31 de março de 2015

Alguns ajustes e Jogo que segue!

Em entrevista dada ao "Extra", a mãe de Adrilles disse: “O mundo precisa de muitos Adrilles. Nós estamos votando, mas lutar contra o Brasil é muito difícil."
Pois é, minha distinta senhora, é mesmo muito difícil lutar contra um Brasil que foi miseravelmente traído por um governo palavroso que levou o país à vergonha internacional e o seu povo de volta à inflação, ao desemprego, a um sistema de saúde falido, à convivência com a violência e à uma educação de quinto mundo, é mesmo muito difícil. 
Queira ou não, minha distinta senhora, o BBB15 foi e está sendo uma amostra da péssima moral, da falência dos princípios éticos de uma sociedade degradada pela cobiça pelo dinheiro, pela corrupção, pelo desrespeito ao outro, pela mentira e por aí vai. 
Portanto, a grande parte do público que vive a revolta, a indignação e a impotência contra os calhordas do poder, jamais poderia aprovar e apoiar participantes com seu douto filho e seus dois parceiros, um deles (Amanda) remanescente do grupão rejeitado que deu show de canalhice e desrespeito (especialmente à Mariza, uma senhora com idade de ser mãe de todos), de deboche e de depravação. Que gente bacaninha, né? 
Estavam muito bem representados os que furtam e contam histórias asquerosas (Luan), os que roubam fichas de consumo em baladas e prontuário de médicos para enganar o chefe com atestado falso, além de seduzir o homem alheio (Amanda), as mulheres que perderam a noção de autoestima e do respeito a si mesmas, jogando-se para homens comprometidos e comportando-se como uma profissa do sexo com um cara que a rejeitava, caindo na trepação em rede nacional (Amanda que, inclusive, já havia destruído o casamento de outra fora da casa), teve ainda jovens desbocados insultando e debochando de pessoas mais velhas, além de assumirem um comportamento sexual deplorável, exibicionista e desbocado (Talita e Rafael, Amanda e Fernando, Aline e Fernando), foi uma fartura de representantes do desrespeito com os mais velhos: a pedante e arrogante Angélica, Amanda, Tamires, Luan, Douglas (despiu-se na frente de Mariza), Talita e Rafael. Vixe, que turma porreta de boa! Muito cutcut! Lindinhos e fofinhos!
Os traíras nunca foram aceitos pelo público (Fernando e Adrilles), sejam os que traem a namorada pedida em casamento, seja os que traem amigos e estratégias de jogo. Da mesma forma, o público, especialmente o feminino, abomina homens que assediam mulheres, como fez Adrilles com Tamires, cercando a moça até no quarto onde esta se refugiava para fugir das cantadas babentas, pegajosas e pouco criativas do poeta. Bonitinho mais da conta, né? 
Nunca numa edição a ginecologista foi tão solicitada para atender as consequências das trepâncias desenfreadas e irresponsáveis das mulheres e dos homens envolvidos na fornicação. Nunca houve, antes de Talita, mulheres ameaçadas de gravidez, nem correndo atrás da pílula do dia seguinte )Talita e Aline). Uma gracinha! Que meninas exemplares! Fôfis demaissss!
Antes de Amanda, jamais houve caso de mulher com doenças genitais adquiridas no confinamento, especialmente as que surgem da falta de higiene e do excesso de fudelância entre pessoas mal asseadas. No caso os dois, são ambos porcalhões que só não fizeram sexo pelos ouvidos e nariz, porque o pingolim não penetrava seus os minúsculos orifícios, mas fizeram até com a mulher contaminada, por insistência dela.  Vai vendo... Que exemplo maravilhoso para as meninas jovens que são suas fãs. Uma lindeza, né mesmo?
De todos esses seres deploráveis só restam os três que estão competindo com o único homem de vergonha na cara que restou na casa, como legítimo representante dos brasileiros que ainda não se corromperam, que projetam no caipira um ideal de integridade moral, de transparência, de honestidade, de respeito pelo outro, retidão de caráter, de humildade e de boa educação doméstica e acadêmica. Some-se a isto tudo a religiosidade, a fé e a busca de crescimento de Cézar, sua obstinação em ser correto, sua recusa incondicional de fazer parte de conchavos e grupinhos calhordas. Ponto para o caipira porreta!
Ao contrário do que prega Adrilles, o BBB não é um jogo de convivência, no sentido que ele atribui ao programa. É um jogo de convivência, de boa convivência com o outro, por vezes insuportável (como ele), não é um jogo de conivência com grupinhos canalhinhas. É um jogo duro por muito dinheiro, que depende da habilidade de cada um para driblar o paredão, para formar alianças com pessoas que joguem limpo, que não manipulem, que não armem armadilhas para prejudicar o outro. Melhor jogar isolado, como fez Cézar, que comer farelos juntando-se aos porcos.
Cézar não poderia mesmo fazer parte de nenhum grupo dessa edição. Poderia ter dado certo com Marco, se este tivesse sacado a alma boa do caipira e não tivesse caído na pilha dos que desprezavam o cara por ser tosco, falar empostadamente, usar um vocabulário estranho, ser feio, pobre e de origem humilde. Talvez, se tivesse ficado mais tempo na casa, tivesse descoberto, como Mariza, a pessoa íntegra, generosa, boa, humilde e bem resolvida com a vida que é Cézar Lima, meu campeão! Pena que Marco tenha perdido no paredão contra o cafa Fernando. O público ainda estava iludido com a lábia de bom moço que ele passava. 

Agora, chegou a hora do “juízo final”. O casal nojinho chegará perto do prêmio, mas não levará o título e o prêmio de campeão. Este, o público decente desse meu Brasil já destinou ao único que o merece: Cézar Lima, com sua cara de povão, com seu jeito desengonçado de macho pouco afeito a requebros e balanceado de bundinha, como os que andaram e andam saracoteando nos funks da vida fútil que levam!
Quase todos os debochados foram detestados pelo mesmo público que agora rejeita Adrilles!
No panteão moral do BBB15 só ficarão Marco, Mariza e Cézar, representantes do imenso público que está votando para dar a vitória a Cézar, que sofreu com a indicação de Mariza pela desmoralizada Apanda e que guarda uma bela lembrança de Marco.
Antes de terminar, deixo meu recado para os queridos comentaristas deste blog que acharam que eu sinto ódio de Adrilles e do casal. Não meus amigos, não sinto ódio por eles. O ódio é um sentimento muito forte e muito grande, deve vir do fundo de uma avassaladora mágoa por alguma injúria sofrida, por alguma ofensa tão insuportável que adoece a pessoa. Asseguro que tenho a sorte de nunca ter sentido ódio por ninguém ao longo de minha atormentada e maravilhosa vida. O que sinto é indignação, uma imensa indignação que vem crescendo ao longo da edição do BBB15, somada a um sentimento de revolta e rejeição pelas três pessoas que armaram este paredão injusto. É nojo em ver Adrilles lambendo as patas do casal que armou sua ida ao paredão, sua subserviência a dois canalhinhas ambiciosos e capazes de venderam a alma pelo dinheiro do prêmio, que não nutre um pingo de amizade por ele, como não nutrem um pelo outro. O casal é uma farsa! O público sabe disso.
E não sou eu sozinha a sentir indignação e nojo. Na edição de ontem, Bial referiu-se de forma depreciativa ao comportamento de Adrilles ao dizer: Cézar continua lá isolado em sua bolha, Adrilles permanece louvando o casal que armou o paredão que o eliminará.. "É o amorrrrr, que mexe com a minha cabeça e me deixa assimmmmm!" Muito romantiquinho! Muito miguchinho!
Enquanto Bial falava, a câmera mostrava Cézar triste, sentado junto da estátua. Em seguida mostrou Adrilles feito um cachorrinho andando atrás do dono, abanando o rabinho, falando firulas e elogios piegas aos dois, dando abracinhos e beijos de amigão em Amanda, chorosa e representando seu papel de sofrida, depois voltando a abraçar o trairão cara de pau. Ó, ceninha mais linda! Ó céu, Ó dor, Ó vida cruel!
Antes de encerrar esta parte, tenho ainda a dizer à distinta senhora mãe de Adrilles que o Brasil e o Mundo pode até esta precisando de muitos Adrilles, pelas muitas qualidades que ele tem, mas que, infelizmente não se preocupou em revelar. Mas, asseguro-lhe, minha Senhora, que do que o Brasil está precisando, com máxima urgência, é de milhões de homens e mulheres semelhantes a Cézar Lima, é que esse público que acompanhou o BBB15 tenham aprendido com esse Caipira a grande e preciosa lição de integridade moral que ele prodigalizou ao longo de um confinamento muito difícil para ele. Cézar ensinou que, mesmo enfrentando todas as adversidades que lhe proporcionaram seu colegas, as semanas seguidas de fome qualitativa (ele adora comer), de bulling, de ranço da soberba de muitos, de indicações sem fundamento ao paredão, mesmo assim, ele nunca perdeu a alegria, nunca o sorriso abandonou seu rosto, jamais cobrou de ninguém os votos recebidos, recebeu sempre bem humorado o Monstro, tratava bem a todos, sempre educado, gentil e agradecido a Deus por estar realizando seu sonho de entrar no BBB.  
Esse sim, deu um bom exemplo para os jovens e crianças (nunca disse um palavrão nem falou escabrosidades). Esse soube honrar a confiança dos seus pais idosos, soube conquistar o orgulho dos seus conterrâneos e o apoio solidário de uma imensa parte dos brasileiros. Cézar é o filho, o neto, o genro que todas as mulheres que votam nele gostariam de ter. Sinto muito, minha senhora, não poder, com todo o respeito que me merece, concordar com sua opinião de mãe. Talvez, fora do BBB, conhecendo Adrilles longe da situação em que o conheci, viesse a gostar muito dele, como gostei até a saída de Marco.

Portanto, queridos/as comentaristas, fiquem tranquilos/as, não me faz nenhum mal contestar com veemência as safadezas dessa corja, sei que peguei pesado e o fiz em sã consciência de que meu dever de blogueira é meter a boca no trombone em alto e bom som, expressando, com verbo forte, minha rejeição ao que vejo e não aceito. Ficaria muito mal se não protestasse, se não desse meu grito de indignação e revoltada rejeição a essa gentalha. 

