24 de março de 2017

A opinião de Ex-BBBs sobre finalistas




Com a saída de Rômulo do “BBB 17”, as atenções se voltam para o trio Ilmar, Emilly e Marcos, já que eles orquestraram a ida do principal adversário para o paredão. E agora, os finalistas já estão definidos ou os três vão colocar tudo a perder?
— As reações deles estão cada vez piores. Para quem assiste, é ruim ver uma pessoa prepotente a debochar das pessoas. Fica chata essa comemoração do já ganhei. Mas, indiscutivelmente, eles são os mais fortes. Acho difícil virar o jogo e a Vivian sair a ganhadora, por exemplo. O que eu acharia maravilhoso. E seria bom também para movimentar essa reta final — aposta Ana Paula Renault.

Para Ronan, companheiro da Ana Paula na edição passada, a soberba vai fazer com que o trio se desfaça antes da final.
— Eu não consigo acreditar que eles são imbatíveis. Acredito que alguma coisa vai acontecer para mudar a história do jogo, que está previsível. Você já vê arrogância neles. Acredito que eles vão se enrolar. Ilmar, se for novamente para o paredão com a Vivian, por exemplo, não volta. Mas tenho dúvidas de um paredão entre Emilly e a Vivian. É preciso um paredão duplo com dois do trio para desestabilizá-los. Não acredito que cheguem ao fim do programa.
Para o ex-BBB, Emilly é a mais forte dos três.
— Porque é a novinha que conquistou o coração dos novinhos aqui fora. Ela conseguiu simpatia e empatia — diz ele, que questiona: — Cadê aquele Marcos que se diz evoluído em tudo?
Participante da 15ª edição, Adrilles Jorger avalia que não há “um favoritismo hegemônico de nenhum dos participantes”.
— Todos têm erros fatais lá dentro. Marcos e Emilly são, na mesma medida, adorados e detestados. Ilmar surfa na onda do casal. O fato é que o crescimento do casal é construído em cima dos erros dos outros participantes. Marcos começou sendo favorito através da perseguição que impuseram a ele. Emilly alcançou um protagonismo quando todos na casa começaram a crucificá-la. A vitimização no “BBB” é meio caminho andado para a vitória. O problema é quando a perseguição que leva à simpatia do público se transforma em vaidade e egocentrismo — aposta o poeta.

No meio da confusão do jogo, ele diz ver Vivian correr por fora, mas aposta no casal para vencer esta edição. Se ela ganhar, será também por causa dos eventuais possíveis erros do trio. O resto não possui chance alguma. O prêmio provavelmente deve mesmo ficar entre Marcos e Emilly, caso nenhum dos dois se perca na adoração a eles mesmos.

FONTE: Extra online
AUTOR DA ENTREVISTA: Paulo Víctor Mafrans

4 comentários:

radardaro disse...

Pra quem sofreu com tanta enchente e vive na pobreza como Emily afirma ela e a irmã só frequentam altas baladas com gente famosa só se vestem com roupas finas as melhores maquiagens e cosméticos . Tudo isso propagado pela própria Emily. Essa exposição dela e meio contraditório com a pobreza que ela prega.Quem sera que patrocina tudo isso visto que ela e a irmã não trabalha e o pai ganha pouco?

Anônimo disse...

Bom dia Eva..
Estava pensando justamente sobre Vivian, que foi seu post de ontem..E chegando à conclusão que, apesar dela estar se mostrando mais e ter perdido o medo de fazer "carreira solo", esse despertar foi tarde demais, para que o previsível final, mude.
Infelizmente..
Varias vezes torci, para que ela crescesse mais no jogo, pois via seu potencial.
V&A

Monique disse...

Não acho que Marcos esteja na final.
Ate porque não tera mais paredão triplo.
aposto em Ilmar, bagaceira e Vivian.

Anônimo disse...

A Emilly tem a mania muito feia de citar nomes de pessoas que estão fora da casa. Agora botou o nome do Alisson na parada. Já pennsou se a mulher do cara resolve tomar satisfação? A Vivian até já reclamou disso. Ela já tentou queimar o cantor sertanejo, o último namorado e agora denegrindo a imagem do goleiro da seleção. Emilly é a única pobre que se considera "rainha do camarote". Só anda em festas VIP e cercada de celebridades. Ela deve ser a nova Cinderela.