[Valid Atom 1.0] [Valid RSS] Rabiscos de Eva: Chega! Já deu! Escrever sobre Emilly é muito tóxico! Tô fora!

9 de maio de 2017

Chega! Já deu! Escrever sobre Emilly é muito tóxico! Tô fora!



Certa vez, numa das últimas brigas com Emilly, Marcos disse para ela: “Chega! Esse nosso relacionamento é muito tóxico!” Sábias palavras: relacionamento tóxico! Acredito que qualquer espécie de relacionamento com essa diaba de saias, mesmo o ato de escrever sobre ela, atrai suas energias trevosas, vampirescas. Sinto-me totalmente in-to-xi-ca-da! Vade retro! Badalauê! Mulungu benguê! 
Talvez alguns estejam se perguntando por que eu menciono este fato. Simplesmente, porque o fato de estar, desde o término do malfadado programa, escrevendo quase diariamente sobre Mally, o casal traste, especialmente sobre as super tóxicas Emilly e sua irmã gêmea, que, talvez por ter dividido a divina placenta com a campeã dos Micos mais gorilescos, é legítimo clone dela, não apenas no corpo, como na alma e no mesmo pendor para o mau caratismo, para o embuste e para a sordidez nas atitudes. 
O fato é que me sinto intoxicada! O Ministério da Saúde deveria ter avisado que excesso de contato com as gêmeas e sua família faz mal à saúde. Cruz credo! 
Essa gente deveria trazer um rótulo na testa avisando, como fazem as marcas de cerveja: consuma com moderação. Se for escrever não as consuma! Se consumir, não escreva! Protege-me meu Pai Santo, consumi demais!!! 


É isso: intoxiquei! Intoxiquei a alma! Não dá mais, nem para ver fotos e notícias sobre as duas pilantras trevosas e seu pai oportunista, desempregado voluntariamente para viver vida folgada e consumista às custas da filha. 
Não quero mais escrever sobre essa família pilantra, especialmente depois de ter tomado ciência de fatos impactantes e execráveis envolvendo um outro membro da mesma família, justamente a irmã mais velha Karina. Fato este já do conhecimento de muitos, assunto recorrente nas redes sociais e já comentado por mim na postagem anterior. 
Minha reação foi de perplexidade! É assustador! Fiquei chocada e, ao mesmo tempo, com muita pena da pessoa envolvida. Fui dormir perturbada e com os pensamentos em ruidoso comício: era muita informação para administrar e chegar a compreender a dimensão que pode tomar a miséria humana. 
Mas, essa foi a última gota que fez transbordar minha capacidade de continuar me envolvendo com Emilly e sua família, tão equivocada, tão digna de pena e compaixão, notadamente por estar tão deslumbradamente perdida num mundo de mentiras e aparências, tão intensamente envolvida pela perigosa fascinação pelo dinheiro ganho facilmente, sem o esforço do trabalho honesto. E o pior, tão gravemente envenenada pela ânsia desesperada e malsucedida de notoriedade no universo das pessoas VIPs, pela incessante e ávida conquista da difícil fama glamourosa, que, ao final das contas, está resultando em má fama! Má fama esta que lhe poderá fechar muitas portas. 
É muito previsível o final dessa ópera bufa que a fascinada família metralha está representando no palco do Rio de Janeiro, sem trabalhar, suplicando presenças VIPS que são sempre negadas, pedindo objetos caros nas lojas em troca de propaganda no Instagram e sendo troladas, enfim, vivendo uma vida social intensa e desregradamente decadente. Mas, isso não é problema meu. Meu problema é desintoxicar-me, é exorcizar de mim a energia trevosa que vem dessa gente baixo astral. 
Esse dinheiro que ela ganhou, passando para trás o embusteiro Marcos, aproveitando a presença da polícia no projac, é dinheiro maldito. Vai evaporar, vai trazer decepções imensas. A Lei do Retorno nunca falha!

Um vidente que esteve no programa de Luciana Gimenez disse com todas as letras, sobre a ambição da bisca em ser atriz global:

“Não vai ser atriz, não terá carreira artística. Ela foi ao acaso gente. O cara deu a vitória para ela e foi isso”. E prosseguiu: “A Emilly não será atriz da Globo”, respondeu ele rebatendo o jornalista Aaron Toco que relembrou que Emilly deverá ter uma participação na nova versão de “Os Trapalhões” e talvez uma aparição na atual temporada de “Malhação." Sabe de nada, inocente!

Esse jornalista não deve acompanhar o BBB, caso contrário saberia que todos os anos as duas primeiras colocadas são convidadas para ligeiras participações em alguma atração. Não passará disso. Ela vai somente sentir o gostinho e cair fora.
Se é para falar em Ex-BBBs, que falemos em Vivian que tem a vida transparente, foi lesada pela produção do programa e, portanto, merece muito nossa atenção. Dela, só nos vem notícias boas, alegres, glamourosas e edificantes.

Talvez eu ainda volte a falar no embusteiro doutorzinho, para dizer algumas coisas que estão entalada e me causando intoxicação. Não pensem que meto o sarrafo em Emilly porque acho o doutorzinho um anjinho. Nunca! Ele é gato do mesmo saco da bisca embusteira . Vou pensar se devo desperdiçar meu tempo com bla,bla,bla com essa gentalha!
Postar um comentário