[Valid Atom 1.0] [Valid RSS] Rabiscos de Eva: Barracos bafônicos na festinha da uva!

25 de fevereiro de 2016

Barracos bafônicos na festinha da uva!


Os planos maquiavélicos do Professor Doutor para conseguir a expulsão de Ana Paula, após ser provocada por Renan até a loura perder as estribeiras e meter-lhe a mão na cara, ruiram fragorosamente. O barraco aconteceu e foi bafônico, só que em outro momento, antes da festa, sem o álcool ajudando-os a derrubarem a Diva das redes sociais. E, como se deu esse furibundante embate entre Renan e Ana Paula? Vou contar. 
Renan e Ana Paula, não atino por qual razão, estavam sentados na mesa de refeições com os outros participantes, como se fossem dois amiguinhos de infância. Só sei que, de repente, a encrenqueira loura encapetou-se e alfinetou o modelete esquentadinho, cumprindo o que prometera fazer, no dia do paredão. "-Eu não sei nem se vou para a Final. Você sabe?" , perguntou ao fofinho topetudo. 
"-Não tenho bola de cristal para adivinhar as coisas. você já tem, né?. Retrucou  o bunitn. na chincha
Aos gritos, a capetinha loura replicou, sem pestanejar: 
"-Mas eu falei que ia voltar do Paredão, não falei?". 
Vixe, o lindinho não gostou dessa deixa da menina veneno e mandou de volta: 
"-Parabéns! Vamos ver se você continua". Afff, essa foi muita audácia do bofe, a encapetadinha, com sangue nos zóios, perguntou se ele tem coragem de ir com ela à berlinda do jogo. Danou-se! Bateu no ponto fraco do fofildinho, que subiu no salto: 
"-Tenho. Senão não ia entrar aqui. Você acha que eu entrei à toa aqui? Então não me enche o saco". 
O clima esquentou de vez. A loura começou a elevar a voz: "-Eu vou encher o saco o quanto eu quiser porque a vida é minha e faço o que bem entendo. E tem dado certo", redarguiu a mineira, quase histérica.. 
Provocado, o valente e audaz cavalheiro mandou esta: 
"-Você precisa de pessoas para poder aparecer. Você sozinha não se destaca". 
Ana Paula chama o modelo de "amor" e ele não gosta: "Não me chama de amor, não sou seu amor". 
A loura rebate: "-Chamo do jeito que eu quiser. Pra mim você é um nadinha". 
Ele, então, chama a jornalista de arrogante. 
"-Por que será que voltei de três paredões?", ela questiona. 
Ele diz que o público gosta de barraco. 
"-Você está desmerecendo o público do programa? E você acha que um atorzinho vai ficar? O seu papel aqui é de ator. Fica o tempo todo olhando para as câmeras". O bate-boca só se encerrou quando o modelete se retirou, soltando fumaça pelas ventas. Ainda foram trocadas outros desaforos, Ana Paula chamou o rapaz de "merdinha".
Foi bonito o bate-boca dos dois? Não, não foi. Desta vez, foi Ana Paula que iniciou as provocações. Poderia ter evitado, ficado na dela, comportando-se com o mesmo comedimento que conseguiu ter na noite da eliminação. Todavia, se não tivesse ocorrido antes da festa, decerto teria explodido depois das bebedeiras, como estava sendo planejado pelos líderes e Adélia.
Adélia que viu tudo, resolveu dar pitaco no que não era da sua conta, e Ana Paula a colocou no seu devido lugar. 
Depois da discussão de Renan e Ana Paula, Adélia resolveu fazer sua ceninha de tragédia grega mal ensaiada para atiçar o modelito a defendê-la, contando, de forma completamente deturpada o rápido e sem gravidade incidente com Ana Paula. No quarto amarelo, ela falou para Maria Cláudia, Matheus e Renan que a mineira falou coisas ofensivas e humilhantes para ela no corredor e começou o estardalhaço de choro entremeado de imprecações de ódio e ameaças dantescas contra Ana Paula. Acreditando piamente na historinha mentirosa da advogada, Renan criticou Ana Paula: "Ela vai fazer um inferno aqui dentro sempre".

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo.



