23 de fevereiro de 2016

Ana é sua própria Ana (By Susan Mello)




Ana não é perfeita e nem tenta nos convencer de que seja. Talvez essa seja uma das suas grandes qualidades, além do fato de se jogar por inteira no jogo. Com ela não existe meio termo, não existe o morno e nem o frio. É calor absoluto da paixão. E esse é o grande calcanhar de Aquilles daqueles que a combatem porque querem fazê-lo se escondendo pelos cantos, tramando um jogo miúdo que prima mais pelas palavras do que por atos que os façam crescer aos olhos do público. Eu sei que o paredão desta semana não é nada fácil, mas Ana não briga nesse paredão com uma adversária que tenha feito uma bela trajetória ou se afirmado como protagonista no jogo. Ana briga com ela mesma, briga com a rejeição que construiu por ser tão intensa.
O embate que temos é se a onda de aceitação de seu jogo chegou num ponto que a sustente na casa e a faça seguir adiante. Existem muitos indícios que sim, o bordão do “olha elaaaaaa” que virou moda, sua torcida que cresceu muito desde seu primeiro paredão, os hits de funk e forró feitos em sua homenagem. Ana virou onda crescente, rumo ao alto, enquanto seus adversários se recolheram num jogo pequeno e sem expressão. Para combater Ana, Juliana e Cia escolheram o jogo das palavras, a tentativa de convencimento do público pelo discurso e isso os coloca numa posição extremamente contraditória. Porque fazem o mesmo que acham que Ana faz, mas tentam convencer o público que não o fazem de maneira nenhuma.

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo.


A primeira a colocar dois amigos para se enfrentarem no paredão foi a Juliana quando decidiu esquecer sua cisma com Ronan jogando Ana no fogo para que a casa fosse no Ronan. Tudo bem, segundo ela, assim o fez para se defender e defesa é um fator válido no jogo. Na semana seguinte quando o outro lado contra atacou tentando colocar Daniel e Tamiel no paredão, também para se defender, Juliana e sua trupe se revoltaram com o absurdo de ver dois amigos na disputa da semana. Como assim? E a amizade de Ana e Ronan? Não conta? Eu acho que aí está implícita uma enorme arrogância e soberba. Existe nessa negação de Juliana e sua turma uma olhar depreciativo em relação à Ronan e Ana. Na opinião deles, eles nada são, são uns merdas cujos sentimentos não têm o mesmo peso que seus próprios sentimentos. Eles são melhores do que Ana e Ronan, portanto, não merecedores de sofrer no jogo.
Eu vejo a casa do BBB dividida entre dois grupos, um que tem suas diferenças e seus defeitos, mas que tem seu brilho e com condições de brigar pelo prêmio com paredões memoráveis mais para o final e outro que se esquivou na escuridão e na fofoca, num jogo menor repleto de inveja e contradição. Renan, que era um cara que muito prometia, meteu os pés pelas mãos quando se juntou à Macholândia. Aliás, a Macholândia foi o fator de perdição de muitos nesse jogo. O mesmo nós podemos dizer da Juliana, uma jogadora que prometia alegria e que acabou se destruindo em sua submissão aos homens da casa, em sua participação nos jogos de fofoca, depreciação e intriga.
Adélia seria perniciosa em qualquer grupo. A gente só tem a agradecer o fato de ela ter se encantado com a submissão ao jogo masculino e por isso não ter tirado o brilho de quem tem muito a oferecer ao jogo. Adélia desfaz a nossa ideia de que é melhor manter os inimigos por perto. Adélia, amiga ou inimiga, o melhor é manter a maior distância possível, pois ela é destruição em seu mais alto grau. E, Tamiel, o intelectual, que foi vendido como possibilidade de um bom papo e altos debates filosóficos, acabou numa atuação tão ou mais binária do que aqueles que ele assim julga. Tamiel, o cara que deveria ter largos horizontes se aprisionou numa armadilha que nenhum intelectual decente deveria cair, a da luta do bem contra o mal.
Enfim, Juliana entra nesse embate sem brilho próprio, sem nenhuma história de protagonista. Ela se fez coadjuvante e não sei que espaço os coadjuvantes têm na vitória desse jogo. Se hoje o embate contra ela não está sendo fácil, é por absoluta falta de ter um representante digno que canalize a insatisfação com Ana Paula, que represente àqueles que não concordam com Ana e que vão abraçando o que tem pra hoje para tentar combatê-la. Esse paredão da Ana não é nada fácil porque ela não briga contra Juliana, ela briga com ela mesma, com seus defeitos, com sua intensidade, com a rejeição que seu temperamento explosivo criou em parte do público que a assiste. Como diz Ana, ela briga com sua própria Ana.
Portanto, o paredão hoje é de Ana contra Ana, por isso sua torcida terá que se desdobrar para levá-la à vitória esta semana. Esta Ana patricinha, arrogante, segura de si, que chamou o jogo e bateu no peito gritando que lhe mande o próximo. Mas também essa Ana que emociona, que nos faz chorar junto com ela, amiga, leal, carinhosa, preocupada com o bem estar dos amigos, exuberante, que não tem medo de errar, que como ela mesma disse, que mete os pés pelas mãos, mas cuja coerência no jogo é inabalável e inquestionável, até mesmo pelos seus piores inimigos. Sua torcida terá que lutar por essa Ana, por essa mulher que, junto com os amigos Munik e Ronan, criou o fio condutor da história desta edição, por essa mulher capaz de atitudes nobres e que quer apenas ser feliz!

