[Valid Atom 1.0] [Valid RSS] Rabiscos de Eva: "Não sou Ferro, não sou Fogo, sou Marcos Härter!"

10 de outubro de 2017

"Não sou Ferro, não sou Fogo, sou Marcos Härter!"



Agora dou dar mesmo meu grito de guerra: "Não sou ferro não sou fogo eu sou Marcos Harter"! Tal como ele declarou ser, na presença de Justus. Cabra macho faz assim! Os ratos é que fogem da raia, se encolhem de medo e se juntam para derrubar o outro, todos contra um. 
Daqui por diante, todos nós que execramos a perseguição, a injustiça, a covardia e a  calhordice em massa, "somos Marcos Härter!" 
Quem não gostar do meu posicionamento, que abandone o barco, não passe pela tortura de ler o que escrevo. E tem mais, se Marcos for eliminado, deixarei de acompanhar A Fazenda, inclusive fechando a caixa de comentários. 
Chega de perseguição sórdida com o cara! Ainda mais por parte de uma gentalha que não é melhor que ele em nada, mas se incomodam com o protagonismo dele! Falem mal ou falem bem, só falam nele ou dele na casa e fora dela!
Quem é Ana Paula na fila do pão? Apenas uma , ex-pânico, ex-capa de revistas de peladona e ex-fazenda, sem estudo, barraqueira, que se mete na cama com um homem, não porque goste de estar com ele, não por necessidade de sexo, mas para executar um plano sórdido de denunciá-lo por estupro. A sorte dele foi ela estar menstruada. Mesmo assim, não deixou de ser reles ao fazer-lhe boquete, sem a recíproca. E fez porque quis, porque gosta da mamadeira, inclusive ajudou a por uma tralha separando-os de Aritana, pediu que ela ficasse 20 minutos fora. Estava querendo muito partir para o xamego, precisava executar seu sórdido plano. Papel baixo de mulherzinha que não se respeita mesmo. 

A edição não a mostrou sempre por perto dele, toda cheia de sorrisinhos, como não mostrou a conversa dela com Monick, aconselhando-a a ficar com ele. Outra que não se preza, não se assegura sem um macho ao lado e é quase invisível na casa. 
Ontem, o barraco foi com Yuri. Outro que deveria ficar bem caladinho, pois tem um histórico de agressor bem mais sórdido, espancou a namorada, deixando-a cheia de equimoses e de olho roxo, além de ter chamado Monick de Piranha na frente de todos. Mas, essa é outra: continua com ele, outra que não se respeita. 

Dinei fez um barraco medonho com Marcos hoje pela manhã. Esculachou com o Doc, porque está certo que voltará fazendeiro e que Marcos sai até com o burro da fazenda, como disse Conrado. 
Felizmente, o médico não perdeu a calma nem baixou a cabeça para o bostalhão ignorante, tarado e falastrão, encarou o bate boca sem perder a classe e com respostas ótimas, que desanimou o mijão de cama alheia a continuar o insultando. Cabrão reles, baixo, sórdido. Afinal, quem é mesmo Dinei na fila do pão? Alguém cala a boca desse energúmeno boçal, que se acha o fodão! Só sai imbecilidade quando ele abre a boca! 

O termo da moda na boca de todos é “arrogância”, então chamam Marcos de arrogante... E daí? Desde quando ser arrogante é ofensa ou crime? Todos são arrogantes, nenhum escapa desse rótulo e quase todos são sórdidos, covardes, falsos, hipócritas e maria-vai-com as outras, como se vê nas formações da roça. 

Se existem grupos ali, então perdi a noção do que seja um grupo. Ainda bem que Marcos teve o bom senso de cair fora do grupo Fogo, onde ele só tem inimigos, que não se assumem como tal. Apenas a super arrogante Flávia. Mas se submete a votar em quem Dinei decide. É muito cômodo votar em quem pede para ser votado, por saber que este tem peito para pôr Marcos na roça, né, Flávia?

Conrado me mete dó! Uma pessoa que se rebaixa a ser monitorado por uma pessoa reles como Dinei, que faz desse sujeitinho sórdido seu melhor amigo, é mesmo um coitado. No PCB havia a Andréia para por freios na boçalidade dele. Sem ela é isso que se vê, um cara limitado, babacão, que só vive deitado fofocando e denegrindo quem o desagrada. Pior é o ridículo que faz com suas estratégias geniais que nunca dão certo!