Cézar, apesar de triste, aceitou as desculpas de Adrilles, deu-lhe o abraço que o sinceríssimo poeta pediu, com a maior cara de pau. Esse caipira é muito decente!
Ontem, pela primeira vez, vi Cézar muito triste, chorando lá no cantinho dele, junto da estátua silenciosa. Emocionei-me, pude sentir a decepção dele pelo voto de Adrilles! Não aceitou conversar com o poeta falastrão, preferiu se isolar, orar e chorar, antes de ouvir palavras vazias, ditadas pela hipocrisia social, que nada representariam para ele. 

Depois voltarei. Por enquanto era esse o recado que queria deixar. VAMOS VOTAR MUITO, ATÈ BIAL DAR POR ENCERRADA A VOTAÇÃO...

30 de março de 2015

Vai, Cézar! Você é o Cara! É o dono do jogo!


Quem diria que o poeta, o intelectual, o que passou todo o programa ruminando sua filosofia balofa e suas reiteradas citações de autores célebres, iria revelar-se como o mais descerebrado e tosco, um cérebro de toupeira com uma lógica de anta, votando no cara que já havia voltado de quatro paredões, inclusive no último ganhando para a querida Mariza, outra campeã em retornar de paredões... 
O cara, burramente, deu de mão beijada o segundo lugar para o seu ídolo Fernando, sua paixão enrustida e inacessível. Ah! Esqueci que as paixões dele são sempre platônicas, românticas, líricas e de um mistério divino que escapa à nossa inteligência de meros humanos. Os deuses do Olimpo é que sacam esse tipo de seducência transcendental e estrogonoficamente midiática e estratosférica. 
O cara é tão Tonho da Lua que consegue ver na relação bordelesca da “perfumosa a bacalhau” com “o 50 tons de canalhice” uma inefável e poética história de amor! É de pasmar tanta alienação babacoide, tamanha explosão de caganice verbal! Haja penico para tanta diarreia delirante! 
O poetinzim já havia zurrado no confessionário seu votinho traíra e igualmente jericóide contra Mariza, queimando seu filminho perante o público. O coraçãozinho apaixonadinho por Nandinho bananão não aguentaria votar nele, nem para salvar a única amiga sincera e fiel que teve na casa. A que suportou seus chiliques e grosserias, a que deixou que fizesse de seus ouvidos penico para suas cansativas elucubrações sobre nada, suas neuras e manias. 
E por que jogou Mariza na fogueira? Porque entre ela e o seu amor platônico enrustido, não hesitou em salvar este último. O mesmo que armou o paredão no qual caiu, agora, como só um bocó abestado cairia. Nunca deveria cair um cara que se arvora de inteligente, intelectual e dono de todas as verdades filosóficas. Francamente, deixar-se enganar por um medíocre, pouco instruído, espertalhão, acostumado a levar na lábia os/as panaquinhas crédulos/as e tolos/as como esse poeteiro e a Panda fedida revelaram ser. 
Foi dantesca a edição de ontem. Foi uma descida aos infernos ver uma mulherzinha pau mandado, sem personalidade, hipócrita, fazendo ceninha de sofrência fingida para indicar Adriles ao paredão com o cara que já voltara de quatro paredões, a pedido do Fernando. Pois é, Adrilles babaca você foi indicado a pedido do seu herói, seu ídolo, seu amorzinho platônico ridículo. Esse patife, falso, manipulador, ordinário por quem você vive rastejando, babando ovo e tecendo os mais eloquentes elogios! Que mico, heim, Adrilles?! E não é um mico qualquer, seu parvo. Não! É um Mico com potencialidades de Gorila! 
E, assim, levado pelas ardências da paixão, o poeta babaca se colocou no paredão com César! Fuen...michou e ploft! 
Fernando, com a hipocrisia e cara de pau que lhe são peculiares, ficou se fazendo de surpreendido, de solidário com a desdita do “amigão” asninho, e feliz da vida por ter conseguido se livrar do paredão, do jeitinho que planejara e trabalhara para conseguir (como o cara suou sob o edredom para fazer a cabeça vazia da piranhosa fedida!). 
Sabendo que Adrilles não votaria nele, o Bananão traíra, com algumas trepadinhas básicas, convenceu a fedida de que estaria no paredão se ela votasse em Cézar. Fez draminha, verteu lágrimas de crocodilescas, chegou até à cafajestada de dizer para ela “eu te amo”, falou em irem juntos para a Austrália (já havia dito a mesma coisa para Aline), só faltou pedi-la em casamento. Toda essa encenação para pedir que ela votasse em Adrilles. E a mulher capacho votou, com a cara mais deslavada da face da terra, em Adrilles, votou chorando, fazendo draminha de boa moça, de garotinha sensível e amiguinha do poeteiro! Chamá-la de podre é pouco, ainda não a define na íntegra! São dois podres, pura massa fecal que se assemelham e se merecem. Não dizem que os semelhantes se atraem? Pois é. Mas, também dizem que os maus por si se destroem! 
Agora é esperar para constatar que as tais Clanessas não passam de um bando de abestalhadas, insignificantes, que comem sardinha e arrotam caviar. Onde estava a força dessas mocréas que não conseguiram dar a imunidade para a fedida Amanda?
Tem 28 anos? Nunca!
E aquela historinha de que Apanda é protegida do Rodrigo Dourado e carta marcada para ganhar o BBB15? Há quem acredite nessa asneira? Quem é Amanda para um funcionário importante da Globo pôr em risco sua reputação e seu posto para proteger e fazer maracutaia para a mimosa fedida ganhar o prêmio final? Nem que ela fosse Angelina Jolie. Mas, não passa de uma mulher com quase 40 anos (mente a idade), feia, celulitosa, gorda, corpo entroncado, cabelo com mega hair (precisando de reposição), com aquele par de olheiras tenebrosas e os lábios roxos, estranhos... 
Vai vendo as celulites da moça gorda e véia...
O cara vive rodeado de mulheres lindas, mais jovens e menos rasteiras, vai lá se importar com uma zinha que saiu dos cafundós do berimbau? Eu não acredito. Apezar desse boato estar na boca
do povo e na de Sônia Abrão e seus convidados no programa de hoje à tarde. O deboche com a panda foi rasgado, inclusive falaram nas histórias cabeludas envolvendo o diretor do programa, ditas pela própria miss Bacalhau. 
O bom de toda essa comédia bufa é estar vendo Cézar derrubando o sabichão intelectuóide. Logo quem, Cézar Lima, o desprezado por todos, o bode expiatório mandado, como lixo descartável, para os paredões, o que todos ridicularizavam, torciam o nariz, julgavam inferior, riam dele pelas costas, o que achavam o mais burrico, o idiota, chegando à final do programa, apoiado pelo público. Sim, apoiado pelo público, pelos brasileiros e brasileiras cansados de gente safada, cansados de ver triunfar a calhordice, o engodo, os traíras, os canalhas, os desonestos, os devassos e os depravados de ambos os sexos, as kengas escrachadas e rastejantes! 
A parte do público conservadora, que ainda preza os valores da família, os princípios morais e éticos que sustentam os padrões morais da sociedade, que ainda não se jogou na lama da perversão e da degradação. 
O apoio dado a Cézar Lima, se não é consequência, é sintoma da insatisfação do povo com a decadência moral que prevalece em nossa sociedade, em nosso meio político, em nossas instituições assaltadas por ladrões de colarinho e gravata, tudo e todos arrastados para o abismo de uma generalizada desmoralização, que não respeita coisa nenhuma, nem a vida humana. Cézar me representa, como Mariza me representou dignamente. Não me sinto representada por Adrilles, Fernando e Amanda. Não aceitei o comportamento de Adrilles, desde que ele começou a se revelar um bocudo traíra, incapaz de guardar os segredos dos que ele hoje defende como sendo seus amigos. Abominei o comportamento invasivo dele com Tamires, atormentando a moça com seu chatérrimo assédio, arrotando cantadas sem nenhum glamour, repetitivas e nauseantes. A última pá de terra que ele pôs em qualquer possibilidade de recuperar minha tolerância foi sua trairagem com Mariza. 
Vou adorar vê-lo, no chat, ouvindo a turma dizer sobre o beijaço de Rafael em Tamires, e as declarações elogiosas dela para Cézar... 
É divertido demais ver Fernando crente que poderá sair milionário do BBB15. Se ele pegar o último paredão com Cézar, estará no olho da rua, com o prêmio de consolação de cinquenta mil reais. Amanda, decerto ficará no segundo lugar. Ganhará 150 mil, o suficiente para livrar-se das olheiras, fazendo uma cirurgia plástica. A Playboy não paga mais que 80 mil para as capas da revista, que dizem estar prestes a fechar as portas. Ainda sobrará para um tratamento com um psicólogo que a ajude a reconstruir a auto estima estraçalhada por tantos anos de piranhice. 
Adrilles tem convicção de que vai ficar porque é amigo do casal ternura, que ele acha fortíssimo, e que Mariza saiu porque "falou mal" deles. Adrilles menospreza Cézar fortemente! Vai ter uma grande decepção amanhã!
Não tenho pena de Adrilles. Ele procurou o que está tendo e o que terá. Merece passar pelo que Mariza passou, por culpa dele. Vê se cresce, poetinha pedante e cheio de empáfia.

VAMOS VOTAR PARA SALVAR CÉZAR!


Adrilles, caiu de fiofó trancado com o inesperado voto de Amanda, sua queridinha. Por esta ele não esperava, né mesmo, cara pálida?

. O cabrão poeteiro está jogando como um danado, poupou Fernando na ilusão de que voltará do paredão contra Cézar, por quem sente desprezo, ciúmes, despeito e raiva. 

A paixão enrustida pelo mau caráter bananão ditou sua escolha. Votou em Cézar para fazer fita, bravata, bancar o amigo leal com Fernando, quiçá para amenizar a péssima impressão que sabe ter deixado no público por sua traição à Mariza, a amiga que sempre o apoiou e aturou. 

A justificativa desse pernóstico para ser salvo do paredão pelo público foi um festival de arrogância, empáfia, pedantismo e vaidade. Nojo o define!

No fundo pensa que, como intelectual, poeta, escritor, derrubará o caipira que saiu das brenhas, pobretão e sem sobrenome brazonado. Talvez creia que o público vai ser-lhe favorável, porque ele é bacaninha, amiguinho do casal que ele acha fortíssimo! 