Autora: Susan Mello (De Cara Pra Lua)
· 

28 comentários:

Emilia disse...

Bom dia! como sou amante da inteligencia alheia me comoví com esse texto e a sensibilidade de pessoas que não onhecemos mas dar aquela enorme vontade de dizer preciso ser sua amiga.ta ai a sensibilidade de quem o escreveu e de quem o propagou..Parabens a Susan e a Eva...Susan e Eva felomenais(lembando o grande personagem de J Wilker)Bjus e aplausos!

Anônimo disse...

Como não entrar nesse embate depois deste maravilhoso texto,votando muito fora Julianta....

prichinalia disse...

Eva, peço sua licença para reproduzir esse texto em outro blog, com a garantia de que farei referência não só à Susan e ao Rabiscos de Eva.

Anônimo disse...

palmas pra sensibilidade da susan e pra vc eva!!!! aplausos e mais aplausos

cassia disse...

Texto maravilhoso sobre Ana Paula. Parabéns!!!

Roger disse...

Amei o texto, só quem tem sensibilidade é que poderia expressar tão bem o que sentimos, eu amo Ana Paula, sim ela as vezes extrapola um pouco seus sentimentos, mas é verdadeira e fiel a quem ama, então é bem claro que ela precisa voltar para mostrar o caminho certo para aqueles de quem ela gosta, pois é acho que ela talvez não ganhe o prêmio, mas vai conduzir uma pessoa que o mereça e assim o jogo vai valer a pena de ser acompanhado, Conclusão: FICA ANA PAULA, votando muito pra Juliana FOOOORA!!!!

Emilia disse...

Pausa pro almoço e eu aqui deixando algo que me chamou a atenção ontemn aquele joguinho das placas..quando todos espervavam que Ana Paula colocaria a placa de final do Ronan el chocou os ¨companheiros" e colocou na Munick. O chic é ser imprevisivel e dar assunto para quem não tem..rsrs

Aparecida disse...

Perfeito!

prichinalia disse...

Emília, e o mais engraçado foi que depois ficaram alfinetando a AP dizendo que ela colocou a placa na Munik mas imunizou o Ronan, e por isso ela era contraditória. Eles esquecem as coisas rápido não? Pois na semana anterior Juliana imunizou o Renan, aliás disse na festa que ele vinha em primeiro lugar pra ela, depois Adélia, mas colocou a placa na Adélia. Me irrita vê-los apontando nela atitudes que eles mesmo tiveram. Não acho que ela foi contraditória, pois com o anjo dela protegeu Ronan sem prejudicar Munik, e atingiu seu objetivo de não ir com nenhum dos dois.

Anônimo disse...

Ana Paula- Ba
Sinceramente Susan e Eva não consigo enxergar essa Ana Paula carinhosa e amiga de seus aliados. Quando contrariada ela desconsidera a todos, inclusive os seus ditos "aliados"! Mas sempre admirei vocês duas e respeito a opinião de ambas, apesar de discordar totalmente!!!

Emilia disse...

verdade Prichinalia.Pra escolhermos um lado menos pior é só se ater a detalhes explicitos..certa vez comentando o amor de personagens em uma novela eu comentei o seguinte anonimo..amor não é só Mimimi(desconfio de quem diz amem para todos meus atos) porque é assim que vejo de verdade o amor. A pessoa pra ser considerada de bom coração não precisa ser São Francisco de Assis ou dizer amem a tudo..Eu consigo ver coisas boas nela sim.apenas não meço suas ações me comparando e simm respeitando o individualismo.

Anônimo disse...

Também não vejo nada admirável em Ana Paula, só fica sensibilizado quem torce por ela, porque quem não torce acha o texto pobrinho pobrinho...enfim, da-lhe Juliana. A Blogueira em respeito e admiro, embora não concordando.

Anônimo disse...

Emilia e prichinialia...
Devo admitir que um luxo também, foi AP dar a placa de Fora da casa, para o Renan e não para Juliana, em retribuição.
Eu até achei que ela ia fazer isso mesmo, mas se fosse mesquinha teria dado para Juliana, só para retribuir o gesto de desafeto. Ponto para AP.

Parabéns pelo texto apaixonado, rs. Tá lindo!

V&A

Anônimo disse...