Flávia está tão tomada pelo ódio, que chegou a abrir mão de uma imunidade, para ter a certeza de que Marcos iria para a roça. Foi burraaaa, deixou-se cegar pela ânsia de vingança e  revanchismo, abrindo mão de uma imunidade, que poderia salvá-la de uma roça, se Marcos voltar fazendeiro. Mas, agiu bem de acordo com sua alma pequena, mesquinha. Marcos iria para a roça pelo menos com os votos de mais da metade da casa. Estava tudo combinado, tudo dominado! Ficou visível o ódio dessa tipa pelo Doc. Coitada! Se soubesse que está na lanterninha na preferência do público!

Flávia está certa de que será a campeã. Continua com a hipocrisia, cobrindo a cabeça com um chale para beijar aquele cara feio e tolo que a atura por medo de, não formando casal, ser eliminado. Como se fossem um casal delicinha, tipo Alemão/Siri. Coitados. Mas, ele não é má pessoa! Ainda não vi maldade nesse cara, apenas o acho bobão, imaturo e chatinho. 

Matheus continua o mesmo de sempre, se não estiver pior. Quem é ele na fila do pão para falar de Marcos? Apenas um safado que transou com Cacau e saiu contando para os machos da casa, com detalhes como foi a fudelância, até a posição ele detalhou. E, o mais reles, disse que não gostou! Nojento! Um cara que leva nas costa a fama de pedófilo deveria ficar bem caladinho em assuntos de sexo. Mas, foi o que mais execrou Marcos. Inveja e despeito é mesmo uma praga! Um cara que ficou sendo sustentado por Cacau até ela ficar de saco cheio de sustentar macho e o mandar cair fora.
A roça de ontem parecia o julgamento de Júlio César no Senado de Roma. Só faltou Marcus dizer para Dinei: “Até Tu, Dinei, me apunhá-las pelas costas? De onde saiu essa raiva de Dinei contra Marcos? Ele vivia elogiando o Doc. Alega que tomou as dores de Minerato. E as dores de Monique? Heim, cabrão ordinário? E o que diz dela pelas costas, sempre a depreciando? Esqueceu o que fez com ela bêbada, malandro?

O momento delicinha da roça, foi a cara de Yuri ao ser indicado para a roça! Hehehehe... Ai, que susto! Ai, que raivinha de Nahim! Nunca pensou que o Fazendeiro fosse macho o suficiente para indicá-lo! Ficou furibundinho, soltando fumaça pelas orelhas... Hehehehehe. Não soube ter a fleugma de Marcos, recebendo a sentença do bostildo mijão Dinei, na esportiva, achando engraçado, por não ser nenhuma surpresa para ele, como disse em seu discursinho bem humorado e irônico. Claro, que Marcos é muito observador e inteligente, já havia sacado toda a movimentação da casa. 
Monique, coitadinha, está se perdendo no jogo. Está junto às piores pessoas da casa, inclusive com aquele grude com Dinei, que só a desmerece. Vai sempre pela cabeça do super líder Matheus. Está perdida! Ainda tenho esperança que ela acorde para um jogo dela, que abra os olhos para os que a estão usando apenas como uma peça descartável no grupo. Ela está muito apática, perdeu a leveza. Gosto dela. Gostaria que fosse longe e ganhasse algum prêmio bom.

Aritana tem me surpreendido e cativado. A mulher tem caráter, diz o que pensa na cara com uma sinceridade sem limites. Não a vejo capaz de ser traíra com ninguém. Pena que esteja sempre emburrada.
Também gosto de Nahim. Pena que fique no grupo dos patetas. Também não consigo desgostar de Marcelo. Pobre inocente, juntou-se com uma serpente que o está usando, por achar que formando casal poderá ganhar o jogo. Corre, Marcelo, que é cilada!

Sobre Minerato, prefiro não dizer mais nada, por enquanto, ela vai se enforcar sozinha. Aposto como na próxima festa, estará correndo atrás de Marcos. Ela tem auto estima baixíssima, está acostumada a correr atrás de homem que a rejeita. Não consigo sentir raiva dela. Sinto pena pela asneira que fez, contra si mesma.  O que aprontou com Marcos, foi um tiro no pé, fora da casa. Lá dentro, ela pode vitimizar-se a vontade, cá fora o compasso é outro. Ela está despencando nas pesquisas, enquanto Marcos sobe. Flávia continua na lanterninha! Sabem de nada, inocentes! 

