[Valid Atom 1.0] [Valid RSS] Rabiscos de Eva: A Patricinha Justiceira!

4 de março de 2016

A Patricinha Justiceira!



A patricinha que passa o dia todo lavando a louça da "turma do bem". A egoísta que foi a única a dormir no chão pra oferecer a cama para senhora mais velha. A sem educação que achou um desrespeito as pessoas não prestarem atenção no show do Frejat. A patricinha que fica feliz com qualquer festa, qualquer comida, que não reclama de nada. A sem coração que incentiva a dona Geralda nas provas enquanto os outros tiram barato. 
Será que vocês assistem realmente ao mesmo programa que eu? Sem Ana Paula essa edição estaria fadada ao fracasso, como vinha acontecendo nos últimos anos. Ela é descompensada? Sim. Arrogante? Talvez. Mas vamos falar a verdade? A mulher fala tudo na cara de qualquer um, sem pudores ou máscaras, é extremamente sincera, movimenta o jogo, protagoniza as melhores cenas e é leal com os amigos. 
Semana retrasada Ana Paula tinha imunidade e mesmo assim comprou briga com todo mundo para salvar Munik de um possível paredão. 
Ela é 100% emoção e isso a atrapalha. Ela poderia estar com o jogo na mão se fosse um tantinho mais calculista e falsa como os outros participantes. Mas não, ela berra, xinga, chora, enche a cara, alfineta. 
Há anos o Big Brother não movimentava as redes sociais e as conversas de bar como agora, e a responsável por isso é Ana Paula. Ninguém pode negar, mesmo os que a detestam. 
E como um programa de entretenimento, essa é a proposta: entreter. Ou alguém se importa em assistir 12 pessoas dormindo o dia todo como nas últimas edições? E vamos parar de ser hipócritas ofendendo a menina com "patricinha", "não merece o prêmio porque é rica". Me poupe!
Para mim esse ódio todo à condição financeira de alguém tem nome: inveja! Uma imensa inveja!
Vai dizer que não queria ter nascido num berço de ouro? Duvidoooo! Que prefere pegar ônibus todo dia? Engana-me, que eu gostoooo! 
Pois eu não. Gostaria de ter nascido rica, de não precisar dar tanto duro no trabalho e ter aquele vidão! E mais, riqueza não é sinônimo de mau caratismo. Ana Paula saindo semana que vem ou sendo campeã é a protagonista dessa edição e ponto final. A edição não mostra 1% da pessoa verdadeira e divertida que ela é, fiquem espertos. E sempre lembrando: assiste quem quer.

Esse post, publicado no face book, até o momento em que o copiei, tinha 5,9 mil curtidas. Desconheço o autor (ou a autora), mas assino embaixo cada letra que escreveu. 
Aposto como um punhado de repetidores/as de besteirol alheio vai rotular esta postagem de "inversão de valores"...hehehehehehehehe, nem sabem o que é isto. Se soubessem, não diriam semelhante barbaridade! Ou, quem sabe, dirão que foi escrita por eleitor/a de Dilma, gente que não sabe votar e que, por isso, a situação político-financeira do país está a baderna que está... Fala sério! Comparar a situação desastrosa do país com o que se passa em um jogo como o BBB, parece piada, mas estes despautérios circulam mesmo pelas avenidas, ruas e bares da net/BBB. Já cansei de deletar comentários que repetem tais puerilidades como se fossem verdades insofismáveis. Ó, Pai, dai-me paciência! Nunca antes na história do BBB vi pessoas confundindo BBB com política, votos em paredões com votos eletivos... Arre, égua!


Umas palavrinhas sobre Munique, a linda Pequi. Cansei a minha paciência lendo ataques a essa garota, sob a alegação ridícula de que ela teria sido traíra com Ana Paula. Fala sério! Quem acompanhou o que se passou na noite da festa, e conhece o gênio forte e teimoso de Ana Paula, sabe muito bem que o melhor naquele momento não era tentar mudar a decisão dela, seria esforço vão e mais estresse. Munik também estava estressadíssima por causa do paredão, também estava precisando de relaxar.É bom lembrar que esta garota sempre deu apoio e assistência a Ana Paula nas festas, nas brigas, nas bebedeiras, cuidando e ficando ao seu lado. Eu teria feito igualzinho a ela, deixaria que fosse dormir, que tivesse seu tempo para refletir, não enchendo-lhe os pacovás com aconselhamentos e pedidos para que desistisse de sair. Respeitaria as suas decisões. Em nenhum momento Munik foi desleal. Tanto que, depois que Ana resolveu ficar, o relacionamento das duas continuou da mesma forma que antes. 
Essas leituras ao pé da letra, essas interpretações precipitadas, com os julgamentos equivocados que as acompanham, geralmente não tem o mínimo fundamento. Continuo torcendo por ela, como torço por meu pretinho fofinho e pela capetinha loura.

Imagens by Genaro Ninja.

Postar um comentário