12 de maio de 2017

Carielli e suas carrieliadas mudam a dinâmica do jogo!



No Power Couple Brasil desta quinta-feira (11), foi bem surpreendente! Mudou toda a dinâmica do jogo. Primeiramente, ocorreu uma atividade que ensejou que os casais indicassem quem queriam ver na final do reality show que resultou em mais um show histriônico do careteiro e arrogante Rafael Ilha, à medida em que este ia sentindo a sua chapa esquentar. O enfatuado mexeriqueiro percebeu que é muito menos popular do que sua empáfia imaginava e, também, que é muito mal amado pela maioria dos participantes do confinamento. 

Ouvir censuras e acusações, foi o suficiente para Rafael, de pé de frente para os demais participantes sentados, pirar na batatinha, surtando supimposamente, fazendo caretas, macaquices, gesticulando mais que boneco de posto de gasolina, coçando-se, contorcendo-se todo e roxo de raiva. 

Ai, que canceira! Não aguento mais Rafael Pilhado!
Gente, fazerem justamente no dia da tão temida D.R., uma dinâmica explosiva como esta, foi o suficiente para que o jurássico Rafael Ilha perdesse as estribeiras e se queimasse mais ainda e deliciosamente com todo o grupo. Delicinha de atividade! 
A agressividade contida do doido surtado Ilha ficou bem evidente quando ele falou em meio aos depoimentos: “Respeito é bom e conserva os dentes”. Quem não entendeu o recado tem a cabeça fraca! O homenzinho careteiro é uma bomba explosiva. 
Gostei de ver Frank, o covardão com mulher, ter peito para discutir com Rafael em alto e bom som. Ele foi o único que não se acovardou! O resto, uma cambada de bundões! Quando Rafael pediu que levantasse a mão que tinha alguma queixa contra ele, ninguém  se mexeu, somente Frank levantou o braço! 
Terá sido o casal Loriego quem mandou fazer macumba para desestabilizar o indigesto e elétrico baixote? Só macumba com caixão e vela preta tira o cabrão do programa!Hehehehehe... 
Depois de ficar na DR, o falseta surtadão, teve o cinismo de procurar se acertar com Nasser e Andressa, na esperança de não ser votado por ele para sair da casa. Estava doidão para angariar votos para se salvar.
Na sala das votações, Justus deu início aos trabalhos, cujo resultado foi o casal Rafael/Aline sendo eliminado por 2 votos contra e 4 para Nayara/Cairo ficarem. Todavia, coube ao casal Frank/Marcelly, como vencedores da prova, ficarem com o Poder dos envelopes. Aí, a porca torceu o rabo! 
Em um dos envelopes estava escrito: dar somente 30 mil reais na próxima prova, no outro mandava anular a Dr. Logo pensei que Frank fosse escolher diminuir os ganhos de algum casal... Mas, o cara é muito burraldo, mesmo tendo discutido com o surtadão, acovardou-se e optou pela anulação da Dr. 
O que teve de bom nessa pegadinha foi o fato de Justus ter feito primeiro todos votarem, tendo que justificar o voto. Assim, mais uma vez falaram no comportamento agressivo de Ilha, no mal estar que ele provocava, nas suas atitudes provocativas, etc, etc. Só depois de Rafael ficar certinho de que seria eliminado e o quanto era desagradável para todos, é que Justus mandou o casal bundão anunciar o conteúdo do envelope anulando a DR. 

Para quem desejar saber como transcorreu a prova de casais, segue a narração da mesma. 

Depois dos desafios do episódio anterior, em que as mulheres tiveram que encarar um tanque com água e uma chuva de baratas, chegou a vez dos homens sofrerem, gemerem e chorarem como na Salve Rainha!. 
Na prova dos casais, a esposa selecionou, previamente, seis características negativas do parceiro e as escrevem em placas que serão colocadas em várias caixas de vidro que contêm ratos pretos, rãs, baratas fedorentas, lagartos, cobras enormes e larvas. Hehehehehe! Supimpíssima provinha! 
Mas, para minha decepção, os homens tiraram de letras a bicharada, metendo a mão nas caixas sem fricotes. 
O homem começou a prova acorrentado a um túnel cheio de lama e sapos, essa partem achei pesada! Eu teria desmaiado, não apenas por ter nojo de lama, como ter medo de sapos. A esposa teve que procurar a chave, metendo a mão neste local nojento, com sapos pulando, depois lavar a chave em um depósito com sapos e abrir o cadeado. Depois das provas sádicas que já haviam encarado, não mereciam ter que lidar com sapos asquerosos, sujos de lama preta. 
Depois disso, cada esposa se posicionava em frente a uma bancada, e o homem tinha que buscar as placas com as características que ele acredita terem sido as escolhidas pela esposa — em cada aquário, havia duas placas, sendo que uma delas tinha um falso atributo do marido. Para isso, ele teve que enfiar a mão nos tanques dos bichos, trazer a placa e mostrar. Se errasse, descartaria e pegaria outra. Se acertasse, ele a colocaria em um suporte na bancada e a esposa deveria desparafusar um bastão para colocá-lo frente à placa. Venceram os casais que completaram a prova no menor tempo. 
Foi também surpreendente a performance do casal Marcelly e Frank, conseguindo fazer o melhor tempo na prova, vencendo a prova dos casais. Depois de tantas derrotas, o casal mereceu esta vitória. Enfim, vão usufruir o quarto Power. 
Em contrapartida, o antipático Casal Ilha fez o pior tempo. Belezinha! Adorei! Caiu na DR, claro! Infelizmente também foram para a DR o casal Mayara e Cairo. 
E no final, todo esse esforço e trabalhão para montarem a prova, de nada serviu. Certamente o incompetente Carelli fez mais uma das suas já conhecidas carelliadas, propiciando o cancelando a DR da semana. É o que sempre faz quando que salvar participantes polêmicos que não deseja ver fora do jogo. Em A Fazenda esse tipo de manipulação é costumeira. 
Quem garante que os envelopes não foram trocados, enquanto o casal Frank?Marcelly estavam gravando os depoimentos? É tudo gravado, nem sempre as cenas são seguidas como parecem. É muita coincidência o envelope que salvaria Rafael fosse o escolhido pelo casal power. Se não foi trocado, eles tiveram alguma indicação sabe Deus como! Será que tem espelhos falantes na casa? 

Um comentário:

disse...

Notoriamente os envelopes foram manipulados para manter o Ilha no jogo. Gostei de ver Frank se posicionar quando todos os demais se omitiram. Boa!

Odeio essas provas asquerosas. Não curto mesmo.