Ele colocou Mariza no paredão contra Cézar, e estava jogando sim. Agora pensa que é mais forte que Cézar e tentou fazer o papel de super amigo, de Fernando, de bom moço! Não cola, cabrão! Você é um snobezinho, filhinho da mamãe, mimadinho, abestadinho, sustentado pela mãe, nem sabe o que é uma enxada, o que é a vida dura do campo, as dificuldades de uma família de lavradores para conseguir dar estudo aos filhos. Foi criado com conforto, no bem bom, na vidinha fácil, não merece derrubar um cara especial como Cézar Lima!

Vamos lá pessoal que torce por Cézar Lima, vamos fazer mutirão, vamos votar incansavelmente para salvar o caipira do bem! Ele não pode ser derrotado por um bostinha hipócrita, visionário, delirante e chatoooo como Adrilles.

Cezar você é o campeão! Você ganhou o prêmio depois que Mariza saiu, pelas mãos do traíra Adrilles!

29 de março de 2015

O que dá para chorar, também dá para rir...

Nem os participantes da bagaça estão aguentando o tédio desse final de BBB15. Adrilles, que não tem noção de limites com as palavras, critica sem dó a porcaria de mesmice que deve estar arrasando a audiência do programa e levando as pessoas a descartarem o PPV. Ninguém aguenta mais nem ver as edições manipuladas, com montagens de cenas descontextualizadas para enganar os otários que não têm PPv. Quem vir Amanda e Fernando nas edições julga que formam o casal mais romântico, apaixonado e cut cut dentre todos que já passaram pelo BBB. Amanda é a mocinha meiguinha, carinhosa, amiguinha de todos, que dá abracinhos em Adrilles e trata bem Cézar. É um engodo da molesta! 
Ontem, Adrilles que está cabreiro com o casal poderoso, ao ver o material exposto no jardim para a prova da comida (idiotice elevada ao quadrado) fez, como disse um comentarista anônimo deste blog, “uma jogada de mestre, comentando: "Poderia ser o Paredão agora de uma vez, né?". "Ah, eu adoraria", responde Fernando. "Amanda, indica logo, acaba com esse trem", desabafa o poeta, que emenda: "Indica um aí e fala com quem você quer ir. Pronto, acabou!". Ou seja, lançou o veneno para a macumbeira perder o sono.” E parece que perdeu mesmo, seja por medo do que possa acontecer no domingo, seja pela pressão que está sofrendo do covardão que só falta dizer, "se você sair primeiro eu caso com você". É um Cuzão mesmo!!!!
O fato é que ela está chorando, nervosinha, basicamente pela pressão emocional que o cafajeste está fazendo com ela, dizendo que na terça um dos dois sai, se Amanda não livrá-lo da parede! Cafajeste !
Covardia, pulhice do Sacanão, porque ele sabe que ela não quer indicar Adrilles.
Mas ela, subserviente e ninfomaníaca como é, vai indicar o poeteiro por pura covardia e medo de levar um fora. A cabrona fudelante está apaixonada pelo pinto dele. Quer sair da casa junto com o troféu para esfregá-lo na cara de Aline. Por isso o choro dela...
Quando vejo a pressão dele sobre a vontade dela, meu nojômetro se assanha e fico paralisada pela ânsia de vômito.
É dose, ver esse cabrão inescrupuloso falando para a piranhosa macumbeira que um deles dois vai sair na terça... Vai vendo... Tudo para a abestada salvá-lo do paredão, cara nojentinho. Sem escrúpulos nenhum!
Adrilles esta muito atrapalhado. O cara encasquetou uma conta paixão descabida por Tamires, passou a cultivar um ciúme doentio dela com Cezar, por causa do interesse do caipira pela gorducha. Chegou a culpar a ele e a Mariza por não ter ficado com ela. Tudo invencionices da cabeça avariada dele. O cara está cego para a realidade que o rodeia, está incapaz de perceber as incoerências de Fernando, preferindo teimosa e obstinadamente tentar limar o caipira. Nem a dica de Bial, mais direta impossível, ela sacou: "Você confia no Fernando, Adrilles?" Arre égua! O tipinho está apaixonado por Fernando. O diacho é que ainda não aceitou a sua intrínseca homoafetiviade. Fica tentando se enganar com essa histórinha de stalker das plus size. Sempre correndo atrás de mulheres que o rejeitam, inventando amores inacessíveis e dores de amor imaginárias. 
Se ele não votar em Fernando, então que se dane! Que seja eliminado na terça-feira e vá chorar as pitangas no colo da mamãezinha! Um cara que se enrabicha por um macho ao ponto de arriscar a própria permanência no jogo e a chance de ganhar um bom dinheiro com o segundo lugar, merece mesmo sair em quarto, no famigerado quarto lugar. Ninguém esse mandou esse pateta viver no mundo da lua. 
Olha, eu não sou careta, mas não curto assistir trepança dos outros na TV. Nem em novelas, filmes, seja lá como for. Acredito que sexo é assunto privado, íntimo e pessoal que só interessa aos dois envolvidos. 
A partir daí, não consigo compreender que pessoas que se prezam e se respeitam se exponham nesse nível abjeto de exibição sexual! Para mim, o comportamento de Amanda, Aline e Talita é típico de kengas, mulheres assumidamente profissas, acostumadas a se entregarem a qualquer homem em qualquer lugar, porque já chegaram a um grau de degradação moral tão violento que perderam a noção do que é moral ou imoral. Só que estas infelizes se entregam por dinheiro, sabem que são mesmo marginalizadas e já perderam a auto estima há muito tempo. Mesmo assim, não ficam na trepância na rua, na presença de outras pessoas, são criaturas da noite, recebem seus fregueses nos bordéis. Estas merecem o meu respeito, minha piedade e minha compaixão. Mulheres como Trepanda só me inspiram asco, desprezo e, com muito esforço, piedade. Digo o mesmo com homens da laia de Fernando, que se prestam ao papel canalha que ele está se prestando com Trepanda, como fez com Aline. Usou duas mulheres como escadinha e trampolim para chegar à final e pegar o prêmio milionário.
Ele e Apanda são nabos do mesmo saco, se equivalem, acham que sexo selvagem dá audiência, agrada ao público, então haja de sacanagem sob o edredom.
Ele, um imbecil tapado e fraco dos miolos, está desnorteado com a ameaça de ir ao paredão. Já chorou, já disse que sofreu muito no BBB, vitimizou-se, bancou o coitadinho que ninguém compreende, acha que as pessoas vão julgá-lo, enfim está batendo o maior cagaço no cabrão! Cagaço total!
Ele sabe que se cair num paredão vaza, por isso o medo!!! Ó dó! Ai, como me ralo de peninha desse caganita de galinha...
O cara é tão malandro que mandou um beijinho em direção à boneca da Aline, vestida de princesa, colocada no jardim para a prova da comida, aproveitando o momento em que Apanda entrou para trocar de roupa. Parecia um beijinho discreto na direção da boneca
Ele está tão desesperado com o paredão que vai ressuscitar até o retrato de Aline para dar umas beijocas nele. Duro é ser babaca e cafajeste ao mesmo tempo, não dá liga, né mesmo neguinho? 
Nunca vi um BBB tão ruim. Eu acho que eles deram uma bola fora! Nunca pensaram que seria assim.
Amanda tramou tudo, se deu muito bem e ferrou Fernando. Está indo para a final, ganhou dinheiro e ainda sairá como vítima do calhordão. Ela é maquiavélica mesmo! É macumbeira, lida com o lado obscuro da espiritualidade, tem uma energia pesada. Veja-se como Fernando está magro, com a fisionomia tensa, angustiado e sugado. Todavia, esse tipo de relação com forças negativas para obter coisas materiais tem retorno, sempre desastroso. O exemplo de Andressa Urack é prova do mal resultante desse tipo de trabalho com macumbeiros. Repudio Fernando e Amanda, mas entre os dois, prefiro que ela saia antes, é mais diabólica.
A culpa foi dele também, mas a forma como ela o capturou de volta, foi coisa do capeta, tudo bem planejado e executado. Vitimizou-se, contou mentiras e deu muito carinho, atacando-o em seu ponto fraco: a carência e seu lado galinaceo. 
Ele é fraco e ela sabia disto e, esfregando a bunda na sua cara toda hora, quebrou-lhe a resistência e, em duas semanas, o libidinoso sucumbiu!
Sempre achei Fernando muito tapado. Ela acabou com o jogo dele. É uma falsa, perigosa, inescrupulosa, mentirosa e capaz de qualquer artimanha para chegar aonde quer. Pior é capaz de, mentindo, jurar pelo pai morto que está dizendo a verdade! Isto perante mais de 40 milhões de pessoas! A Lei do Retorno devolverá a ela as maldades que está praticando contra outras pessoas.
Se o BBB fosse um jogo justo, honesto, sem manipulações, ela, talvez, já tivesse sido eliminada.
Amanda sente uma inveja imensa de Aline e está se sentindo vingada por ter ficado com Fernando e destruído a relação dos dois. Mesmo que não fique com ele fora da casa, ela mostrou que conseguiu ficar com ele, como ela disse para Mariza na primeira festa: ela vai sair e eu vou ficar com ele!
Nunca esqueci dessa cena! Ela é vingativa e invejosa! Pegou mais para sacanear Aline, para melhorar sua auto estima estraçalhada! O processo foi planejado, bem pensado. Ela exteriorizou para as amigas, que se Aline saísse, ela iria pegar ele e fazer amor. E foi assim mesmo! Ela agiu premeditadamente!
Agora, tem a cara de pau de dizer que foram os dias de fudelância com ele foram os mais felizes da vida dela. Meo Deos, que pobreza de vida! Masturbou o cara que ficou inerte e chorando pela outra! Passou noites nessa atividade manual, sem beijo, sem palavras de amor, sem nada que desse uma cor de decência à trepância. Que porcaria de felicidade é esta? Nojo define essa mulher podre!
O máximo Mico que Fernando pagou foi aquele brinde que ele promoveu, dizendo que tinha resolvido todos os problemas que ele tinha na casa... Caiu direitinho na lábia de Rafael, Talita e depois caiu nas artimanhas da Amanda. Babacão! Bi sulfato de pó de peido!
Já imaginou quando ele vir os vídeos, ela e suas amiguinhas detonando a Aline, debochando, dizendo que se não fosse a lourinha ela estaria transando com ele. Imagine quando ele assistir a tudo, na semana que ela o colocou no paredão e armou tudo para que ele fosse com seu amigo Marco.
Espero que a assessora dele esteja separando o material. Se bem que tem muita coisa no twitter dele. Eu tenho pena desse panaca sabia? Foi usado por ela, pela Globo e ainda vai sair como o vilão que usa as pessoas. Como pode se enganar tanto? Macumba explica!
Engraçado esse eterno complexo de culpa do Fernando achando que errou muito em ter xingado a Porca Amanda, não a enxergando como ser essa mulher carinhosa e bacana que é. Imagina quando ele sair e souber que foi taxado até de aidético por ela e sua trupe, além das grosserias contra a Aline. Ele vai se arrepender muito!
E vamos ver no que vai dar esse paredão de hoje! Cézar Campeão é o que me interessa! O resto que se dane!

