27 de novembro de 2014

A roça das futriqueiras! FORA BRUNINHA!...


Enfim, a felicidade de ver a super futriqueira Bruninha na roça e com grandes possibilidades de ser defenestrada hoje à noite. Claro que, se pudesse ser, o ideal seria saírem as três  (ela, Pepê e Nenem) montadas na mesma vassoura... Hehehehehe... Bruxas encapetadas!
Bruninha ficou P... da vida com a sua indicação para a roça, vez que já se julgava a vencedora, juntamente com Pepê e Nenem. A garota está com idéia fixa em demolir Heloísa, parece samba de uma nota só, pois não faz outra coisa que não seja espinafrar Heloísa 24 horas sem tréguas. Que garota chatinha, burrinha, mediocrezinha e sem classe... A diaba de saias não tem outro assunto, são sempre as mesmas historinhas deturpadas, as mesmíssimas fofoquinhas e mentiras. O resultado de tantas maledicências martelando nos ouvidos dos demais é que o pequeno grupo está desunido, amizades destruídas e a mal querência correndo solta no pasto. Tanto fuxicou contra Heloísa nos ouvidos de DH que conseguiu destruir a velha camaradagem dele com Heloísa. Ele, como é um frangote fraco e sem tutano, aderiu às maldades da despeitadinha e passou a detonar a ex-amiga. Azar o dele: está queimado de fazer pena! Cabrão falso e sem personalidade...
Bruninha está enlouquecida de ódio e frustração por ter que sentar a bundinha gorda no banquinho dos réus e roer as unhas de aflição (ou serão garras?) até ouvir a sentença do público. Espero que ela pague caro por suas calúnias, mentiras e intrigas. Baixaria tem limites... 

DH, defendendo Bruninha, ficou histérico, gritou, esperneou e ofendeu Heloísa, sem dó ou piedade, cego para o fato de que estava sendo injusto e traíra. A máscara do cabrão espatifou-se no chão. De amigo e boa pessoa, ele nada tem. 

 As gêmeas, Pepê e Neném, se posicionaram do lado de Bruninha, de lambe as botas, crentes que estão fazendo uma excelente figura. Como são limitadas, burras e falsetas!
Minha torcida para a roça de hoje é contra Bruninha! Pepê/Nenem são menos ruins que essa encapetada com cara de anjinho.
Léo, Heloísa e Baby na final! O resto que vá lamber sabão em suas casa. Não deixarão saudades!

26 de novembro de 2014

A Fazenda 7 em ritmo de acelerado para a final...


Não tenho postado nada sobre A Fazenda 7. É verdade! Isto não quer dizer que eu tenha deixado de acompanhar o programa, muito ao contrário: estou por dentro de toda a nojeira que se desenrola no mundinho do chatérrimo Brito Junior. O que me falta é vontade de escrever sobre a vidinha medíocre e pobrinha de valores dos que sobraram para chegarem à final. 
Como a produção do reality deu uma trégua às suas costumeiras manipulações nas roças, provas, etc., resolvi voltar a dar meus pitacos.
Se eu adorei a eliminação da sonsa Débora, gostei mais ainda da eliminação de Marllos, seu pseudo grande amor, na noite de ontem. Enfim, saiu do jogo o cara que já se julgava o vencedor. Ainda bem que o público de A Fazenda não é exatamente o mesmo do Big Brother Brasil no que diz respeito a casais de mentirinha que se fingem de apaixonados para permanecerem no jogo. Isto não cola no reality da Record. O público elimina mesmo os falsos apaixonados. Adooooro!
Ficou Leo. Espero que esteja na final com Heloísa e Baby.

