9 de dezembro de 2013

Valdirene: propaganda do BBB ou mera crítica?



Até acredito que haja alguma intenção por parte do autor da novela Amor à Vida de fazer propaganda do Big Brother Brasil, quiçá a pedido da produção do programa, amedrontadíssima com a ameaça de um terceiro fracasso consecutivo do já desgastado modelo do reality show e da má condução do mesmo por Bial e pelo diretor desnorteado. Todavia, decodifico a mensagem de Waldir Carrasco como 20% de propaganda e 80% de crítica ferina e irônica ao programa. 
Valdirene tem o perfil bem semelhante ao da maioria das periguetes que empestearam a atração, desde o BBB7, no qual entrou a super escandalosa periguete Fani, lançando a moda da baixaria sexual, do desbocamento, da vulgaridade, dos barracos e das bebedeiras alopradas nas festas. A tagarela personagem lembra enormemente a Anamara, a medonha gralha barraqueira que tive de aturar em duas edições do programa. Como Anamara, Valdirene fala, fala, fala, diz montes de asneiras, cultiva o autoelogio, sem se dar conta da figura ridícula e tosca que é. Palrear é o que importa às duas. 
Valdirene é destituída de conteúdo, de vida interior. Ela é vazia, superficial e fútil como costuma ser a mulherada que participa do programa (com raríssimas exceções). O único objetivo que tem em sua vidinha medíocre é subir na vida, ficar rica e famosa, ter os holofotes da fama sobre sua insignificante pessoa, uma suburbana sem horizontes, tola e que se acha a última bolacha do pacote. Para conseguir tal façanha, a personagem mente, trapaceia, arma truques e não se submete a limites. Além de tudo, Valdirene não pensa, não sabe pensar. Portanto, tem todos os pré-requisitos para entrar no BBB14, como expressão máxima da burrice curvilínea no cenário da bagaça que diverte a uns e enoja a outros. A periguete Valdirene topa tudo para conseguir entrar no BBB14, ela não mede esforços , faz de tudo, comete desatinos. Ao fim e ao cabo a impressão que ela passa é a de que o reality show não é para gente inteligente. Como propaganda do programa não me convence, não acredito que convença a ninguém. Em contrapartida, como crítica é excelente, faz o retrato mais caricata da maioria das doidivanas que participam da pseudo-atração.


6 de dezembro de 2013

O BBB14 vem repaginado e com inovações

A décima quarta temporada do reality global será lançada em 14 de janeiro do ano que vem, deverá ter sua estreia e horários mais avançados que as edições anteriores.
A produção, o "BBB 14" segue avançando a todo vapor. Apesar do núcleo do programa pertencer a Boninho, este delegou muitas tarefas para as equipes que escalou e que desenvolvem trabalhos paralelos, inclusive os que se referem à seleção de participantes. Atualmente, Boninho vem se dedicando ao "The Voice Brasil".
O sigilo sobre os selecionados está sendo radical. Não se sabe sequer se, realmente, entrarão ex-participantes. A eliminação de todos os veteranos no BBB13 foi o claríssimo recado do público para Boninho sobre a desaprovação da novidade sem interesse. Se ele quiser insistir em paparicar as periguetes que tanto aprecia e ex-campeões boçalóide tipo Max Porto, adoraremos mandá-los para a rua, como muito bem fizemos com os seis indigestos da edição do ano em curso.


4 de dezembro de 2013

O que esperar do BBB14?