28 de março de 2015

Ai, como o amor é lindooooo!

Vai vendo, que ceninha mais cut cut... O amor é lindooooo!
Genteeee, vamos nos divertir um pouco com os palhaços que restaram na casa dos paspalhos bbísticos. 
Comecemos pelo poeteiro maluquete que a cada dia está mais insuportável com seu tsunami palavroso. O cara está mais pirado que nunca, não fecha a boca nem para mergulhar, fala, fala, fala, as mesmas melecas que vem repetindo desde o início do programa. Chego a ter pena de Fernando, Amanda e Cézar, obrigados a suportarem a verborragia idiota do desequilibrado pedante, dono de todas as verdades, que não abre espaço para diálogo. Não! O surtadinho quer que o ouçam e aplaudam suas divagações filosóficas de orelha de livro, suas citações decoradas, suas longas e já ditas dissertações sobre temas que não sabe o que sejam, como o amor, a paixão e por aí vai. Vai pensando se você aturaria o infindável e desinteressante monólogo de um vaidozinho exibicionista vomitando palavras e conceitos que a ninguém interessa. O problema do discurso do Adrilles é que, na maioria das vezes, é pedante e descontextualizado. Ele simplesmente vai falando, falando, falando, embalado pela volúpia da própria voz... Não duvido que tenha orgasmos fodásticos com seus discursinhos idiotas. É tourada! É trevaaa! É mordida de pitbull!
Sabe, chego a crer que Adrilles está apaixonado por Fernando mesmo. O cara só falta ir com o casal para debaixo do endredon, para um ménage a trois selvagem. Veja a foto acima, na qual ele não larga o casal nem quando estão namorando. E ainda tem o desplante de ficar segurando a mão sebosa e mal lavada da Porquinha da edição. Muito romântico e lindinho, né mesmo

Vai espiando... que amorzinho mais fanicacentozinho!
Ontem, a incômoda criatura se pôs a falar sobre o relacionamento de Amanda e Fernando na época que eram de grupos diferentes e ela, para vingar-se, o indicou a um paredão. A Panda pulou nos cascos com sangue nos zóios: "Adrilles, nunca armei vingança para Fernando. Não queria tirá-lo", rebate a sister. 
"-Mas você o indicou", afirmou o chatildo mineiro. "Indiquei, mas não era eu quem julgava", diz a porquilda.
Irritado, o Bananão retruca: "Ai, meu Deus, você já falou desse assunto 480 vezes! (adoro ver o bananão furibundinho e se fazendo de tolerante por medo de ser votado).
Se fazendo de doido, o tedioso poeteiro debocha, dando risadinhas: “-Não tem outro assunto”. Para encher mais ainda o saco do Bananão, o poeta propõe outra conversa: "Vamos falar sobre física nuclear?” 
Com fumaça saindo pelas orelhas, o peguete da líder ninfomaníaca disse: "Vamos fazer uma meditação?" Kkkkkkkkkk 
"-Não! Sou um ser verbal", responde o metido a besta Adrilles. É muito pedantismo e arrogância desse bostinha, sem graça, feioso, que mais parece uma gralha desafinada...
Sabe, chego a crer que Adrilles está apaixonado por Fernando mesmo. O cara só falta ir com o casal para debaixo do endredon, para um ménage a trois selvagem. Veja a foto acima, na qual ele não larga o casal nem quando estão namorando. E ainda tem o desplante de ficar segurando a mão sebosa e mal lavada da Porquinha da edição. Muito romântico e lindinho, né mesmo?
O surtadinho está enchendo os pacovas, não somente do casal, como do educado e paciente Cézar, com a tagarelice contínua, naquela base do “somente eu falo” minhas altíssimas elucubrações filosóficas que os comuns mortais não alcançam. É um pernóstico falastrão. Só mesmo Mariza o aturava. Marco dava-lhe uns bastas, na moral! Ele ficava pianinho depois das chamadas do teólogo.
Viver sob o mesmo teto com esse descontrolado deve ser infernal. Totalmente sem limites e sem desconfiômetro. Só a vontade dele prevalece. Não é por acaso que tem processo contra ele e ordem judicial para não se aproximar menos que 500m de uma moça de sua cidade. Pelo que vimos o maluquete fazer com a coitada da Tamires, podemos imaginar o que deve aprontar com as moças do seu bairro ou que frequentam o mesmo ambiente que ele. Stalker sempre é perigoso, tanto que ele conseguiu destruir o casamento de uma colega que o rejeitou, era noiva. O sujeitinho vingativo e rancoroso fez o noivo saber que ela o havia traído. O casamento acabou, a moça mudou-se para outra cidade. Cabrão neurótico e ruinzinho. Como demonstrou ao deixar Mariza entregue à própria sorte. Abomino esse malandro, dissimulado e palhação.
Mil vezes conviver com Cézar, discreto, respeitador, não invasivo. Sua maneira de ser não prejudica o convívio. Eu estaria pirada ao lado de Adrilles.
Não acho que seja tão inocente. É um grandicissimo egoísta. Invasivo. Arrogante.Um sujeitinho dissimulado, sorrateiro, capaz sim de prejudicar alguém para atingir seus objetivos. É tão hipócrita quanto Fernando. Um cabrão de 40 anos sabe muito bem o que faz.
Ontem, ele quase me enfureceu não deixando o Cesar falar. Tudo ele tinha razão. Cortava a palavra do outro, discordava, sobrepunha a opinião dele, como se fosse o dono da verdade. Um chatoooo! E depois sai dizendo que o Caipira não socializa com ninguém, que se isola, que não conversa, etc. Como buscar convivência com um maluco falastrão e grosseiro, outro que só fala em voto e outra que só pensa na própria periquita? Melhor ficar estudando, caladinho, zelando pelo próprio equilíbrio e serenidade. Cézar é o único normal na casa. Invejo sua paz interior, sua alegria espontânea, sua auto estima equilibrada.
E o que dizer de Fernando, borrando-se de medo de ir ao paredão com Cézar. Para escapar de tal desgraça, o cagão tenta convencer Apanda a indicar Adrilles, na ilusão que derruba o poeteiro xarope. Bonitinho, né mesmo?. 
Se esse cabrão cair no paredão, será preciso muita doação de penica e fraldão para a caganeira desse panacão frouxo.
Aliás, o casal mela-mela está uma gracinha. Ela, ninfomaníaca diplomada na universidade da kenguice, não dá folga ao pingolim do Bananão. A pobre vítima da insaciável periquita da porcalina já dá mostra de cansaço de tanto vuco-vuco. E olha que o cara gosta do sapeca Iaiá!
Na festa de ontem, ela estava com tanto fogo na pepeka ao ponto dele falar que ela só pensa em séquiço, só fala em séquiço e que ele está cansadaço de ter que atuar tanto! O pingolim está exaurido! Que coisa feia! Que quenguice mais alopradaça! A mulher parece que estava esfomeada, sem homem há um século. 
Mimoso mesmo é o carinho com que ele a trata: chama-a de gorda, rolicinha, reclama enquanto ela come. 
Fernando está sempre colocando defeitos em Amanda, é boca de lixo, é cabelo branco, é bunda mole, pergunta se ela tomou banho, se escovou os dente, será que é para ver se ela larga do pé dele? Que amor heim! Sempre encontrando defeitos! E a mulher não se toca, ou será que percebe más finge? Com Aline era meu amor, minha princesa.
Não lembro de quando a vi tomando banho a última vez. Hoje, ela mesmo confessou que não tomou banho, mas passou perfume, inclusive nas partes intimas. Aí, meo deos! Já pensou o que é odor de bacalhau e de sovaqueira com perfume? Vixe, é dose para paquiderme! Mata na primeira cafungada!
A festa de ontem foi rica em bizarrices. Imagine só o Bananão dizendo para Amanda “eu te amo” a pedido de Adrilles, na marra. Que cena patética e triste!
Com essa forçada e lastimável declaração de um amor que não existe, o covardão jogou uma pá de cal no casinho defunto deles... Só falta chegar a terça-feira para ele enterrar a falecida e já fedida relação. Especialmente, se ele escapar do paredão. Ela perderá a serventia...
Genteee, viram a edição de hoje?  Pegaram alguns momentos de Amanda bem cut cut. Quem viu fica encantado/a com a mocinha singela e pura. Ai, como ela é meiga, doce, carinhosa, amiga!...Tem como não achar uma florzinha de formosura, a Amandinha da edição? Belezinha!
Para que se possa avaliar o quanto Fernando é cafajeste, lembrei de uma caso dele com Aline que me deu nojo do cara. Aline pegou camisinha para eles e no meio da transa, sem flar nada, o safado tirou a camisinha e terminou o serviço sem a proteção Quando se deu conta de que ele tirara a camisinha, Aline perguntou o que aconteceu com ela, e ficou muito irritada ao perceber que ela a retirara. "Você tirou a camisinha! Porque é que você tirou?
Dai, o safado responde: quero ter um filho com você! Pooooode? Que espécie de homem é esse? Agora está se esfregando na outra, como se Aline nunca tivesse existido na vida dela. 
Trepanda é suja de doer. Eca! Por isso que pega essas micoses e fungos, Como previsto Trepanda não tomou banho!
Ela disse ao adrilles que não ia entrar na piscina porque tava menstruada. Mas, quando viu Fernando de sunga correu para pular na água.. Eu nunca sei quando ela fala a verdade. Aliás, ela nunca fala a verdade. É uma mentirosa compulsiva!
Genteeee, olha que bafão: Adrilles conversava com Cézar na academia, o assunto citava os amores atrapalhados de Fernando. Este ouviu e foi tirar satisfações com o poeteiro linguarudo. Adrilles não negou o que dizia, alegando que eram apenas divagações filosóficas e que tomara ele como exemplo. Enfim, era o que o sacanão queria para fazer a caveira de Adrilles. Foi até Amanda, contou lá a versão dele e disse pra Amanda que se ela não votar em Adrilles ele termina o namoro. Que ser humano digno! Que jóia de pessoa! Fico até emocionada com tanta grandeza de alma!
Cézar o que dizer do Cézar, de todos ali é o único que merece levar o prêmio, reclamam que ele não fez aliança, mas para que aliança, pois ali a única que fez uma aliança verdadeira foi Mariza com Adrilles, mas acabou levando uma facada pelas costas, pelo menos César não entrou nessa, então o menos pior para levar este premio é ele.
 Podem falar o que quiser, mas Cesar não tem medo de paredão. O cara é muito alto astral, bem humorado, sempre alegre. Nunca o vi falando palavrão, jamais com baixaria. Beleza!
Cesar é muito equilibrado, não surta, não cai na pilha fácil, bem controlado, ponto para ele.
Com tanto conhecimento Adrilles já devia ter conquistado um pouco de paz interior. César, mesmo tendo menos conhecimento formal parece feliz dentro da própria pele, bem resolvido, confiante na vida e muito otimista. Pode não ser um bom jogador, mas, é muito mais do que isto: é um homem bom. 
Todos tem defeito inclusive o Cezar, mas o defeito de Cezar é falar como politico. Todavia, o seu caráter é retilíneo, sua índole é boa, é um cara transparente, com valores e princípios morais e éticos de escol. Se ele vem jogando sozinho desde o começo, isto não o desmerece em nada: antes só que mal acompanhado ou seguindo os canalhas da casa. Na verdade, é um homem íntegro, de palavra, honesto e que nunca desmereceu ninguém, jamais combinou voto e nunca foi para grupinhos para não ser votado. Está sofrendo a consequencia das suas escolhas, indo a cinco paredões seguidos, mas nunca apelou para o coitadismo, nunca acusou a ninguém de perseguição, tampouco pediu para não ser votado ou indicado. Ao contrário. Sempre soube que iria para o paredão. Só não foi para seis, porque Tamires deu o colar do anjo para ele uma vez. 
Os defeitos dos outros são piores, porque são de desvios de caráter, de deslealdade, de falta de hombridade, de manipulações asquerosas, e de ceninhas ridículas de novela mexicana fajuta, para comover o público mais ingênuo, por isso que torço por Cézar. Cézar campeão, para erguer a moral do BBB jogada na lama na edição anterior com a vitória de uma farsante obscena, devassa, escandalosa que não representava a mulher brasileira. Mariza sim, esta honrou o gênero. Que Cézar resgate o programa da lama na qual foi jogado e emporcalhado no BBB14.