Gente, essa mulher é muito mentirosa e pérfida. Não houve nenhuma agressão de Ana Paula contra esta bruaca ridícula. O que aconteceu foi o seguinte: Depois da discussão de Adélia com Renan, Adélia virou-se para a loura e disse: "Eu não aguento esse clima'. Então, Ana Paula respondeu: "Adélia, você entrou no Big Brother por quê? Você achou que todo mundo ia chegar aqui e isso seria um clube, uma casa de convivência?". Depois dessa rápida troca de palavras, Adélia foi para o quarto e começou o teatrinho safado. Fez exatamente como Juliana fez na festa em que discutiu com Ana Paula e foi chorar as pitangas no quarto, especialmente na presença de Renan, com a clara intenção de fazer o otário tomar satisfações com Ana Paula. Foi o que aconteceu e deu no que deu.
Enquanto o modelete abraçava a atriz de circo mambembe, a farsante dizia aos soluços: "Vou pedir pra sair", então, se levantou e foi em direção à saída do cômodo da casa. Todos os crédulos otários foram atrás da farsante e a seguram. "A minha família falou pra mim: 'a hora que você não aguentar pode ir embora'. Eu estou sofrendo muito. Eu prefiro ir embora. Não vou aguentar essa mulher fazendo isso direto. Ela falou que vai fazer isso todo dia, gente", diz ela, entre lágrimas, se referindo a Ana Paula. Que vexame! Que papelão o dessa bruaca dissimulada! 
Bem, Adélia, como sempre faz, contou o incidente com Ana Paula todo deturpado. Na verdade, a loura encapetada não a ofendeu em nada, apenas respondeu um tanto sem paciência às observações descabida da advogada do diabo. Esta armou o drama mais escandaloso, chorou, esperneiou, ameaçou de ir atrás de Ana Paula para quebrar-lhe a cara, justamente porque sabia que seria impedida de fazê-lo. O que essa megera maldosa queria mesmo era que Renan tomasse as suas dores e partisse com tudo para cima de Ana Paula. Todo o teatro e a tragicomédia que armou só tinha um endereço: atiçar a irritação do modelete contra sua inimiga figadal. 
Ao perceber que Renan não estava disposto a brigar, a falseane ameaçou abandonar o programa, fez outra encenação medonha, acusando Ana Paula de tê-la humilhado, que já foi muito humilhada na vida, que não conseguia aguentar mais a convivência com ela. Depois de muita conversa, Renan e Tamiel convenceram-na a ir para a festa. Claro que ela só ficou alguns minutos e, alegando precisar descansar, foi para o quarto. Renan a acompanhou, mas não ficou com ela, até que se acalmasse completamente. Voltou para a festa. Depois que se viu sozinha, a bruxa ardilosa foi até a despensa e deu continuidade a seu teatrinho fajuto, pedindo para sair. Neste ponto, as câmeras não a mostraram mais. 
Depois de um certo tempo, Renan voltou ao quarto para ver como ela estava. Não a encontrou em parte nenhuma da casa. Começou a chorar, angustiado. Logo, ela reapareceu, disse que estava bem,  que havia ido ao confessionário, que foi muito bem tratada, que tudo estava bem, mas não podia falar mais que isto. 
Não podemos saber o que foi conversado com Adélia no confessionário, mas pela mudança nela ao sair de lá, acredito que ouviu o suficiente para retornar toda mansinha, calminha e de facho baixo. Tanto que, logoa seguir, Ana Paula, ignorando a furibundância da mentirosa contra ela, foi ao quarto amarelo chamá-la para participar da festa, dizendo que estava ótima, etc, etc. Surpreendentemente, esta disse, toda meiguinha, que não estava em clima de festa”. Vai vendo só a frouxura da valentona! 
Nem parecia aquela leoa feroz que queria arrebentar a cara de Ana Paula com socos. Renan, por sua vez, ficou pianinho na festa. Recolheu-se aos aposentos reais cedo, com Tamiel. 
O que está deixando Adélia, Renan e Tamiel tão estressados e alterados é a aterrorizante desconfiança de que fizeram um jogo pífio, rasteiro e errado que não agradou ao público. Estão inseguros e borrando-se de medo de subir ao paredão. 
Maria Cláudia, para variar, aprontou na festa. Ela, Matheus e Ana Paula andaram dando um selinho de brincadeira. Após o beijo triplo, a loura chamou o boyzinho de sobrinho. “Eu acho que sobrinho pode beijar tia!”, responde o mineiro. Maria Claudia não gostou da brincadeira, não pensou duas vezes e jogou vinho na camisa branca do pseudo ficante, dizendo: “Sou vingativa”. 
Acho que já vimos esta ceninha com Fernanda Keula... A ex-participante, campeã, que parece ser um dos diversos imitados pela chatilda caipirosca. Auto estima e amor próprio para essa ridícula figura passam longe! São apenas palavras que ela não conhece o significado, ou então é mesmo jogadinha infantilóide para aparecer na edição.
Gente, Matheus contou para Munik, sem pedir segredo, tudo quanto Adélia disse, as ameaças de bofetões, etc.  Vamos ver se ela vai contar para Ana Paula. Se assim fizer... Sai de baixo! 
Renan está furibundante, Adélia desesperada e Tamiel numa vibe de violência nunca vista nele... Esses discípulos do Pastor Santo não fazem mais meditação? Esqueceram os ensinamentos do Mestre El Gatón, os votos de Paz e Amor? Vixe... Era tudo teatrinho!? Affff! Durma-se com esta!

Postar um comentário