiosa, voltou a ser criticado e apontado como sendo o capeta. Vai vendo que bizarrice ridícula! Cacau que se recolhesse ao seu quarto e orasse por seu pai, sem os holofotes, sem envolver outras pessoas. Nem o momento foi adequado: todos já manguaçados, dançando, na maior alegria. Serem interrompidos para um momento fúnebre... Poupe-me, Cacau! 
E tem mais, a boazinha Maria Cláudia foi decepcionante com Ronan, em várias ocasiões. Ela sabia do carinho especial que ele nutria por ela, desde o início do programa. Todavia, logo que Matheus chegou, a deslumbradinha passou a ignorá-lo. No domingo ele conversou com ela, desabafou sua decepção com a atitude pouco amiga dela, dizendo que ela podia ter conversado com ele, mas preferiu acreditar em Daniel e virar-lhe as costas. A sonsa disse que não tinha nada contra ele e blá, blá, blá. No entanto, não hesitou em votar contra ele, ajudando os demais a meterem-no no paredão, alegando questões de princípios! Beijinho no ombro para a hipocrisia passar longe, garota! 
A máscara de garotinha carente, que abraça todo mundo, que faz manha choromingas para receber atenções dos otários e otárias da casa, vai cair em breve. Ela já mudou muito. Perdeu a alegria e a paz, desde que começou a frustrante ficância com Matheus, um boyzinho baladeiro que não a quer, não a deseja e já deve estar de saco cheio das reclamações e ciumeiras ruidosas dela. 
Adélia já sacou que Cacau vai comendo pelas beiradas, neutra entre os dois grupos em guerra, protegidinha por todos por ser a engraçadinha, a docinha, a gordinha fofinha que agrada a todos. Quem ganha esse jogo é quem se faz de sonsa, não se mostra, não entra em rota de coalisão com ninguém, só começando a agir perto do final, disse a loura falsificada bundalhuda. Neste caso, Cacau está se garantindo.
E hoje, enfim, será uma noite de deleite para regalo da minha marvadeza: o paredão dos sonhos!  Qualquer um deles que vá para o quartinho estará de bom tamanho. Ronan ficando na casa já será um bom estrago na cabeça dos seus santos colegas de confinamento. Na quinta teremos a cereja do bolo com o retorno triunfal e arrepiante de Ana Paula... 
Postar um comentário