27 de março de 2015

BBB15, moribundo, quase morto e fraudado!


A edição de ontem foi a prova do quanto o BBB15 está moribundo e uma baita chatice. Pouco havia para Bial mostrar e comentar que não fosse os besteróis palavrosos já batidos e repetitivos do engodo que atende pelo nome de Adrilles. Não acho a mínima graça nas gracinhas desse homenzinho dissimulado, metido a besta e exibicionista. O Cara só falta pular na telinha. Empurrar Bial para um canto e comandar o espetáculo. Isto de tão surtado que está, por não ter nenhum panaca para ficar escutando suas frases decoradas, suas citações de outros autores, seus aparentes conhecimentos filosóficos e literários. Pura enganação. O cara é inteligente e enganador. 
Como em BBB só existem miolos de minhoca, ele fez sucesso! Com Marco, esse cabrão tinha um freio de mão que o teólogo puxava, sempre que o falastrão começava a torrar-lhe a paciência com seus discursinhos para idiotas ouvirem. Não era o caso de Marco. Este sim é um intelectual genuíno, um homem sério, centrado que não desperdiça seu tempo com fofoquinhas de comadres e criancices sem cabimento.
No ao vivo, o cara fica excitado, doido para falar suas bobageiras. Ontem atravessou a fala do apresentador mais de uma vez, tão doidaço está ficando, sem um palco para pavonear-se. E aquela voz esganiçada de gralha desvairada! Ai, meu São Benedito, que homenzinho chatildo, sem desconfiômetro e metido. 
Não tem mais Mariza para fazer dos pacientes ouvidos dela um par de penicos para seus dejetos verbais... Está a ponto de ter um ataque de histeria. Vê se cresce, Adrilles! Vai encher o saco de Judas, seu bostinha falso, inconveniente e fofoqueiro.
Bial foi caridoso não mostrando esse cabrão falando de Mariza pelas costas, queimando a fita da que foi traída por sua covardia e falsidade. Mas, mostrou bem a esparrela em que caiu falando o segredo de Fernando na presença de Amanda. Que merdice! Dizer que Fernando pediu Aline em casamento foi o máximo da inconveniência. Todavia, não acredito que não foi proposital, para atingir Amanda e vingar-se do bem bom sexual em que vive o casal nojinho, além de sublinhar a trição e o  quanto o público não aceita este tipo de conduta. Adrilles é invejoso! É vingativo! Não se sente confortável vendo Fernando com uma segunda conquista bem debaixo do seu nariz torto. 
Adrilles só falta pedir para o casal que o levem para cama com eles, que o deixem fazer um menage a trois com os dois. Me amem, façam qualquer coisa comigo que juro fidelidade até o fim do jogo, mesmo que o fim do jogo seja eu sair e deixá-los.
Veja-se o rancor que o xarope sente de Cézar, simplesmente porque Tamires se interessou pelo caipirão, enquanto o rejeitava, logo a ele que se acha a última bolacha do pacote, o poeta, o inteligente, o intelectual e outras merdices. Incomoda-o o corpão musculoso e o tamanhão de Cézar, a quem sequer pode rotular de ignorante, posto que o grandão tem um curso superior e está em vias de obter o segundo diploma, além de se preparar para se tornar delegado de polícia. 
Não tendo falhas morais para apontar em Cézar, o mediocrezinho se contenta em votar para o rival ir para o paredão, burramente, pois o caipira porreta já voltou de cinco. 
É tão curto das idéias em matéria de jogo bbístico que ainda não sacou que Cézar é forte candidato a vencedor da bagaça. Que trajetória lastimável para um cara que se diz letrado! 
Passou grande parte do tempo infernizando a vida de Tamires com suas investidas babacas, suas cantadas mequetrefes e batidos elogios sem nenhuma criatividade. Em termos de sedução o cara é um fiasco, um paspalho desglamourizado, com uma voz de falsete de timbre ambíguo e desagradável. 
Ele ainda vai aprontar alguma contra Fernando! O cabrão é falsérrimo e dissimulado. Não vale uma pataca. Só não ganha para Fernando, porque esse é campeão em cafajestada, falta de escrúpulos, excesso de hipocrisia e de poder de manipulação. 
Bial deve andar de estômago embrulhado com o trio que se julga o melhor dessa edição lastimável do BBB15, a que se propunha arrebentar a boca do balão, e só conseguiu arrebentar com a paciência de todos nós que perdemos nosso dinheirinho comprando o PPV. 
Note-se que Bial não parabenizou Amanda por ter acertado na indicação de Mariza e sua eliminação. Todavia, não confio em Bial, que sempre foi pau mandado do diretor. 
Portanto, nada garante que Cézar venha a ganhar o prêmio final. Nem sei até que ponto o tal quase empate dele com Mariza não foi conversa fiada. A pequena diferença que alegaram para a eliminação da professora pode ter sido um grande engodo. Com Mariza na casa, seria difícil fazer de Amanda a campeã, carta marcada desde o teste do sofá dela com Amorinho. Não se espantem se ela também ficar no pseudo-empate com Cézar e, no final das contas desonestas do diretor, mestre em manipulações, a Panda tresloucada seja a vencedora com 1% de diferença a seu favor. Me engana, Boninho, me engana que eu gosto!
Sobre essa ridícula e deplorável peguete de um asco de homem, nada mais tenho a dizer. Meu estômago não aguenta sequer ver o focinho dessa cadelinha no cio, seus amassos e lambe-lambe no cara que já deixou claro não querer nenhum compromisso com ela. 
A feiosa criatura é objeto de uso sexual do cabrão e nada mais. Fora da casa, dará um belo chute nos seus fundilhos celulitosos e flácidos. Não terá Aline de volta, mas não suportará ficar com a indigesta mulherzinha capacho, pegajosa, porcalhona, que resvalou aos mais baixos níveis da falta de auto estima, de amor próprio e de vergonha na cara rebocada. Aliás, ela e o Panacão se merecem, mesmo caráter tortuoso, mesma falsidade e canalhice!
Que final de BBB horrível, sem alguém que nos empolgue, a quem admiremos, que nos estimule a ver até o final o programa. Não há alguém carismático que agite as redes sociais, blogueiros, comentaristas e turma do sofá! Que pobreza de material humano, que lastimável falência da proposta do programa de trazer alguém que nos faça vibrar de verdade, que nos dê emoções, que nos deixe com saudades, ao final.
Realmente a profissionalização de BBB por ex-bbbs, gente gananciosa atuando como empresário de participante, torcidas pré agendadas e com direito a receber comissão, acabaram com a dinâmica sedutora e real do programa. 
Nunca mais teremos a vibração espontânea provocada por Marcelo Dourado, por Diego Alemão, Albeto Cauboi e Íris Stefanelli, por Jean Wyllis, pelo casal Maxine por Massumi e Domini... Tais emoções ficaram enterradas e esquecidas no passado glorioso do BBB, não voltarão jamais! 

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo

26 de março de 2015

A Festenha Fúnebre... E o joguinho de Apanda!


