2 de agosto de 2017

Porchat mandou bem! Salve, Salve!


Como eu previa, a entrevista de Marcos com Porchat não me surpreendeu em nada! E, se surpresa houve, esta ficou por conta da postura criançola que assumiu, sempre com um risinho de deboche acompanhando suas respostas. Ficou feio para um homem de quase 40 anos, médico, encarando uma entrevista que em nada se anunciava como um espetáculo cômico. O Próprio Porchat em nenhum momento se colocou como comediante, estava bem consciente de que o tema do programa era sério e com seriedade e comedimento deveria ser levado. Ficou feio, Dr. Marcos Harter! Deixe sua ânsia de vedetismo para seu youtube, Véi! 
Em alguns momentos, tive a impressão de que Porchat estava irritado, constrangido ou incomodado com o rumo da prosa, ou por estar tendo que entrevistar uma pessoa, por quem não nutre simpatia, por imposição da direção da Record.
Confesso que gostei de Porchat, ele educadamente e muito seguro, desconstruiu os frouxos argumentos de Marcos, sem criar climão. 
Fábio Porchat falou na cara o que muitos gostariam de falar: "foi agressão sim!" Lacrou! Fechou o pacote! 
Apesar do arzinho de deboche do Doc, o entrevistador não se intimidou, muito pelo contrário: mostrou o áudio de Marcos falando mal das artistas da Globo que fizeram a campanha “mexeu com uma, mexeu com todas” . A opinião emitida pelo Doc foi para lá de bizarra: “elas queriam aparecer”! É de pasmar! 
A parte cômica ainda estava por vir: Marcos Harter estava ainda achando que o "Mexeu com uma, mexeu com todas" era para ele e, por isso, achou que as atrizes queria aparecer as custas de sua inoxidável, inebriante e espampanante celebridade. Hehehehehe... Quanta presunção desse pavão! Que Mico mermão! Véi, vê se acorda! 
Mas, as pérolas do doutor não ficaram só nesta. Não! Teve mais, como quando ele criticou a Globo comparando seu caso ao de Temer, ou seja: “A Rede Globo mostrou a gravação do Temer. Por que não mostrou a da Emily?”, perguntou o babacoide, fazendo uma comparação bizarríssima, para não dizer idiota! Hehehehehe é para ficar gargalhando até 2018! 
Segundo a opinião de Marcos, a direção do BBB17 acertou ao expulsá-lo, sob acusação de agressão, mas errou ao não mostrar o que se passou nos bastidores da treta. O médico se ressente pelo fato de a emissora não ter exibido o testemunho de Emily sobre o caso. Aqui, tenho que concordar com o Doc. Inclusive, assinei um abaixo-assinados, que corre nas redes, pedindo que seja divulgado o teor da tal gravação. Será que a Globo tem rabo preso nessa história? É o que parece! Só não entendo por que ele não pede judicialmente para ver o tal depoimento. É um direito dele, na medida que sofreu uma punição. Heim, Marcos, por que não defende seus direito? 
Ao perceber que Marcos tentava negar que agrediu Emilly,  Porchat exibiu a cena na qual o Doc aparece imobilizando Emilly com seu corpo, com o rosto colado no dela, com o dedo apontado e gritando feito um louco. As imagens impressionaram o próprio médico ao vê-las. “Realmente é pesada a cena. E a Globo teve que tomar uma atitude” disse ele. Nessa hora, o risinho de deboche desapareceu!
Mas, mesmo tendo visto a cena de agressão explícita e ter concordado que a cena foi pesada, o Ser Iluminado não aceita o fato de sua então ficante, em conversa privada com a direção do programa, ter confirmado que foi vítima de agressão. Ai, Jesus! Se aquilo não foi agressão, foi o quê? Se Marinalva não tivesse entrado na sala e interrompido a cena pesada, sabe Deus o que ele teria feito com a Fofa! O cabrão parecia um touro Miura, bufando na cara dela!
Em seguida, ele partiu para o ataque à Emilly: “Teve um momento em que o dinheiro falou mais alto, para ela”, disse. Bom, também acredito que por dinheiro a Fofa não deixou passar a oportunidade de tirar Marcos da jogada. Principalmente, se lhe deram garantias de que não seria divulgado o depoimento dela. Por isso repito: ele se equivalem. 
Na visão deturpada do médico o que aconteceu no “BBB” foi um acidente. “Teve um momento em que saí da linha. Não teve agressão física. Segurei do mesmo jeito que ela me segurava. Eu estava todo arranhado. Quando saí do programa, tinha muitas marcas de unhas". Ai, coitadinho! E, foi tão generoso e bonzinho que, quando Porchat perguntou por que ele não denunciou esse fato, o Iluminado disse que não valia a pena... Devia ter mencionado o chute que a Fofa lhe deu na barriga, está gravado!
Vejam esse trecho da entrevista: 
Tadinho gente, o coitadinho foi vítima de tortura emocional dentro do BBB17. Ele diz que estava sendo TOR-TU-RA-DO pela Emilly. É lascadeira! 
Porchat abismado, totalmente incrédulo com as barbaridades que o insano estava falando. 
Eu não entendo a loucura por esse homem de caráter questionável! Marcos é o resultado perfeito de uma educação permissiva e sem limites. 
