7 de janeiro de 2015

Big Brother Brasil à vista!


No limiar de mais uma edição do "Big Brother Brasil", com estreia prevista para o dia 20 de janeiro, numa terça-feira, o programa está na fase final da seleção dos participantes. A "cadeira elétrica", fase que define a seleção definitiva dos candidatos já foi concluída. Os novos selecionados serão avisados sobre a participação entre quinta-feira (dia 8) e sábado (dia 10) e, em seguida, os primeiros serão encaminhados ao confinamento em um hotel localizado no Rio de Janeiro, onde ficarão até a data da estreia.
A atração deste ano, graças a Deus, não contará com a presença do super xarope Boninho como diretor-geral. No entanto, ele ficará na supervisão à distância do programa, estando à frente então o diretor Rodrigo Dourado. Isto já significa uma melhorada na bagaça, com esperanças de que o programa, que já foi tão divertido, volte a despertar o interesse do público. Infelizmente, teremos que continuar digerindo a presença indigesta do desgastado apresentador Pedro Bial manipulando os participantes, interferindo desastrosamente no andamento do programa, que se prolongará até abril deste ano.
Além dos tão esperados competidores da atração, o reality conta com outro artista para assumir as reportagens especiais. Substituindo a sem graça Mônica Iozzi, que recentemente mudou visual para estrear na novela "Alto Astral ", o humorista Rodrigo Sant'Anna foi confirmado como repórter da próxima edição. "Recebi o convite do Boninho e aceitei. Não tenho muito ideia do que vou fazer, mas já tenho algumas coisas na cabeça. Espero me divertir", salientou o artista. Brincou ainda: "Na semana que vem vou saber mais detalhes da minha participação. 
Reality capaz de dividir opiniões do público graças às polêmicas, o "Big Brother Brasil" segue a cada ano com mais novidades, algumas desastrosas, outras construídas sobre baixarias. 
Em recente entrevista ao jornal "Extra", Pedro Bial adiantou que, após 14 edições da casa mais vigiada do Brasil, o programa retoma a alguns formatos anteriores. "Nos últimos anos, houve uma uniformização dos participantes. Era todo mundo parecido (de baixo nível). Dessa vez, vamos voltar ao básico. Haverá uma diversidade física, etária e social muito grande, e eles ficarão mais isolados, como nunca", revelou o apresentador do programa, que na última edição, lançou um livro baseado em seus discursos no programa, discursos que nem sempre são entendidos pelo público e menos ainda pelos limitados participantes.
Bial tem aparecido em frequentes entradas na emissora, fazendo a propaganda da bagaça. A turma está cheia de dedos com esta edição, porque a audiência foi tão baixa no BBB14 que bateu a insegurança e o desespero para salvar do poço de lama fétida o reality da Globo. 
Vão ter que se esforçar muito para atrair o público que se evadiu, enojado com as baixarias sexuais e as atitudes vulgares dos confinados e, quiçá, com as leviandades e babaquices do apresentador.
Estaremos aqui de olhos bem abertos para aplaudir mudanças producentes e sentar a boca no trombone para as safadezas que venham a empestiar a atração.

3 comentários:

sonia ramos disse...

De oooooolho mesmo!rs

sonia ramos disse...

De oooooolho mesmo!rs

sonia ramos disse...

De oooooolho mesmo!rs Sonia ramos RJ