E quando eu penso que esses participantes já chegaram ao mais baixo nível do descaramento, surpreendem-me, indo bem além da sordidez! 
A cada dia elas e eles se superam! Que escolha nefasta! Estão acabando com a formação das roças, sem aquele frisson que havia na época em que cada um escondia seu voto e era aquela surpresa na hora H. 
Que graça tem as roças dessa edição? É um tédio absoluto! Tudo previsível, zero surpresas, zero barraquitos, zero discussões, tudo combinadinho entre os dois grupos. E o ridículo Justus anunciando grandes conflitos, falando que iria pegar fogo e outras sandices. 

E o que foi aquele jogo da discórdia? Para quê? Para dar oportunidade de esculacharem-se uns aos outros? Havia clima na casa para um jogo desse tipo, na véspera da roça? O resultado foi o que se viu. Flávia falou o que quis, e, mais uma vez ouviu o que não quis. Marcos não está dando a mínima para o que ela diz dele ou pensa dele. Só falta mandar que ela fale com sua mão!

Flávia é um embuste. Entrou na casa com o script pronto, decorado e ensaiado para atuar como a fodástica oponente de Marcos, a que iria afrontá-lo, exauri-lo, estressá-lo até fazê-lo tombar. Acontece que ela nunca o enfrenta dentro da casa, a atrizinha só executa esse seu planinho 
no ao vivo. Só nesses momentos ela empina o nariz, incorpora a atrizinha de quinta que é para afrontar Marcos. Claro que com a intenção de agradar os haters do Doc, puxar torcida para ela, a grande lacradora! A rainha do emponderamento feminino!
Acontece que, como ela é péssima atriz, não consegue representar seu papel decorado, mas mal ensaiado, com a necessária naturalidade, sem teatralidade típica das atrizes de quinta categoria, sem talento. E Marcos vai sacando cada jogadinha dela. E isso a deixa mais irritada! Sabe que não consegue atingi-lo. O homem é muito inteligente e sagaz!

Como diz Piloto, “esse enredo Disney que Flávia trouxe na bagagem” é muito forçado.  Ela entrou na casa doida para pegar um bobão como Marcelo para apostar todas as fichas nesse namorinho fake, piegas, cheio de mimimim, como se ela fosse uma meiga mocinha, toda ternurinha, e não a mulherzinha vulgar, rasteira, autoritária, arrogante e grossa, com aquela risada estridente e escandalosa de gralha no cio, que é o que é na realidade. 
Muito previsível e chatinho seu joguinho. Finda sempre ouvindo de Marcos um respostaço que não é do agrado do seu ego inflado. 
No tal joguinho da discórdia, cutucaram o Doc., propositalmente, sobre o caso com Mimerato, ele não se acovardou e mandou na lata a verdade, que ela própria foi quem alardeou, até em conversinhas, entrando em detalhes, mas dizendo que não lembrava de nada. Tadinha, está com amnésia!
Aí, foi com essa conversinha troncha para Aritana e teve de ouvir o que não queria: que ela sabia sim o que estava fazendo a noite toda, porque deu para ouvir seus gemidos. Lascou-se! Baixou o facho! 
E começou a tratar o Doc como amiguinho de infância. Agora entendi o que ontem não entendia!
Minerato é fraca da inteligência. Sabe bem dizer desaforos, gritar e ser mal educada, mas a massa cinzenta é fraca. Com a tramoia que armou contra Marcos, deu um tiro no pé. Pior ainda, porque não sai da aba do cara que ela esculachou, decerto sente que deu em nada e que a desmoralização ficou só para ela. 
Achei que já estava mesmo na hora de Marcos ir para uma roça. Se ganhar a prova do fazendeiro, vai provocar um AVC em Flávia e em Dinei, além de deixar os demais que o perseguem com o monossílado na mão. Se for encarar Dinei na roça, seja o que o público decidir. Se sair, não terei mais estômago para continuar vendo Dinei, Flávia e demais personagens dessa ópera Bufa. Já estou de saco cheio!
Acho que deixei bem claro que, enquanto perseguirem e afrontarem Marcos para que ele perca a calma, estarei dando-lhe todo apoio.  Portanto, que quiser escrever comentários deselegantes, desaforados, desrespeitosos com minha pessoa ou com os antigos comentaristas, não terão seus desabafos sem compostura publicados. Tenho o maior prazer em excluí-los, e como sei de onde partem, ainda divirto-me muuuuitooooo! 

Postar um comentário