O Big Brother Brasil 14 já está sendo montado. As inscrições para participantes foram encerradas. Portanto, os dados estão jogados... Vamos aguardar para ver quem serão os felizardos da nova temporada que deverá ter início no dia 14 de janeiro/2014. Segundo informações que chegaram a mim, Bonifácio (Boninho) vai ficar apenas orientando a condução do reality global, passando a linha de frente para outras pessoas mais jovens. Não acredito que esta turminha, discípula de Bonis, venha a acrescentar nada de bom ao que já está ruim demais há muito tempo, devido à insânia da vaidosa e arrogante dupla Bial/Bones. Desde o BBB11, o programa vem rolando numa vertiginosa queda na qualidade, em todos os sentidos, notadamente na escolha dos participantes. Há muito tempo não se vê no BBB jogadores assumidos, dispostos a jogar com inteligência, habilidade e atitude. Não. Isso é coisa do passado que teve em Dourado seu último representante e na edição em que este participou a última a empolgar o público
Decerto, vão incluir no elenco uma meia dúzia de ex-BBBs, apesar do fracasso da tentativa feita na edição 2013, empurrando goela abaixo dos telespectadores seis ex-participantes, dentre os quais somente dois tinha condições de retornar: Bambam e Domini. Mesmo assim, o querido Domini já não era o mesmo, envelhecera, perdera a garra de excelente jogador que mostrara na terceira edição do programa. Os outros quatro eram o que havia de pior na história do programa. Yuri nem merece comentários, nunca vi tanta boçalidade e empáfia concentradas em um só inexpressivo ser humano. Quando as três mulheres, escaladas do time das queridinhas de Bonis e Bial só deram vexames. Maroca promovendo barracos lastimáveis e cenas de teatrinho reles para aparecer e se impor como a vencedora inconteste, desde a primeira semana. Uma gralha incômoda, soberba e sem respeito com o público. As outras duas: Fani e Nathalia centralizaram espetáculos deprimentes de bebedeiras, baixarias sexuais sórdidas e bajulação rasteira derivadas do medo de serem indicadas ao paredão.
Fani Pacheco, depois do insucesso da tentativa no BBB7, no qual lançou a moda da baixaria sexual do programa, mesmo não passando de mera coadjuvante da dupla que encantou o país (Alemão e Siri) a insana criatura ainda acalentava a risível pretensão de retornar ao programa e virar protagonista e a incontestável campeã da edição. Fani protagonista... hahahahahahaha! Só mesmo na exuberante e fantasiosa imaginação dessa delirante. Fani sempre foi e será uma grande piada! A mulher não tem carisma, embarangou, estava gorda e pesadona, doidaça como sempre e mantendo uma relação estranhíssima com Nathalia e Maroca, com as quais tentava passar uma imagem de bissexual. O resultado da lastimável passagem das três afilhadinhas de Bonis e queridinhas de Bial pelo BBB13 foi a constatação de que nunca passaram de insignificantes coadjuvantes, gravitando na sombra dos demais, porque nenhuma tem personalidade marcante, tampouco a irresistibilidade dos carismáticos e inteligência para protagonizar coisa nenhuma na TV. Maroca teve um arremedo de programa, bancado por ela mesma, que foi um fiasco. Nathalia tinha um outro de pura futilidade e fofocalhadas sociais e a super fanha Fani estrelou programinhas reles, de mau gosto, eróticos ou de sexo explícito, que é só o que ela sabe fazer! Todas atuaram em Tvs secundárias, sem expressão no ranque das grandes emissoras. As três foram defenestradas em paredões homéricos, para alegria dos milhões de votantes que abominavam suas presenças execráveis no programa. 
O gratificante para quem teve de suportar a presença dessas três barangas decadentes no BBB13 é a certeza de que estamos livres delas para sempre. Vade retro! 
Aí, Bonifácio, será que aprendeu a lição? Gostou de ver Fani Fanha sair reclamando e falando mal da produção? Gostou de vê-la se sentindo injustiçada por não ter sido a campeã, por culpa sua que não permitiu que ela ingerisse remédios tarja preta no confinamento? Aprendeu que o BBB não é lugar para gente com problemas psiquiátricos? Se aprendeu vê se escolhe melhor as ex-participantes que entrarão no BBB14. Pelos boatos que rolam na net, as candidatas são tão abomináveis quanto foram as três véias que encheram nossas paciências no BBB13. Será que pretende mesmo escalar Monique Amim, a depravada que provocou a expulsão do cara com quem deitou, rolou e gostou, a mesma que corria atrás do coitado Jonas com a perereca em chamas, a barraqueira e espetaculosa que o público eliminou no primeiro paredão que teve, depois de evitá-lo se fazendo de coitadinha... Será que vai mesmo chamar Renatina Surfistinha e Laisa fogosa que nada acrescentaram ao programa, a não ser as cenas de sexo ao vivo e a cores... Espero que estejamos livres de Priscila, a coleguinha de Fani nas séries solft-pornô que protagonizaram no Multishow. Esta já tem dois filhos, embarangou e se não fosse o esforço homérico que faz para se mostrar no Instagram e junto a um coleguinha da EGO, já teria caído no limbo do esquecimento total. Maria Melilo está fora de cogitações, não tem mais saúde para encarar o confinamento, depois de uma cirurgia para a retirada de um câncer no fígado. Desejo que fique totalmente curada e vá curtir a vida longe do BBB. 
Se a produção quer trazer de volta ex-participantes, que escolha com inteligência. Já viram que o público não aprovou os seis escalados para a edição anterior. De qualquer forma não creio que nenhum venha a fazer o sucesso que fez Marcelo Dourado. Portanto, que venham novas pessoas, interessantes, inteligentes, dispostas a brigar pelo prêmio, jogadores decentes, éticos e com grandes habilidades em suas estratégias. Só assim teremos um programa atraente, empolgante, capaz de mobilizar um grande público. 