O fato de Heloísa ter ganhado a prova do baú, foi um gol de placa formidável, na medida em que, logo no primeiro envelope aberto por ela havia um carro para ela presentear um dos peões. Claro que ela escolheu sua parceira fiel Babi Rossi. Mas a grande surpresa lhe veio do segundo envelope que a informava que já está na final. Merecedíssimo prêmio! Heloísa é meu xodó. Admiro a sua personalidade e sua forma de jogar transparente e leal.
Ainda restaram dois envelopes para serem abertos na próxima roça, a ser realizada na noite de hoje (26). No entanto, longe dos demais peões e peoas, coube a ela tomar conhecimento dos seus conteúdos e decidir quem os receberia, entre os dois que estavam na roça. Um deles dá imunidade ao peão, e ela deu a Léo, para defender Babi, por achar que Marlos, se voltasse da roça, iria perseguir sua amiga, o outro envelope, que foi destinado a Marlos. Este, se ele voltasse, estaria automaticamente na roça. O melhor é que ela não pode contar a ninguém sobre o conteúdo dos envelopes, tem que ficar em segredo. 
Essa Arca foi porreta! Amei! Heloísa merece demais esse prêmio, já que tem sido atacada, desde o início do programa, por muitos invejosos e falsos que se acham superiores a ela e não são. Heloísa é a melhor participante, a melhor jogadora e uma pessoa íntegra e dona de uma personalidade marcante. 

Espero que a tal Bruninha maldade, despeito, inveja e falsidade seja indicada para a roça de hoje e saia voando montada em sua vassoura de bruxa. Essa garota é osso duro de roer, esteve envolvida em quase todas as intrigas ocorridas ao longo dos dois meses do programa. A garota adora aparecer à custa de barracos, na mesma medida em que se dedica com furioso gosto a fomentar a discórdia, levando e trazendo, mexericando, jogando uns contra os outros. É uma coisinha inexpressiva, chegada joguinho nutrido de muita falsidade e fofocas reles. Como é uma jararaquinha venenosa e muito esperta, logo sacou a preferência de Babi e Heloísa pelo público. A partir daí sua torpe estratégia resume-se em queimar a imagem de Heloísa perante a opinião pública, além de não medir esforços para tecer intrigas que joguem Babi contra ela. Joguinho nojento, desonesto, torpe, e bem típico de gente burra que desenvolveu uma auto imagem hiperbólica de qualidades que não possui, de uma pseudo celebridade que está bem longe de ser. Aliás, quem é mesmo essa MC Bruninha? AH! Sei, é aquela coisinha insignificante que acusou Anita de plágio e perdeu, na justiça, o processo contra a cantora. Hehehehehehe...
Heloísa, contrariando o desejo da Produção tendenciosa, ganhou a prova do Baú e foi premiada com sua inclusão na final, sem passar mais por roças. Sem sombras de dúvidas, a produção não quer a vitória de Heloisa, fato facilmente percebível nas edições que vem colocando a peoa como a vilã da edição, como a fofoqueira-mor, atribuindo-lhe uma personalidade dúbia... O que não passa de uma grande   da verdade. Acontece que é Andrea Sorvetão a favorita da ganhar, mas essa Fazenda não é de Andrea direção de A Fazenda 7, mostrada sempre como a melhor pessoa do mundo, uma meiga e altruísta participante, sempre disposta a ajudar a todos. Que imensa mentira! Quem acompanha o programa 24 horas a imagem da ex-paquita é bem contrária à que a produção fabrica para passar ao público. Andréa é uma cobra venenosa, altamente manipuladora, falsa, jogadora fria e calculista que se faz passar como a "parceira" amiga de todos. É uma bruxa perigosa... Andréa faz uma bela dupla do mal com Bruninha. 
Heloísa, com seu jeito estabanado e desligado, é simplesmente encantadora e engraçada. Se o público está aplaudindo a sua atuação, isto se deve justamente à sua forma transparente e única de se conduzir. O público ama pessoas com bom caráter.
Ela e Baby fazem um par de amigas muito simpático. Ambas são estabanadas, engraçadas e bom caráter. Isto provoca a inveja dos outros participantes, medíocres e incapazes de suportarem o encanto das duas

Pepê e Nenem, infelizmente, são a encarnação da antipatia. Prefiro não escrever nada sobre as duas. Esperarei com paciência a hora em que forem eliminadas. Gostava da dupla na época em que se vestiam como mulher, não eram bombadas nem masculinizadas. E como são mexeriqueiras e falsas.
É curiosa a mudança que está acelerando o final do programa, com roças sucessivas. Será que estão correndo atrás do prejuízo?  Não estão mais aguentando levar adiante por mais tempo esse fracassa do reality?  É, aqueles lá não estão com nada. São uns mediocres chatos. Só se salvam Helô e Baby... 
Apressa, Brito, acaba logo com esse reality de quinta categoria.

6 de novembro de 2014

Mais um resultado fraudado elimina Robson Caetano.


Enfim, o resultado da roça foi exatamente o que eu esperava, considerando a pouca confiabilidade do programa. Mais uma vez o resultado contraria todas as enquetes que davam Robson Caetano como o vencedor, com o duplo da votação que recebeu a bonitinha Débora Lyra.


É de pasmar a cara de pau de Brito Junior ao anunciar a vitória da ficante de Marlos com 62% dos votos. O quadro acima mostra o resultado da enquete do Votalhada. Isso de Brito dizer que a votação foi auditada pela BDO é pura enganação. Ganhou a Miss que está fazendo par amoroso com o bonitão da edição. Um casal na Fazenda era tudo que o apresentador queria. Portanto, não iriam deixar sair a imitadora de Bárbara Evans.


Débora foi para a Fazenda com o script preparado: tentar ser a campeã repetindo o jogo da Bárbara Evans. Na cabecinha vazia da moça, a melhor maneira de vencer o reality seria fazendo um casal que conquistasse a simpatia do público. No esforço para arranjar um par a Miss começou a batalha pela conquista de um ficante: primeiro deu bolas para o super devagar Léo, passou para D. Cristo, até acertar em Marlos (que dizem não gostar da fruta). O romance fake até que parecia ser de verdade o momento em que Brunninha e Babi desmascararam o jogo do casal/mentirinha, o qual foi comentário das equipes Coelho e Avestruz. E além disso, falta ao casal de araque Débora + Marlos personalidade, carisma e mais posicionamentos. Portanto estão muito longe do modelo Bárbara + Mateus. Mesmo assim, funcionou a farsa. A Emissora quer um casal para alavancar a pífia audiência do programa chatíssimo...
Robson Caetano é mais um ótimo participante que deixa o jogo, um homem educado, um campeão olímpico, campeão no Dança dos Famosos da Globo e um dos poucos famosos presente no programa.  Celebridade somente ele, uma figura conhecida internacionalmente e de forma positiva.
Na verdade, A Fazenda não é programa para uma pessoa da categoria de Robson Caetano. Aquela gentalha que lá está não tem respeito nem por eles mesmos. Cambada de mexeriqueiros, vulgares, maldosos e sem educação.

5 de novembro de 2014

A Fazenda é um fiasco de dar dó...

Não é novidade para a direção de A FAZENDA que o reality da Record está sendo um medonho fracasso. O programa, desde o seu início, está no vermelho, com uma audiência baixíssima, com a maioria dos blogs que cobriam o programa sem interesse em comentar o que se passa em Itu. Além disso o programa está no prejuízo, porque não vem faturando mais como nas edições passadas. Mesmo assim, a Record não desiste de continuar com a atração (que já não atrai ninguém) e já planeja realizar uma outra temporada do reality no ano que vem. Todavia, segundo informa o jornalista Flávio Ricco, a sua próxima edição será inteiramente realizada de forma terceirizada. À emissora, caberá apenas a tarefa de supervisionar os trabalhos. Toda a equipe de produção será dispensada ao fim da temporada atual. Pode até ser que livres do desastre que é Brito Junior como apresentador, com a seleção dos participantes feitas por pessoas mais gabaritadas para tal tarefa, ainda consigam salvar A Fazenda da ruína absoluta.
A Fazenda já está em sua sétima edição sob a direção de Carielle e sua quipe de produção. Se não adquiriram até hoje a devida competência para realizarem um Reality Show que seja, de fato, o que propõe o modelo desse tipo de programa, não seria na sétima edição que iriam exibir a qualidade que se espera de um evento dessa natureza. 
A Fazenda é um fiasco de dar dó... Dá aflição assistir o que se passa na casa grande, nas provas (manipuladas) nas formações de roça, com aquele ridículo Baú e os blefes que gera. O fato é que, a cada edição, A Fazenda piora e vai perdendo audiência, afastando os patrocinadores em razão dos problemas que vem apresentando, dentre os quais a falta de transparência, de credibilidade, de competência e de profissionalismo por parte de sua produção e direção. Para piorar mais ainda a situação periclitante do reality, o apresentador é péssimo. Em sete anos à frente do programa, não melhorou pouca coisa, continua com seus insuportáveis e ridículos suspenses, tão forçados que não suscitam nenhuma curiosidade. Forçado demais, repetitivo de dar aflição, cheio de tiques e expressões infantilóides, Brito Junior não é a pessoa indicada para estar à frente de um programa dessa natureza. Ele é a personificação da chatice, da falta de carisma e de senso do ridículo.
As provas são vergonhosamente fraudadas. É indisfarçável a falta de transparência em quase todas que foram executadas até agora ( apesar de serem muito criativas e ibteressantes). A fraude é notória pela falta de cronômetro nas provas com contagem de tempo. No caso do Baú, o conteúdo dos envelopes não é comunicado ao público, o resultado das votações completamente distanciado do resultado anunciados nas enquetes. O desrespeito com as mulheres atacadas moralmente, os gritos medonhos que ouvem dos machões são comum no cotidiano do programa... Nem a hora das refeições é respeitada, bem com as boas maneiras usuais à mesa. 
Gostaria de saber de qual hospício trouxeram a maioria dos que estão em A Fazenda 7. Comportam-se como um bando de doentes mentais, de sádicos e gentalha sem um pingo de educação. Em alguns momentos o sadismo raia à perversidade, como costuma acontecer na formação das roças, como quando Filipeh humilhou, desacatou e desmoralizou as irmãs negras Pepê e Nenem, acusou Bruninha de imitar Anita e se fazer de vítima, chamou Heloísa de bêbada, etc, etc. Isto sem que o apresentador incompetente nada fizesse para pôr freios no palavrório desumano e preconceituoso do gay sem freios na língua viperina... 
É incompreensível que uma produção e um diretor de um reality sediado em um lugar tão esplendoroso, não consigam enxergar o cenário maravilhoso que têm para fazerem um estupendo programa, prefiram transformar a beleza exuberante daquela fazenda belíssima, com seus animais, jardins, e as imensas chances de promoverem momentos prazerosos de diversão, de deleite para os participantes e telespectadores, preferindo fazer daquele paraíso um lugar de disputas belicosas de gente calhorda, de cenário para barracos eivados de brutalidade, de ofensas e injúrias dignas do extinto Carandiru. E toda a canalhice que rola na casa sede é aplaudida e estimulada pelo diretorzinho incompetente e chegado a uma baixaria. Ontem, a edição foi quase toda dedicada a mostrar as pugnas nojentas, as acusações sórdidas, os insultos asquerosos, muita gritaria, trocas de palavrões pesados, enfim: muita lama respingando em todos. O pior foi ver o apresentador bundão apresentando tais cenas com comentários ridículos, como se fosse mostrar grandes e edificantes ocorrências. 
A roça está formada com Débora e Robson Caetano. Se ela sair, nos livrará do casalzinho insosso de mentirinha que formou com Marllos para fazerem média com o público adolescente e as sofanáticas por romances) e que, segundo os comentários de Cris Flores no programa da manhã, é gay (um absurdo tal comentário difamatório feito por uma apresentadora da própria emissora em rede nacional. Eu não notei que o belo jovem não gostasse da fruta). Débora e Marlos tentam imitar Bárbara Evans e Matheus, iludidos pelo desejo de obterem o mesmo sucesso desses dois. Tadinhos... Sabem de nada, inocentes!
Abomino Felipeh e Bruna Tang, a dupla mais malévola, maledicente, demolidoras da imagem alheia e vaidosa da edição, talvez de todas as edições. 
Torço por Robson Caetano desde o início, para mim a pessoa mais decente da edição. Ele anda melancólico nos últimos dias, parece que está deprimido (ou enojado de tanta gente falsa, rasteira e maldosa). Espero que ele continue no jogo solo, jogando bem , como vem fazendo.

Não tenho comentado, simplesmente por não haver nada interessante a comentar. As coisas se repetem ad infinitum no reino dos insignificantes participantes de A Fazenda 7. Não me interessa ficar narrando as contínuas brigas e troca de insultos que ocupam todo o dia e noite dos confinados, tampouco tenho paciência para falar nas fofocas, maledicências e combinações de votos que ocupam as mentes vazias dessa turma desmiolada.