O grande Missionário das Arábias disse que se ela tivesse traído com alguém ele perdoava. Mais traí-lo por dinheiro, não tem perdão! Vai vendo: aqui ele acusa Emilly, mais uma vez de tê-lo denunciado, traído, por dinheiro. No entanto, esqueceu que naquela carta ridícula que escreveu ao sair da casa, dizia que a perdoava. É um cara muito contraditório! 
Vai vendo mais uma pérola do Doc: ele disse que no dia do depoimento dele na delegacia, tinha mais de 200 mulheres na porta da DP com cartazes pedindo para ele bater nelas! A plateia riu. Como mentira tem pernas curtas, veja, acima, a foto da chegada dele na delegacia, e abaixo as mulheres que estavam na porta da delegacia: mais de 200 né mesmo? Agora é a nossa vez de rir! 
Olha o nível das declarações da pessoa. É de fazer corar até Belzebu! 
O cara foi à entrevista para reafirmar cada parágrafo daquela carta abominável e passar recibo do quão é baixo e mau caráter. 
Falou um monte de m..., dentre elas disse, no deboche, que não está namorando com a garota que é visto aos beijos, que está apenas ficando... então é isso que importa”. Coitada da moça, se deixando usar pelo bofe! Que respeito! Que homem fino!
Foi lá para passar atestado de ridículo e se fazer de rico como sempre. Ele falou que está com quase um milhão e meio aqui fora, que antes atendia 15 pessoas por mês, agora atende 30. Teve até que subir os preços para frear a quantidade de mulheres que apenas queria uma consulta para conhecê-lo! É o gostosão do pedaço! 
Peraí, no BBB ele dizia que tinha 3 milhões na conta. Tadinho, cai muito em contradição! Mente que nem sente! Nem editando a entrevista, vão deixar Marcos menos babaca. 
Emilly errou, Marcos errou também, mas existem erros e erros. Não dá para comparar, muito menos querer equiparar os erros deles. Se parecem muito na ânsia pelos holofotes da fama, na gana por dinheiro, no auto-elogio, nos micos que pagam, nas mentiras que dizem e nos problemas psicológicos que apresentam. A necessidade de aparecer desse cara vaidoso e exibido é tão absurda quanto a da Fofa. 
Gente, olha só que gracinha: o Doc pilantra dizendo que ressaltava os defeitos da Emilly, para benefício dela. Que coisa mais linda?! Pensei que era o contrário... Vai vendo como sou retardada... Nussa! 
Ele justificou o acontecido na festa, dizendo que não prestamos atenção no conteúdo. Que tudo aconteceu por uma infantilidade da Emilly. 
A briga não aconteceu por infantilidade da Emilly, mas sim por causa de falta de limites do Doc, do seu machismo desenfreado e da sua vontade de queimar o filme dela, mais do que já estava queimado, fez isso desde o início da relação sebosa que mantinham.  Simples assim, entendeu, traste? Ela não é flor que se cheire, mas o Doc ainda é pior, ao querer jogar nos ombros dela toda a culpa pelas violências dele. Se ela o estava estressando, que se afastasse, que deixasse de usá-la na cama, que parasse de fazer joguinho de ciúmes usando Vivian. Eu prestei atenção no conteúdo e nada justifica as atitudes calhordas do Doc
Esse farsante falando em infantilidade chega a ser cômico. Ele não aprendeu nada com a vergonhosa experiência, parece não ter alcançado a gravidade dos seus atos sórdidos. É tão digno de pena quanto Emilly! São dois doentes, precisando de um tratamento de psicanálise urgente! Se é que há cura para o tipo de transtorno de personalidade de ambos.
Ficaria feliz se o problema da Emilly fosse apenas 'infantilidade', infelizmente o problema dela ultrapassa em muito a infantilidade. Se ele não percebeu que ela é uma sociopata, mau caráter, capaz de vender a alma por fama e dinheiro desde quando chafurdava com ela na cama...Então não se queixe do tombo que ela lhe deu, antes que ele a derrubasse. 
Os dois estão fora do programa provando que têm problemas bem piores e execráveis. Os dois são problemáticos, questionáveis, dissimulados, mentirosos, cínicos e destituídos de ética. Dou um pelo outro e não quero troco! 
Posto contra a parede por Porchat, o Doc, contraditoriamente, concordou que nada justifica o que fez. Todavia, tentou dourar a pílula afirmando, com aquele risinho de deboche, que "o BBB era uma brincadeira e ele estava de boa... era uma novela da vida real". É muito cinismo desse cabrão! 
Estava de boa também, quando agrediu Mamão, humilhou-o cruelmente, atingindo-o no que o colega tem de mais caro: seu único filho? Estava de boa, quando trolava a deficiência física de Marinalva? Estava de boa, quando inventou que Daniel era Gay? Estava de boa, quando fez gozações medonhas com as crianças famintas da Somália? E quando juntou papel higiênico para jogar em Ilmar na saída deste da casa? E tudo isto fazia em parceria com a víbora que deu-lhe o bote no final. Eram parças em manipulações, tretas, formação de paredões, mexericos e maldades. 
Realmente, apontar o dedo na cara das pessoas, gritar, encurralar, ameaçar, tapar os ouvidos e deixar os outros falando sozinho é algo muito maduro, muito digno de um médico! Né, Meu chuchuzinho? 
Imagina: o agressor do BBB17 disse que para ele o Reality Show da Globo era uma brincadeira, que ele não estava focado! Arre égua! Imagina se estivesse?

Nenhum comentário: