3 de maio de 2015

O casal super especial do BBB7


O encontro de Siri e Alemão na noita da vitória.
Pois é, o BBB7 foi a abertura para uma imensa participação de torcidas que se dividiam entre Alberto Caubói e Diego Alemão, com vantagem inapelável para este último, devido ao romance que viveu com Iris Stefanelli nas poucas semanas em que ela esteve na casa. 


Havia o tal triângulo amoroso cuja terceira ponta era protagonizada pela fúria sexual da destravada Fani Pacheco, a feiosa periguete que se achava páreo para a linda Siri. Devido as armações da despeitada Fani, junto com Analy e o grupo rival, a lourinha foi para o paredão com Diego e saiu do programa. 


Sim, saiu de voo rasante para o sucesso. Foi para a Argentina participar no Grand Hermano, onde foi recebida como uma princesa, encantou os argentinos e, ao voltar para o Brasil, não dava conta dos convites para presença Vip, desfiles, comerciais, capa da Playboy, da VIP, Paparazzo arrasador e eventos de toda natureza. A garota era a queridinha do Brasil, juntava multidões por onde passava. Antes dela, somente Jean Wyllys arrebanhara tantos fãs por onde passava.
Enquanto isto, Alemão suspirava por ela dentro do confinamento e tratava de eliminar um por um os que meteram sua namoradinha para fora do jogo.  Com a ajuda da produção e de Bial que tratou de explorar o que pode o sucesso do casal, fazendo suas jogadas manipuladoras para levar Alemão à vitória, o pobre Alberto foi jogado aos leões, transformado em um vilão desalmada que nunca foi. Claro que a Globo estava de olho nos lucros que poderia ter com o casal romântico fora da casa. A audiência vivia nas alturas, mesmo com Íris já fora da casa, porque o romance tórrido (by Bial) que apenas era um namorinho bonito de se ver, sem amassos, sem fudelâncias subedredônicas, entre uma moça que se dava ao respeito e um rapaz que sabia respeitar, mesmo estando apaixonado.
Fani, a dadivosa, não tinha torcida. Saiu no primeiro paredão em que foi mandada, para amargar o despeito fora da casa, com o sucesso de Siri, e roer os cotovelos de decepção pela má fama que pegou pelo papelão que aprontou com o casal. Ainda hoje luta para sobreviver com ex-BBB profissional, já que não tem outra coisa para se fazer notada. É uma coitada! Conseguiu retornar ao programa, no BBB13, decadente, gorda, neurótica, arrogante e mais feia que antes. 
Infelizmente, fora da casa, depois de alguns meses juntos, separaram-se de forma não muito bonita para Alemão. Este não teve a delicadeza de terminar pessoalmente a relação, preferindo deixá-la saber do fim pela midia, após declaração dele de que tudo estaria terminado. Diziam que a família dele, principalmente a irmã, eram contra o namoro. O fuzuê entre os fãs clubes foi feroz,  Os que torciam por Íris eram muito numerosos e não perderam tempo em homenagear e apoia sua musa.
Ìris continuou, mesmo sozinha, a fazer sucesso, viajando muito para atender os convites que recebia. Logo estava contratada pela Rede TV. onde ainda trabalha. Continua linda, bem sucedida e íntegra como sempre foi! Hoje, ela e Alemão são amigos.

Capa da Rev. VIP
Íris e Alemão ficaram para sempre como o casal mais bonito, decente, romântico do BBB.  Depois deles somente Max Porto e Francine Piaia levantaram as platéias e emocionaram as damas do sofá, as caprichetes e etc.
Postar um comentário