[Valid Atom 1.0] [Valid RSS] Rabiscos de Eva: Trocarem Pedro Bial por Thiago Leiffert foi um desastre!

8 de janeiro de 2018

Trocarem Pedro Bial por Thiago Leiffert foi um desastre!


(Foto by Vouexporaverdade)
É essa a minha cara de pânico, quando lembro que terei que aturar Thiago Leiffert no Big Brother Brasil 18. Pois é,  garrei mesmo o mais avassalador ranço desse babacoide, totalmente sem graça, inseguro, com uma retórica péssima devido à sua pobreza de conteúdo. 
Daí, ao tentar fazer discursinhos, nas eliminações e na final do BBB17, só ter dito asneiras sem noção, como a justificativa que deu para a vitória da repulsiva embusteira, que ele bajulava e babava. 
O sujeitinho é zero carisma, zero simpatia. E pensar que um cara vazio como ele está substituindo o inteligente e preparadíssimo jornalista Pedro Bial... É para pirar na batatinha!
Mas, que fazer? Vamos ter que engolir esse mala sem alça. 
Já me pergunto quem será que ele vai apadrinhar dessa vez, como fazia com Emilly e quem ele vai pôr para baixo, como fez com Elis (rotulando-a como agente do caos) e tentou fazer com Rômulo e Ilmar, quando estes, vendo a baderna que imperava na casa, tentaram mostrar certos princípios éticos e propostas de colaboração nas tarefas da casa. O babaquinha disse com todas as letras para Rômulo que o BBB não era lugar para esse tipo de ensinamentos, que não ganhava BBB quem lavasse mais panelas e louças, acrescentando que ele queria mesmo era ver "tiro, bomba e porrada!" Belezinha, né? 
O sem noção inconsequente só falava em "pôr fogo no parquinho". Falou tanto que no final não conseguiu controlar o incêndio que ele mesmo estimulou, bosteando sandices. O cara tinha uma implicância invejosa com Rômulo. Decerto, complexo de inferioridade!

Thiago chegava a ser nojento. Quem não lembra da despedida entre Roberta e Emilly, na eliminação da Roberta, em que ele criou uma situação embaraçosa, quase instigando Roberta a inocentar a trevosa que armou todo o paredão da garota, fazendo Marcos indicá-la às custas de mentiras asquerosas. Foi o cúmulo da idiotice! O sonso sabia de toda a armação contra Roberta, pois a produção e ele próprio sabem de tudo que se passa dentro do confinamento. 
Para desmoralizar Rômulo e Ilmar, que queriam organizar a bagunça na casa, pedindo a colaboração de todos, o sonso, cinicamente, dizia o contrário, fazendo chacota, sem um mínimo de respeito pelos caras mais inteligentes da casa: com aquela voz horrorosa falava nas fuças dos dois que não era para os confinados ficarem arrumando casa, lavando louças e ajudando com as panelas. Era para ter treta!  Mentalidade de Kids, não de um homem feito com a responsabilidade de conduzir um programa de Tv visto em rede nacional.
Tenho tédio de olhar na cara desse apresentadorzinho despreparado, metido a irônico, com aquele risinho de mofa, sempre que queria desmoralizar algum participante... 

Quando lembro da final, quando tiraram Marcos da casa, e das mentiras que ele disse, na maior cara de pau, sabendo de toda a safadeza que havia ocorrido nos bastidores, sabendo da trairagem de Emilly, vendendo Marcos em troca do prêmio, e se fazendo de sonso, tratando a Judas como uma pobre viúva inconsolável, inocentinha e fofa!  
Pior apresentador de reallity que já vi! Ele consegue ser pior que Roberto Justus, pois este, pelo menos, é inteligente, tem classe, educação e respeita os participantes.
O apresentador tem que ser imparcial, ele interferiu demais, interagiu de forma errada, deu dicas inadmissíveis, algumas de fora da casa... Não deu chances do jogo fluir naturalmente... Só faltava entrar na casa de mala e cuia para participar do jogo. 
Sem Pedro Bial, o BBB perdeu o brilho, caiu na lama da vulgaridade e da baixaria, tornou-se um programa reles, beirando a pornografia mais descarada.

Se Bial estivesse a frente do programa no BBB17, Emilly não teria ganho asas, ele saberia como fazê-la recolher-se à sua evidente insignificância e ordinarice. O próprio Marcos não teria surtado, porque bem antes teria levado um basta de Bial, ao vivo e a cores. 
Lembremos que Bial aproveitava as eliminações para dar lição de moral, na maciota, em todos. As carapuças serviam direitinho e cada um tratava de pôr as barbas de molho. Às vezes, o discurso era mais para os que ficavam que para o que estava sendo eliminado. Muitas vezes, ele pegava pesado, dizia o que deveria ser dito, na cara dura. Isto sem ser estúpido ou mal educado. Pois, quem é inteligente e tem domínio do próprio discurso, não precisa baixar o nível para dizer as verdades. Bial tinha moral com a turma!
Thiago é sem conteúdo, é limitado, não tem a vivência e a experiência de Bial. Ele não tem como ser competente, habilidoso e eficiente com as palavras. Jamais deveria estar a frente de um programa complexo como o BBB, que reúne pessoas diversificadas, muitas delas problemáticas e mais velhas que ele, outras cheias de manhas e poder de manipulação, precisando, portanto, de um condutor que tenha pulso firme, que saiba resolver os problemas e, principalmente, que seja absolutamente imparcial e confiável.
Vi, no Twitter, Boninho dizendo que passou o ano todo se esforçando para nos oferecer um BBB de qualidade. Acredito na competência, mais que provada, de Boninho. Só que não é ele quem vai apresentar o programa que preparou com tanto esmero. Vai entregá-lo, mais uma vez, nas mãos desse imaturo, incapaz de fazer um bom trabalho, porque simplesmente não tem competência para tal.



Postar um comentário