Voltei...rs

Muito pertinente a colocação de Susan sobre o grupo da Juliana se achar superior e menosprezar o outro grupo. De fato eles passam isso mesmo. Não tinha percebido!!

V&A

Lúcia Girão, Lugirão disse...

Eva li uma colocação muito interessante no Tico e teco. que fala que esse paredão é da ANA X ANA, os que a amam e os que a odeiam, Juliana não existe, simples assim. Eu concordo, o maior adversário da Ana é elea mesmo, porque ela é "desse tipo" como ela mesmo fala, ou vc a ama ou a odeia, ou a duas coisas dependendo da situação.

Anônimo disse...

Vc me representam !!! Faço minhas as sua palavras! É exatamente assim q vejo a Ana. Parabéns pelo texto. Bjs

Anônimo disse...

Votando muito fora a sem sal da Juliana...
Na final: Ana , Pequi e Ronan

Anônimo disse...

Beijos Eva Querida! Dedo aqui inchado, rs, de tanto votar fora Juliana! Texto maravilhoso! Se AP sair, o que veremos? Um mimi de ¨amizades¨falsas! Não vou aguentar., vai ficar muito sonso e novelesco as gentilezas. Ainda sou Munik, Rena e AP na final e, que vença o melhor dos 3. Fora AbacaJú!

Anônimo disse...

Nossa! Consertando. Ainda sou e já há algum tempo, Munik, Ronan e AP.

Bandys disse...

Olaaa,
Fico com as palavras de Lucia Girão.
previsivel o paredão.

beijo

Anônimo disse...

http://novoticoeteco.blogspot.com.br/2016/02/paredao-de-uma-pessoa-so.html
Leiam, muito bom.

Emilia disse...

A Ana Paula é tão intensa que não tem espaço pra ser mesquinha..ela sabe tb dar bofetadas com luvas de pelicas..tapas eu tomei dos meus irmaos(tadinhos não me batiam não rs)..ela taca bofetadas mesmo.Hoje eu pensando la no trampo..(que não fiz nada mesmo)o que me fez voltar a gostar do bbb...e cheguei conclusão..cenas de sexo se eu quiser ver vejo um filme q posso até dar replay se me interessar.historias de trancoso como dizia minha vó eu as ouvi demais qd pivetinha..avho que todos nós estavamos precisando de ver algo mais real... nÃO ME INTERESSAVA VER MAIS DO MESMO Cro(a)Anonimo(a)

Anônimo disse...

Texto maravilhoso ! Parabéns a Susan q acompanho desde o Bbb9 e a Eva linda !

Anônimo disse...

Não consigo enxergar essa Ana que vcs falam, vejo uma pessoa arrogante, falsa (tipo elogiando a dança da Juliana em uma festa pedindo pra ensiná-la, e depois, pelas costa metendo o pau na Juliana dançando), faz tudo em causa própria, não acredito que faça pelos "amigos", pobre em argumentos qdo briga, enfim, desculpem não ver a Ana Paula que vcs falam.

Anônimo disse...

O que essa monik acrescenta no jogo? Essa sim e uma planta. So beleza e cansativa...chatinha...estao aplaudindo a maluca, o afro que odeia o mundo? Meu deus....e depois reclamam dos politicos...distorçoes mesmo...

Anônimo disse...

Eva, se me permite algumas considerações acerca de AnaBecker, posto que você possa não gostar, apenas uma opinião.
Reconheço que o comportamento inacreditável desta AnaBecker atende aos interesses da emissora porque sua agressividade, sincericidio, que já foi motivo de eliminação de participantes em outras edições, sincericidio citado até por Bial em seus discursos com ar professoral de reprimnda; levanta a audiência de um RS que já estava moribundo.
Comportamento que veio de encontro com grande parte do público cansado das plantas.
As plantas nesta edição não teem vez, melhor assim, mas queria jogo e o único participante, não sou torcedora dele, falo de jogo, que poderia criar situações de conflito mesmo com esta barraqueira mal educada, já saiu.
Seria mais interessante que gritar com as plantas, sem jogo, sem nada.
Desta forma, assistiremos apenas ela agredindo os outros, "se achando", humilhando-os, intimidando-os, eliminando-os um a um em nome de sua "transparência" e "verdades" discutíveis.
Num rame-rame só.
Mais sem graça impossível, tipo assim, a banalidade do mal, porque, vamos combinar, deve ser muito difícil conviver com este tipo de pessoa descompensada deste jeito.
Neste sentido, contra o rame-rame que se tornou esta edição e pela falta de jogo, prefiro Ronam campeão.

Anônimo disse...

Valeu cada um dos meus 5 mil votos pra Juliana sair. Ana Paula olha elllllllllllllllllla.

rose disse...

Texto maravilhoso. Parabéns Susan, e obrigado Eva por coloca-lo aqui.
Pena a Susan ter fechado o DCPL, eu estava sempre por lá.
Votei feito louca mas conseguimos vencer.
Olha Elaaaaaaaaaaaa!!!!

ABS

Rose