5 de agosto de 2017

Fani, a grande aposta de A Fazenda!



Após ganhar 18 kg, Fani Pacheco ficou tão gorda que precisa de ajuda para colocar o vestido. A Ex-BBB profissional passou por sério perrengue ao se preparar para um evento social! Que situação! Benzadeus!
O engraçado é que a bolsa cai em Tóquio, a Globo para a programação, Fani vira Dona Redonda e... nada, nem uma noticiazinha! Que injustiça!
Fani Pacheco, que foi duas vezes ao “BBB”, deu toda sorte de pitis, armou barracos e distribuiu seu conhecidíssimo mau humor, parece viver em perene estado de TPM. É arrogante, presunçosa, chatilda, sem carisma e metida a feminista de conveniência... Um porre! Mas, vou me divertir muito com ela na fazenda, torcendo contra e pisando no acelerador da implicância e da trolagem. Ai, Papai! Faz que ela aceite entrar no programa. Vou adorar ver essa tola e fútil limpando bosta do curral, levando cusparadas da lhama, correndo da avestruz, toda borrada de medinho... Hehehehehehe. Será imperdível! 
Com 85 kg - 18kg a mais do que seu peso anterior que já não era o dos 24 anos-, a ex-BBB revelou recentemente, numa atitude tipo "Poliana e o jogo do contente", que está feliz com o peso. Será? Está mesmo? Tá! Também acredito em Papai Noel!
"Quando a beleza vai muito além do peso!!! A beleza está no gesto, na maneira de falar, de agir (como? sua maneira de falar e de agir é bela? Nussa! Vou desmaiar!). No conjunto da personalidade, caráter e corpo", escreveu ela nas redes sociais. Lindas palavras que consolam. 
Mas, se tratando de Fani, que sempre viveu em função do corpo sarado, é difícil acreditar! Daqui a pouco vai fazer como a Urack: Virar evangélica e virar pastora, o livro com a autobiografia apimentada ela já publicou.
Há mais de dez anos vivendo da fama de ex-BBB, mesmo sendo formada em direito, Fani Pacheco “ diz que, pela primeira vez, viu a oferta de trabalho diminuir”. (Trabalho? Desde quando ser ex-bbb é profissão e presença Vip é trabalho, fôfis?) Ai, meu São Barnabé, é muita patetice para uma pessoa só. Mas, vou me divertir muito com ela na fazenda, torcendo contra e pisando no acelerador da implicância e da trolagem. Ai, Papai! Faz que ela aceite entrar no programa. Vou adorar ver essa tola e fútil limpando bosta do curral, correndo da avestruz, toda borrada de medinho... Hehehehehehe. Será imperdível! 

Ela acredita que a falta de convites se deve ao fato de ela ter engordado muito (Não Fani, a falta de convites deve-se a um fato que você nunca aceitou: a fama de ex-bbb é passageira, dez anos se passaram, muitas lindas mulheres a sucederam. Além de que sua conduta pesou contra sua imagem, filhota).
Desolada, Fani diz que chegou à conclusão de que o mercado para modelo plus size é mais difícil e restrito do que ela pensava (Mas, seu corpo ainda é bonito, está gorda, mas não está obesa. Porém, ser modelo é trabalho, coisa que Fani detesta, né, Fôfis?). Pois é, a pessoa colhe o que planta. Aceitar fazer filmes solft pornôs para a TV, fazer shows em boites mal afamadas Brasil a fora e pagar micos com porres homéricos e outras coisitas bizarras, dificulta mesmo que pessoas sensatas queiram associar seus produtos e marcas à sua imagem, lindona!
"Não tem pintado trabalhos. Aí eu fico pensando: é uma cota para gorda? Até existe uma procura muito grande para parcerias, mas todo mundo quer tudo de graça. Assim, não dá! Cheia de empáfia, a ex-BBB diz: “Eu continuo sendo a Fani Pacheco (Sei, a rainha da Inglaterra!), mas só porque estou gorda eu não valho o "cachê?", reclamou. Hehehehehe. É justamente por ser Fani Pacheco que não a aceitam, seja magra ou gorda! Procure um trabalho sério, fia! Trabalhar não dói! Se doer, doerá menos que a rejeição da peste que está tendo! 
"Fiquei refém da mídia em relação a ter esse padrão de corpo, ser magra, sarada... Não sei se com o tempo eu vou conseguir me estabelecer no mercado com o biotipo que eu estou”. Tá difícil, fia! Imagem desgastada é um tropeço! 
“Estou falando de dinheiro, porque eu sou um produto e comercializo o meu produto, ou seja: seu corpo. O meu produto sempre foi muito comercial. Ele era muito vendável financeiramente, e hoje em dia não está vendendo", constata. (Que coisa feia, fia! Fazer do corpo um meio de vida! Comercializar o próprio corpo, por não gostar de trabalhar. Vixe! Estou passada! Sabia que tem quem faça esse tipo de coisa, mas ter a certeza, ler a própria fazer tal declaração... Nussa! No Ceará dizer tal barbaridade é um Deus nos acuda, fia! Diguisso não! É feio! Pega mal!