Para mim, os melhores ex-BBBs são os que somem após o programa, os que não ficam como ostras agarrados à fama ilusória e passageira do pós-BBB. Benditos os que compreendem que os holofotes não será para sempre. Que só os super carismáticos permanecem na mídia, os demais serão jogados na sombra do esquecimento.

3 de dezembro de 2013

A abominável vileza humana com animais...


Depois do clamoroso e asqueroso caso de tortura e maus tratos com os cães da raça beagle no Instituto Royal, em boa hora invadido por ativistas revoltados com o que se passava dentro do maldito lugar onde os animaizinhos estavam confinados como cobaias, outro caso de agressão contra animal foi divulgado pelas redes sociais e pela TV. Desta feita, o ato de crueldade foi perpetrado conta uma cadelinha denominada Pretinha, covardemente levada pela dona para uma avenida movimentada de São Paulo, onde a pôs fora do automóvel, na chuva, e partiu, indiferente ao destino do animalzinho.
A cena da cadelinha correndo ao lado do automóvel da bruxa asqueirosa que a abandonou foi de partir o coração. O desespero do animalzinho, ficando de pé junto a porta da desalmada proprietária, lutando para voltar ao carro. A mulher mudava de faixa, acelerava, sem que Pretinha desistisse de ser salva. Tal situação aflitiva foi filmada por um homem que viu tudo e resolveu documentar o fato execrável, até perder de vista a o carro e a cadelinha. A cadelinha foi encontrada distante 4 kilômetros do local onde foi jogada, acuada embaixo de um carro. 

Pretinha correndo atrás do caro da dona.
Denunciada à polícia e comprovado o crime com as imagens filmadas, a criminosa foi intimada a comparecer à delegacia onde prestou depoimento, mentiu desavergonhadamente acusando a cadelinha de ter tentado morder o filho dela (a cadelinha é mansinha e dócil), tentou se desculpar, mas não escapou da sentença de prestar serviços comunitários, escapando da cadeia por ser ré primária. Merecia cadeia, essa bandida que foi demitida, no dia seguinte, pelo dono da empresa onde trabalhava que não admite gentalha como ela em seus quadros. Muito bem! Eu faria o mesmo com gente ordinária como esta sujeitinha ruim.
Como existem muitas pessoas sensíveis, de coração bom e que ama os animais, Pretinha foi encontrada por uma família que a tirou da rua, com as patinhas bem machucadas devido à prolongada corrida em busca da piedade da demônia que a abandonou em condições tão adversas.

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo



Ontem vi as cenas lindas dela com sua nova dona, banhada, com lacinho no pescoço, sendo atendida por um veterinário para tratar as marcas dos maus tratos. Pretinha agora se chama Vitória, ganhou caminha, brinquedos, comedouro e, mais que tudo, ganhou todo o amor que merece, mimos, carinho e a resgatou a sua dignidade.
A ex-proprietária quis rever a cadelinha para pedir perdão. O encontro foi facilitado. Aí o que se viu foi a dimensão da grandeza do animal ao reconhecer quem lhe fez tanto mal, correndo para ela, abando o rabinho, feliz com o reencontro. Não acredito no arrependimento da bruxa, o teatrinho da arrependida não me convenceu. Só fez a ceninha para as câmeras porque sabe que queimou o próprio filme perante milhões de pessoas que assistiram a sórdida cena que ela protagonizou, por pura maldade. Um motoqueiro acompanhou o carro, pedindo para a bruxa pegar de volta Pretinha, sem ser ouvido. Ainda foi caluniado pela mau caráter que o acusou de ser ameaçador. Foi desmentida na delegacia. O homem é um trabalhador que não suportou ver o que estava acontecendo e tentou ajudar a cadelinha. 
Se não queria a cadelinha, que a tivesse dado para outra pessoa. Até um morador de rua a teria amparado e dividido a pouca comida que tem. Cadeia é o que merece uma pessoa que comete crime de maus tratos contra animais. Se não fosse o senhor que filmou tudo, a cadelinha estaria abandonada nas ruas, faminta e sofrendo maus tratos.

Márcia Regina é o nome da coisa ruim que abandonou a cadelinha em meio aos carros de uma avenida movimentada de São Paulo.