A Festa Mal-assombrada, ou melhor dizendo, A Festa Velório do BBB15, estava mesmo fadada a ser um circo dos horrores. Adrilles parecia um morcego pirado, vi a hora ele cair de paixão pela boneca do exorcista, ou agarrar a caveira e sair deambulando pela casa como um Hamlet de opera bufa, exclamando com voz cava: “Ser ou não ser”!
Cézar estava mais para alma penada, condenada a sair do purgatório para cair no Inferno da festa medonha, Amanda deu-me até um susto: era a imagem de Exu maconhado, enchendo o saco de Fernando vestido de demônio bêbado. Que festinha de mau gosto! Macabra! Combinou bem com a cara da bruxa de olheiras roxas.
E por falar na diaba, ela recomeçou a lenga-lenga das descabidas cobranças de afeto e de comprometimento do Bananão, que está se esquivando de cair no laço da Bisca. 
A minha impressão de que algo mudou entre os dois, desde que o Bofe escutou as pessoas gritando o nome de Aline após a saída de Mariza. Desde então ele vem se afastando de Amanda. Quanto mais ele se afasta, mais ela aumenta o cerco e tenta fazê-lo assumi-la como namorada. 
Na festa, ela estava um xarope, cobrando dele amor verdadeiro e fidelidade canina, porque ele tratava Aline de um jeito e com ela não é assim, ele é todo travado. Essa mulher é muito perigosa, se faz de desentendida só pode!

Mesmo sabendo que foi ela quem deu em cima dele por duas semanas seguidas, esfregou-se nele de todas as maneiras, e ele fugindo dela, até que acabou sucumbindo. Agora ela quer declaração de amor! Vai vendo o efeito fulminante dos repetidos gritos por Aline, pôs o cabrão em nocaute, foi gelo na fervura do safadão. Ele se afastou e ela recomeçou a ladainha da pobre mulher desprezada, vitimizando-se e bancando a coitadinha apaixonada abandonada. Trepanda é puta velha na zona. Ela está jogando para valer, sabe o que está fazendo, e o que ela quer é ferrar ainda mais o otário que não soube controlar o pinto desvairado. Se ela começar a se dizer usada por ele, iludida, acusando-o de não amá-la, isto poderá ser a última pá de cal nas possibilidades de Fernando voltar de um paredão, ao mesmo tempo que justificaria um voto dela para metê-lo na paredão, como já fez uma vez. Ela é a coitadinha apaixonada e rejeitada, ele o vilão que a usa e despreza, este é o enredo que a edição poderá passar para quem não tem ppv para saber a verdade. Desde o inicio ela representa bem esse papel de apaixonada rejeitada, já ele está tostado.
Vai vendo se tem cabimento, depois de uns copos, a Bisca pediu três vezes o panaca em namoro, e ele limitava-se a perguntar se ela queria sofrer. Como oTrouxa não disse sim ao insistente pedido dela, a Biscate começou o teatrinho ordinário de vitimização, chorando vomitando lamúrias, dizendo que ninguém a ama, que quer a mãe dela, que nunca mais vai dizer para ninguém que ama e pedir em namoro. Cena patética, ridícula demais para uma bisca velha, acostumada a assediar homens que não a querem.
Sinceramente, acho que Fernando não tem mais como se livrar da carrapato.Ele já disse tudo o que tinha para dizer e fazê-la entender que o que há entre eles não passa de um casinho sem importância afetiva. Ela simplesmente não quer entender ou faz de propósito para deixá-lo mal na fita...
O cara não quer transar... Disse que gosta da Aline... Ele é safado, mas ela tá pegando pesado, e é de propósito, para poder fazer o papel de vitima para a edição. Vixe, com esse chororô sai a massa corrida das olheiras! Ela fica parecendo Frankstein.
Fingida e dissimulada, quer declaração de amor depois de cercar o cara e se esfregar nele o tempo todo e ele fugindo dela. Agora quer o que?
Caracoles, essa mulher faz-me sentir vergonha alheia e muita pena. 
Mas, vou me divertindo com as ceninhas que ela cria para a edição. Está uma delicinha de ver até onde podem chegar as pessoas abaixo do limbo da mais reles baixaria.
Amanda tem todas as características que tantas outras participantes biscateiras do BBB tinham, vagabas que se arrastaram por homens na casa, especialmente nas festas. Se havia quem considerasse Fani e Natália putinhas descaradas, agora há Amanda que superou tudo quanto as duas fizeram: fez boquete, punheta, e deu o fiofó e a pepeca, em rede nacional, com habilidade de profissa, com um cara que apenas está aproveitando a chance de ter sexo garantido no confinamento, de graça e sem compromisso.
Quando eu pensava que os dois estavam mesmo separados, vejo que ao saírem da festa, foram para o quarto do líder e partiram para a sessão hot sexy. 
Coitada da Panda! Fez toda sorte de rala e rola com o cabrão, mas não conseguiu o que mais queria: que ele a assumisse como namorada e que lhe dissesse “eu te amo”. Triste! Muito triste ver uma mulher se rebaixar tanto! 
Da A farsa da sofrência da Panda abandonada e mal amada surtiu efeito fora da casa, pois o chega para lá que Fernando deu em Amanda, quando ela o pediu em namoro, movimentou as redes sociais na tarde desta quinta-feira. Grande parte dos otários internautas demonstrou sentir peninha da coitadinha, que, após ser trocada por Aline no início do programa, voltou a se envolver com o Bananão. A questão é que, mesmo depois de terem movimentado o edredom, após a festa, Fernando não se mostra a fim de continuar enrolando-se com a Bisca, o cara não tem nenhuma certeza quanto aos seus sentimentos. 
O abestado é muito cego, não enxerga o jogo demolidor da Panda. Faz mal não, não é Nandinho? Se não conseguir ganhar o prêmio milionário, ainda restará a alternativa de tornar-se cafetão da Apanda.

25 de março de 2015

Adrilles arrebentando na fofocalhada!

Hoje, na sauna, Adrilles, Amanda e Fernando relembraram e avaliaram Mariza. Adrilles disse que ela sentia muito ciúme. "Ela admitiu isso. Tudo que ela pôde fazer para piorar a minha situação com a Tamires ela fez" (é de pasmar a maldade desse crápula pérfido). E ela tem ciúme de você (Fernando) com a Amanda, tinha ciúme de mim. Esse ciúme embutia numa série de elucubrações e ela criava", diz o poeteco pérfido, desequilibrado, maudoso e delirante. Ai, que nojoooo! Execro esse cafajeste bocudo!
Fernando tomou gosto com a mexericagem, então, lembrou aos demais o afastamento de Mariza, de sua pessoa. Foi o que bastava para Adrilles retomar a maledicência nojenta, dizendo: "Sabe qual foi a mola propulsora para o afastamento dela de você? Foi o convite que você fez a Amanda e a Tamires para o cinema. Ela disse que estava se sentindo péssima porque estava no Tá com Nada e que pediu para você levá-la para ver o filme. Você a convidou e, a seguir, descartou-a para levar Amanda e Tamires. Ela sentiu nisto um distanciamento seu. E você vivia perguntando quem era mais forte e dizia que a Tamires era muito forte no jogo". Fernando, surpreso com as revelações do fofoqueiro, indagou: "Ela achou que eu me aproximei de Tamires porque achei que ela era forte?". Adrilles continuou com a mexericagem: "Ela começou a criar uma mágoa de você. Agora posso dizer porque todo mundo já sabe. Antes não podia", revela o fuxiqueiro, que não parava devomitar suas maldades contra a amiga ausente. Safaaaado! Queria muito que Mariza estivesse vendo tudo isto.
 Este é o poeta que muitos ainda defendem e desejam que seja o vencedor do BBB15. Esse é o cara mau caráter que acham melhor que Cézar Lima. Abomino gente traíra, não consigo respeitar homem fofoqueiro. Isto é coisa de mulherzinha desocupada de vila de interior. Seja Homem, Adrilles!
As aprontações do poeta não ficaram apenas em sentar o malho em Mariza. Suas inconveniências também atingiram a Panda, que, desde a noite da eliminação de Mariza, quando ouviram o público gritando o nome de Aline, ela e Fernando ficaram de crista baixa. Ele principalmente.
No caso dela, tais clamores pelo nome da rival teve um efeito péssimo, porque a relação com o Bananão estava em banho-maria, desde que ela pegou a tal doença contagiosa que não permite transar enquanto não estiver curada do ataque de bactérias vaginais que resultou em infecção urinária. Inclusive, ela vem insistindo com o Bofe para transarem, mas ele se nega, alegando que ela está doente (não sei como ela tem vontade de sexo, pois esse tipo de inflamação é muito dolorosa, além de coçar muito). 
O clima está estranho entre os dois, principalmente, porque o safadão disse que só farão sexo fora da casa. Até então ficarão em abstinência, em respeito à mãe dela (só agora, depois que praticaram toda sorte de fudelância e nojeiras ?) A Capachilda é tão rasteira que disse que a mãe dela não se incomoda com essas coisas. Vai vendo, que moral familiar...
A mulher é tão doida por vuco-vuco que mesmo com a pepeca bichada quer transar com o Bananão. E ele correndo dela como o diabo corre da cruz, borrando-se de medo de pegar a xanha.
Pois é, o climão já está fervendo e o que faz Adrilles? Resolve jogar mais caca no ventilador e, em sua doentia compulsão para fofocar, contou para Amanda que Fernando havia pedido Aline em casamento, que se dizia apaixonado por ela, etc, etc. 
A reação da Panda, que já se ressentia da frieza de Fernando, foi retomar seu papel de vítima enganada, e haja chororô, haja lamúria e coitadismo. Adriles ficou se esforçando para levantar o astral da vagaba. Vai vendo... Tudo fingimento para sair na edição...
Ela não pode se queixar de nada. Amanda quis o Bananão de qualquer maneira, mesmo sabendo que ele chorava para as câmeras o "amor" que se foi, fingindo um conflito que nunca existiu. Teatrinho puro...
Ela deu em cima, rastejou, humilhou-se, porque queria a qualquer custo transar com o cara, sem querer saber o que houve ao certo entre o Bofe e Aline. 
Agora vem de manha, chorando lágrimas cracodilescas. Pura cena para a edição. Ele, pelo que percebo, já caiu na real, está arrependidaço de ter transado com a Bisca, perdeu a confiança em relação a sua vitória no jogo. A eliminação de Mariza, perdendo para Cézar, a fria que Bial deu em Amanda na edição e o próprio desinteresse dele pela Panda pegajosa, especialmente agora que ela já não é mais útil ao seu jogo sacana estão incomodando muito o canalhão que sempre usou Aline e Amanda.
No meio da fofocalhada dos três só falta contarem para Adrilles que a desistência de Tamires foi por causa do beijo de Rafael. Até hoje ele ignora este fato. Adoraria que contassem e que ele pirasse na batatinha. o assim deixaria de implicar e perseguir Cézar. 
Não acredito numa lágrima da Amanda. Ela sempre soube onde estava se metendo. É escolada neste tipo de relacionamento sacana, já está acostumada a pegar homens comprometidos. E sempre parte pra cima. Ela mesma disse.
Espero que Adrilles continue fofocalhando e espalhando a discórdia na casa. Já estou me divertindo muito com as aprontações dele em apenas uma tarde.
Nunca senti tanto nojo na minha vida como sinto por essa Bisca e seu pequete. A pura menininha esta se sentindo traida, Ó coitadinha! Que judiação dos demônios! Agora a desvalida mocinha ingênua está tão tristinha, com as olheirinhas quase arrastando no chão... 
Será que ela acha que esta convencendo alguém com essa farsa tediosa e aborrecente de menininha apaixonada? Faz um tempão que essa descompensada asquerosa esta encarnando a vítima dos fados, a que ninguém ama, ninguém diz que a ama, e blá, blá, blá. Estou tão compadecida que estou ensopando um lençol de tanto chorar com peninha da Pandinha libidinosa... Buaá, buaá...