Recém-solteira, (aliás, ela está sempre recém-solteira ou ex-futura casada) após o fim do noivado com o médico Leandro Dias (não deve ter aguentado a barra do seu temperamento descontrolado, do seu estilo de vida over demais e o seu humor azedo), Fani conta que está chovendo pretendentes. (Fia, pretendentes a quê? Homem apaixonado querendo casar? Ou pretendentes à ser ficantes temporários? Isprica milhor, fia!)
"As cantadas triplicaram de uma forma absurda (Claro! Não poderia ser de outra forma!). É homem pedindo para namorar, chamando para sair... Ainda fui brincar num post para mandaram os seus currículos, e vários já mandaram.” (essa é a Fani que todos conhecem... hehehehehe). “Morro de rir, mas, no momento, eu não quero isso". (Verdade? Vixe! Daqui a pouco vai virar Fani Urack. Mais dez quilinhos e ela chega lá! Aleluia, meu Pai!)
“Fani Pacheco era considerada um dos maiores sex símbolos da história do Big Brother Brasil. Mas se engana quem pensa que o título só proporcionou coisas boas à modelo de 34 anos (modelo? Não sabia! Imagino o sucesso!). Fani revelou ao R7 que, após a participação no reality, sofreu muito preconceito, pois acreditavam que ela estava se prostituindo”. (Filhota, seu comportamento dava margem para isso!)
“— Depois da fama, começaram a falar que eu era garota de programa, porque 90% das famosas estilo "gostosona", ex-BBBS, panicats, etc., são garotas de programa, sim!” (Vixe! essa acusação é grave, 90% é muito exagero, fiotinha! Tem muitíssimas ex-bbbs lindas que levam vida decente, longe dos holofotes e da piranhagem). “E eu sofri preconceito por isso. As pessoas falavam: "Ela é 'piranha', é prostituta. Está se mantendo na mídia como?" (Pois, é! Eu sempre me perguntei como muitas ex-BBBs se sustentam, luxam, viajam, sem trabalhar. É uma mágica, né mesmo?) 

“Fani, no entanto, reafirmou a sua postura feminista (Cuma? Sabe o que é isso, fia?) — diz tem lutado muito por esse movimento (é mesmo?) — e deixou bem claro que nunca recorreu à prostituição”. (mas acusa outras ex-bbbs de serem prostitutas, né?)
“— Eu não sou, não! Eu sou feminista e tenho o direito de fazer presença vip em qualquer casa e não me prostituir (que má propaganda do feminismo!). Com licença! Eu posso ser, sim, digna e não ser levada pelo dinheiro. Eu brigo o tempo inteiro pela minha integridade moral dentro do meio que eu vivo (que meio é este?), dos preconceitos que eu sofro e dos rótulos que colocam em mim” (tudo sem nenhum motivo, né, fiotinha? Tudo por maldade, inveja e despeito, né mesmo?) Sim, sei, tá! Ó, mundo cruel!

Fani sempre gostou de ser exibicionista. Agora, com o corpo devastado pela gordura, faz de conta que tudo está bem, que se ama como está e faz do corpo avantajado seu novo meio de vida. Assim, em mais um episódio da sua vida plus size (no canal "Fani quebra o padrão", no Youtube), Fani Pacheco apareceu de lingerie vermelha e botas para debater o preconceito ao corpo com quatro amigas. 
Durante o programa, gravado dentro do seu quarto, ela toma champanhe e brinca que "o peito está caído".
"Quando minhas amigas falam: 'nossa, o seu peito está caído', eu falo: 'Adoro o meu peito caído'. Poso nua com o meu peito caído. Vende revista pra caramba e ninguém reclama". (Agora eu pergunto: ela posou nua com o peito despencado para qual revista? Ou está fazendo vídeo nua? É a mesma loroteira de sempre, a que se acha irresistível e super gostosa. Por que será que nunca teve um relacionamento duradouro?) 
Em outro momento do seu programa, as amigas tentam ajuda-la a colocar uma cinta para ficar com a cintura mais fina. Que programa vexatório. Quantos micos está pagando essa criatura! Isto não é normal. É levar a patetice ao extremo!
Por mais que exista a vontade desesperada de chamar atenção, é visível que ela não está bem. Está se tornando uma figura patética! Precisa de tratamento urgente! Não sei se será uma boa ir para A Fazenda. 
Esse exibicionismo patético é para se manter na mídia! Adoro meu peito caído kkkkkkk. Já passou da conta. 
Na Fazenda, ela vai descobrir que o buraco é mais embaixo, que não tem espelhos falantes, nem padrinhos a protegendo. Vamos que vamos!

Nenhum comentário: