4 de agosto de 2014

Império, mais uma apologia ao romance gay?



Estreou mais uma novela disposta a fazer a apologia do romance gay, desta feita entre dois homens. A coisa virou mania, questão de honra para noveleiros homossexuais dispostos a levantarem a bandeira GLST na Tv Globo. Isso é o que eu chamo forçação de barra, querer a todo custo impingir ao público hetero (uma expressiva maioria) a idéia de que homens de mulheres se atracando, trocando beijos calientes nas novelas é coisa natural e normalíssima. Vai pentear macacos, Rede Globo!...
Assim sendo, mal estreou a novela “Império” e já temos que aturar José Maia se esfregando em um jovem cheio de músculos, bonitaço e com jeito de quem adora explorar um velhote bissexual libidinoso. Claro que a cena provoca discussão porque envolveria um beijo entre dois homens. No capítulo do sábado os dois quase se beijaram, mas ficaram nas preliminares: olhares lânguidos, nas conversinhas piegas de namoradinhos  adolescentes e nas pegações de mãos. 
A cena envolve os personagens Cláudio (José Mayer) e seu amante, Leonardo (Klebber Toledo), e seria exibida no capítulo que vai ao ar na próxima segunda-feira (4). Casado com Beatriz (Suzy Rego) e pai de Enrico (Joaquim Lopes), Claudio está apavorado com a perspectiva de que seu romance com Leonardo seja divulgado pelo blogueiro gay Téo Pereira (Paulo Betti).
É difícil saber se Aguinaldo Silva planeja mesmo exibir este beijo logo no início de “Império” ou se está apenas provocando mais uma polêmica destinada a manter a novela na mídia. Mas, depois das cenas de bordel lésbico protagonizadas pelas farsantes Clarinha e Vanessa no BBB14,  e das duas insossas Clara e Marina na novela anterior, tudo é possível. Em questão de falta de moral e ética a Globo  leva fácil a medalha de ouro.
Todavia, Aguinaldo Silva, autor da novela Império é bem consciente acerca da rejeição de expressiva maioria do público hetero em relação a beijos e romances homossexuais nas novelas. Tanto que duas semanas antes de começar Império, em encontro com jornalistas para tratar do assunto, a questão havia sido feita, e a sua resposta foi: “Acho que como autor, eu tenho que escrever o que a maioria quer assistir. E a maioria do público é hétero. São 90% dos telespectadores que querem ver beijo hétero, não querem ver beijo gay. Eu adoraria ver um beijo entre esses dois homens maravilhosos, mas não é o meu gosto pessoal que importa”.
Em fevereiro, depois que “Amor à Vida” terminou com um beijo entre os personagens de Mateus Solano e Thiago Fragoso, Aguinaldo observou no Twitter: “Continuo mantendo o que sempre disse: nada de beijo gay nas minhas novelas, beijo gay só se for aqui em casa”.
A frase havia sido dita originalmente em 2011, em uma entrevista ao UOL antes da estreia de “Fina Estampa”: “Beijo gay só lá em casa. Não é uma questão da emissora. nem se trata de censura, trata-se de responsabilidade''.
Duvido muito que a Globo não mostre beijos gays em Império, mesmo depois do insucesso de Em Família, com o ibope despencado e a audiência moribunda.
Acredito, inclusive, que no BBB15 teremos de aturar dois gays aos beijos e rolando sob os edredons... Simplesmente porque a moral duvidosa dos que fazem o programa aceita bem esse tipo de exibicionismo, adora sacanagem. 
Espero que Império não descambe para a baixaria, pois me parece uma excelente novela, com uma dinâmica incrível, um ritmo estupendo e uma trama ótima.

Um comentário:

Jane disse...

Oi amiga !
Estou com saudades de ti !
Mas só vou postar (acho) se houver a Fazenda...rsrsrs
BBB nunca mais.
Vc está bem ?
beijo saudoso