O comovente discurso de Bial e o que restou no jogo...


Com um discurso que me fez vir lágrimas aos olhos e um aperto no coração, Pedro Bial, emocionado, com a voz embargada, estendeu a mão à Mariza, chamando-a para fora da casa. Mariza saiu, deixando Cézar sozinho, mais do que nunca, entre os trastes que restaram para se estraçalharem pelo prêmio milionário. Prêmio que espero seja ganho pelo único que o merece, o Caipira por quem Bial não consegue disfarçar uma grande admiração, respeito e afeto.
Somente os medíocres não reconhecem as qualidades e virtudes desse homem simples, filho de um lavrador de alma grande que teve a visão iluminada de fazer os filhos estudarem, para escaparem da vida dura e sacrificada que ele e a mulher tiveram. 
Comoveu-me ver o pai de Cézar, um homem envelhecido, rosto enrugado, humilde e com um semblante bondoso! Tão parecido com tantos caipiras que conheci ao longo de minha vida vivida no nordeste. 
 Comovente a reação de Cézar ao ver o pai! A belíssima relação de amor e carinho entre os dois saltava aos olhos. E Cézar chorou de emoção, transbordou a saudade que sente da família pobre, com a qual se identifica e da qual herdou os valores morais e éticos que fazem dele um ser bem distinto dos cabotinos canalhinhas que restaram na casa.
Se ele vai ser o campeão do BBB15, isto vai depender de um só fato: haverá ou não carta marcada para Amanda ser a vencedora? Só poderemos tirar esta dúvida, que rolou durante todo o programa, na disputa final... 
Depois da vergonha que foi o final do BBB14, com uma falsa sapata debochada, escrachada, despudorada e devassa levando os milhões que jamais mereceu, tudo será possível. Se for para manter a tradição de desrespeito com o público votante, outra mulherzinha vagaba, desavergonhada, baixa e moralmente rasteira passará a perna nos demais e sairá vitoriosa. No BBB, qualquer falcatrua é possível! 
Vamos ao excelente discurso de Pedro Bial: 

No tempo da maldade, a gente não tinha nascido...
Meu nome é Cézar Lima.
Nasci no BBB1.
Cresci com cada campeão, aprendi seus truques, trunfos, 
tiques e discursos.
Da pobreza, trouxe a sede de instrução.
Embriago-me de palavras, a língua é minha cachaça.
Sou minha própria criatura, eu mesmo a armadura 
que se assenta sobre mim.
Refugio-me na solidão, é meu abrigo, onde busco me encontrar.

Tenho medo.
Tenho medo, e meu nome é Mariza Moreira.
Acredito sim que a gente é obrigado a ser feliz.
Faço qualquer coisa para fugir da solidão.
Busco me encontrar no outro.
Renasci com meus filhos, um por um.
Enquanto cresciam, eu se me esquecia.
Fui me desconstruindo, indo, até redescobrir, olhe onde.
Olhe onde eu vim parar: aqui.
Nesse lugar, onde a coisa mais esquisita é gente comum.
Fatal que o faz de conta terminasse assim.
Agora você era o herói.
Enfrentaste batalhões.
E já não tem medo.
Vem, me dê a mão, Mariza.

Imagino o quanto Bial se sente constrangido vendo o papelão que o poeteiro Adrilles, um homem que não cresceu, um mimadinho infantilóide até na voz horrorosa e indefinida com seus falsetes femininos e um som de taquara rachada, simplesmente desagradável. Invejoso, não suporta Cézar porque Tamires se engraçou com o fortão, dono de um físico de macho invejado pelo baixotinho Adrilles. O rancor que sente por Cézar condiz bem com sua personalidade dúbia, escorregadia, mendicante de afeto e de elogios, que melhore sua auto estima tão pobrinha. Um cara que não construiu nada na vida, é jornalista, mas não exerce a profissão, não tem vida própria e mora com a mamãezinha (coitado do padrasto que o tem de aturar). Boa fama não tem onde mora e, depois da perseguição doentia com que torturou Tamires na casa, comportando-se como um retardado incapaz de compreender que não era aceito pela moça, vai ouvir muitos achincalhes fora da casa.  Quais foram os livros de poesia que Adrilles já publicou em 40 anos de vida?  Agora rasteja aos pés de uma ordinária e de um canalha, babando ovo, sendo humilhado e ridicularizado pelos dois.
Como Amanda e Fernando são infinitamente piores que ele, gostaria que pegasse o segundo lugar, sempre ocupado por pessoas que por milagre chegaram lá, como a safadenha (Ângela) do BBB14, o insignificante Nasser ( do BBB13), o mala médico namorado de Maria Mellilo (BBB12) e por aí vai em quase todas as edições do BBB. 

Quero mesmo na bandeja é a cabeça de Fernando, no próximo paredão. Este sim foi o maior canalha, falso, galinha, jogador sujo de estratégias rasteiras de todas as edições. Fernando fez exatamente o que execrou em Fran na primeira semana, quando a acusou de ter dito que conquistaria as pessoas para, na hora certa, meter o punhal nas costas. Fran foi condenada como uma criminosa traidora e falsa, saindo com rejeição no primeiro paredão. Fernando é a versão masculina de Fran. Tão falso e perigoso quanto ela. Amanda é podre, mas prefiro que pegue o terceiro lugar... Uma classificação tão pifiazinha, tão sem glamour, sem holofotes e sem prêmio.

            Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk... Idiotinha ridícula!  Ela já ouviu de Fernando a frase mágica que diz jamais ter ouvido? Alguém  ouviu ele dizer "EU TE AMO" para a baranguete?  Tadinha!



Ave, Cézar!


Não nego que estou muito triste com a eliminação de Mariza, minha primeira preferida para vencer o BBB15. Todavia, saiu decepcionada, mas de cabeça erguida, saiu por ter sido ética mais da conta ao dar o colar do Anjo para quem menos os merecia, justamente ao poeteiro patifezinho que se recusaria a ajudá-la a escapar da eliminação, evitando ir com Cézar, que ela sabia ser muito forte. Nada mais há a fazer. Allea jacta est!

Quem vai ganhar o segundo e terceiros lugares, pouco me importa. O que me importa é ver Cézar Lima campeão. Cézar meu segundo preferido, o homem das mãos lindas, o homem íntegro, excelente caráter, honesto, transparente, bem humorado, sincero, que me conquistou pouco a pouco, da mesma forma que conquistou tantas pessoas neste imenso Brasil. Quiçá pessoas, como eu, cansadas dos traíras, dos desonestos, dos covardes, dos corruptos, dos falsos amigos, como esses três que restaram na casa, prontos para o mandarem para o próximo paredão.
Será que mandarão mesmo? Quem terá coragem de enfrentar Cézar Lima, depois desta volta que nenhum deles esperava? Logo Cézar que todos nenosprezam, criticam, debocham e vêem como um caipira tosco, pobretão e ridículo, voltou de um paredão com Mariza, considerada forte! Se não forem burros como acho que são, entenderão o recado do público. Isto é o que vamos ver.
O poeteiro ridículo e pateta já está lambendo as patas de Amanda e Fernando, depois de ter feito um teatrinho com Cézar, fingindo que está contente com a vitória dele. Hipócrita!
O bom é ver os três paspalhos dando tratos à bola para digerirem a vitória de Cézar... Amanda, a quem Bial não deu muita confiança (não deixou-a cantar, nem tchum para ela), está com o monossílabo na mão, sentindo que não está bem na fita. Fernando, depois de ter feito a rigorosa limpeza no nariz com os dedos em rede nacional, está visivelmente encucado. Nenhum deles entendem como ao pessoa que eles consideram o pior jogador do BBB15 pode ter voltado de cinco paredões. Adoro ver a cara de perplexidade e desalento deles depois de uma eliminação.
No início do programa encantei-me com Fernando e o tinha entre os meus três preferidos até ele deixar cair a máscara de bom moço, deixando a descoberto o seu lado canalha e o seu mau caráter , envolvendo-se com outra da sua mesma laia, a piranhosa Amanda. Adrilles fez parte de minha lista de favoritos, até ele trair a confiança, primeiramente de Fernando, quando este era líder, passando para o grupão chefiado por Angélica a estratégia dele para o paredão. Com a sua atitude traira com Mariza, revelando para Amanda e Fernando o jogo dela, passei a detestá-lo. Abomino quem trai amigos, trairagem é uma falha de caráter que não consigo perdoar. A última pá de terra que esse poeteiro ridículo jogou em qualquer possibilidade de ter de volta a minha confiança, caiu de vez com a sua derradeira facada nas costas de sua única amiga, fiel e solidária dentro daquele antro. Agora minha torcida é de Cézar e só!!! 
Mil vezes o Cézar com seu personagem forçado, seu discurso enrolado e repetitivo do que o falso amigo Adrilles... Abomino, execro e desprezo gente traíra!!! Mariza contava com a ajuda dele, mas o pulha preferiu defender o casalzinho nojento, salvando-os do paredão... Um 2º lugar já é muito para esse bostinha pedante e dono da verdade. Poeteiro babaca! Só não desejo que ele saia antes de Fernando ou Amanda, porque esses dois crapulazinhos são infinitamente piores, são o lixo não reciclável do BBB 15!
Samba gatinho! Dança na cara dos três paspalhos...

23 de março de 2015

Que gentalha é esta?

Ficaaa, Mariza!
Não estou com bom estado de espírito para escrever uma postagem, sem carregar demais nas tintas, sem pegar pesado com o cabrãozinho mimado, filhinho da mamãe, o mesmo que inferizou a vida de Tamires dentro da casa, o mesmo bocudo, incapaz de guardar uma confidência, pedante e arrogante, morto de inveja dos prêmios de Mariza e dos músculos de Cézar, além de apavorado com a possibilidade de perder o prêmio milionário para a professorinha que ele tantas vezes menoscabou. Assim, tomei a liberdade de postar os comentários de dois comentaristas do excelente blog Artigolândia, do amigo Art, que considero de leitura imperdível, seja pelas inteligentes, sedutoras e lúcidas postagens do blogueiro, seja pelos comentários igualmente inteligentes, interessantes e simpáticos dos/das comentaristas que frequentam assiduamente o espaço, com contribuições excelentes para quem gosta de análises sérias e bem escritas. Escolher entre tantos não foi fácil. Optei por dois comentários com os quais me identifiquei, por expressarem o que eu gostaria de escrever. São eles Jack e Rúcula. Vamos aos seus escritos:

"Adrilles cagalhão", só digo isso!
O cara supostamente tem uma aliança/relação de afeto com a Mariza e manda ela pra parede com um cara supostamente forte? Um cara que a Mariza não queria ir com…?
Por que não dar a aliada o desejo realizado então, de ir com quem ela queria, no caso o Fernando?
Manipuladinho da porra.
E Fernando mostrando que o jogo dele foi extremamente eficaz – pra dentro, porque sabe que em paredão é no mínimo 85%. E a Mariza percebendo só agora".
Autor: Written by Jack . Comentarista do blog Artigolândia.

"É um “jogo poeta”. Só os extremamente sensíveis o entendem. E entendem, até mesmo sendo ela a que o acompanhou em todas as solidões e zarações vividas. Mas, todo poeta é humano e tem culhões… para ir a uma final só?
Sei não. Não os teve para respeitar a parceira de jogo desde o início. Não os teve para não a respeitar, agora, por seus tiquetes cotidianos como o roncar. Não os teve para a cumplicidade precisa: a da hora difícil. Não os teve para, sozinho, fazer a mínima leitura do jogo. Não os teve para se lembrar que no enfrentamento físico com Luan – por causa do homem de todas as mulheres e noites – foi ela a socorrê-lo em busca de defesa.
Não os teve, para entender o que ela queria lhe dizer sobre o fala mansa ser amado por todos e estar envolto em todos os conflitos da casa. Não os teve para reconhecer no trabalho dela o mesmo valor do trabalho que ele tanto alardeou no da comunidade. Não os teve para um voto necessário que não a livraria do paredão mas que era o preferido por ela. Não os teve,
principalmente, agora no final, sendo covarde o suficiente para chamá-la – “entredentes e prejorativamente”, de “GOVERNANTA”…
Jack! você fez a pergunta: teria ele culhões de votar no fala mansa? Quem sabe ele achou que sim?… Triste poeta! Triste homem! Triste companheiro de papos políticos: aquela turma não contava com essa. Vá em frente!
Talvez pela última vez, mas com a maior força, eu grito: GO MARISA!"
Autora: Rúcula. Comentarista do blog Artigolândia.

De mim, só tenho a dizer que torço por Mariza, de coração partido por ver Cézar competindo com ela num paredão cruel, injusto armado por três pessoas que se atraem pela semelhança de sentimentos mesquinhos, por pertencerem a mesma raça anã de alma obscura. Se Mariza for eliminada, Cézar vai meter terrorismo com sua quinta vitória contra os que, desde o início, o perseguem, menosprezam, tratam-no como gente de terceira classe. Quero Mariza vitoriosa nesse paredão e na última disputa pelo prêmio milionário que somente ela e Cézar merecem. Os outros três deveriam ter vergonha de olhar a própria face no espelho!

22 de março de 2015

Cinqüenta tons de bacalhau!


O final do BBB15 está chegando e o marasmo tomando conta da casa. Cansei de BBB. Cansei de ver gente safada tentando puxar o tapete do outro por causa de dinheiro. Cansei de ver mulher sem vergonha dando espetáculo em rede nacional. Hoje teremos mais um espetáculo circense com Fernando escapando do paredão, mais uma vez, simplesmente porque Adrilles não une forças com Mariza para livrá-la de ir com Cézar. Uma pena. 
Hoje o bafão na net é a falta de higiene genital de Apanda resultando em doença. A mulher se rala de coceiras, ardores e mau cheiro nas partes mal lavadas.
A porquinha está com candidíase (fungos). Pela conversa dela com o também mal lavado Fernando a candidíase é contagiosa e passa para o parceiro. Vixe, danou-se tudo: agora cai a pistola!
Ela, depois da consulta com a médica, deu o recado da mesma para ele: se sentir coceira também deve ser medicado. O amor é lindo, né mesmo? 
Amanda desde a madrugada não está mais ao lado do amado porquito. A produção cortou os baratos dela... Bacaninha demais!
Gente, quando o próprio peguete diz que a infecção da Bisca tem relação com a falta de higiene, é porque a coisa está feia. Mulher cheirando mal só um porquito como Fernando suporta... Que tesão! Que maravilha de cheirinho a bacalhau!
Eu já tinha percebido que Amanda não é chegada à limpeza corporal, porque depois de se esbaldar de dançar nas festas, de suar às bicas, ela não toma banho e, assim mesmo fedida, vai para a cama com Fernando que, por sua vez, também se deita sem banho. 
Certa vez vi Fernando dando umas indiretas sobre higiene tipo já escovou os dentes? Por outro lado, ela toma banho de biquíni, bem rápidos, e não lava as chafurdadas áreas genitais com o devido cuidado. Logo, tem que feder. Se fosse só o fedor já seria um horror, imagine-se estar com doenças resultantes da falta de higiene! Ecaaa, estou passada e pendurada no cabide com essa!
Como não há mal que não venha para o bem, decerto esse problema de saúde da Fedida dama, vai nos poupar das cenas ridículas de putaria, até quinta-feira. Vai vendo quanta baixaria... Coisa de kenga mesmo. Todavia, o casal fedido sabe outras formas de piranhagem. Vão voltar às relações manuais exclusivamente, isto se, por causa da porquice, daqui a pouco não estejam cheios de sapinho na boca.
Problemas nas partes baixas da Apanda devido à sujeira é de não se acreditar. Mas, tinha que dar nessa vergonheira, se não se comprazem com uma prática de sexo mais cuidadoso, em vez daquele vuco-vuco vaginal, logo após anal. Mesmo com camisinha, é uma seboseira impensável para qualquer pessoa que se cuide, que se preze. É perigoso ter uma infecção urinária... pode até matar! Mas o que esperar de mulher fim de feira? Ela vai surtar porque o medico vai proibir a fudelância, por causa do contágio... 
Achei o fim da picada quando estavam os dois no Quarto Laranja e ela explicou o que estava sentindo, e ele largou essa: Falta de higiene causa isto... Matou! Que vexameeeee! Ele deve ter notado que ela,  também, não toma banho depois do sexo e passa o dia todo sem se lavar.
Nem as jovens que fazem sexo por dinheiro são tão sujas. Ao contrário, elas se cuidam muito.
Que vergonha! Que fama de ordinária essa mulher vai levar do BBB. Muito triste! Feder a bacalhau é fim de estrada!

Adrilles é uma pessoa interessante, cativante e do bem, mas nessa reta final, quando mais deveria estar unido à Mariza, está covarde e querendo se agarrar à Fernando e Amanda, porque acha que os dois estão bem aqui fora. Que coisa feia! Muito feia mesmo!
Não sei se, no fundo, o poeta quer que Mariza saia, para ele se garantir na final. Ontem estava muito antipático e irritadiço com ela, falando para quem quisesse escutar que ela já ganhou muito, o equivalente ao segundo lugar e tal. O cara parecia roxo de recalque por causa do carro que ela ganhou na prova, estava irreconhecível... Irritou-se por ela estar alegre e deu-lhe vários foras invejosos. Triste ver cenas de histeria tão inadequadas para um homem com o nível cultural dele. Onde fica a sensibilidade dele nestas horas em que baixa tanto o nível?
Agora deve estar satisfeito porque Mariza perdeu a prova da comida e ficou no “Tá com nada”, que detesta, está chateada, triste e quieta. Mas ainda o quero em segundo, apesar dos pesares, por falta de outras opções. 
Adrilles topou combinar votos com Mariza para votarem juntos em Rafael, agora, diz que não vota na insuportável Amanda, mesmo sabendo o risco que Mariza corre indo ao paredão com César. Quem tem um amigo como ele, não precisa de inimigos!
Ah! Estou outra vez decepcionada com o poeta. Tola é Mariza que não dá a imunidade para Cézar, deixando o amigo da onça sem opção que não sejam Amanda ou Fernando. Ele ainda vai quebrar a cara, muito burro!! O público não aceita trairagem!
Pior que se negar a votar junto com Mariza é fazer o que ele fez ontem à noite, contando para Amanda toda a conversa confidencial que teve com a Mariza, e principalmente, que ela não queria ir para o paredão com o César, que gostaria de ir com qualquer um menos com o César e com ele (Adrilles), o que vale dizer que ela quer ir com Fernando ou ela própria. Foi desleal, da mesma forma que já havia sido com Fernando, quando traiu a confiança deste e contou para Tamires a estratégia dele (como líder), além de outras fofocas ridículas.
Este é um defeito do Adrilles: ser muito bocudo. O sujeitinho está começando a pisar na bola. Atitude muito feia, indigna de um homem de bem.