31 de março de 2013

Os casais do BBB13.


O relacionamento entre Elieser e a belíssima Kamillacontinua firme e forte longe do confinamento.
Na madrugada deste domingo, dia 31, Eliéseraproveitou o clima de Páscoa para postar no Instagram uma foto em que aparece ganhando da amada chocolate na boca.


Na legenda da imagem, ele desejou feliz aniversário para a modelo, que completa hoje 26 anos.
“Parabéns para a mulher que me completa em todos os sentidos! Te Amo”, declarou o DJ.
O casal se conheceu durante a 13ª edição do “Big Brother Brasil” e, desde então, vem compartilhando nas redes sociais momentos românticos.



Outro casal que continua junto é Fernanda e André.  Os dois já participaram de algumas campanhas juntos e tem a agenda cheia de compromissos. André pretende gravar um CD e dar início a carreira como cantor. Se depender da família de Fernanda, o namoro tem todo o apoio.
O casal passou o fim de semana em uma casa na Região dos Lagos, no Rio, para espairecer da rotina de reuniões. Para mim está tudo perfeito porque a Fernanda está comigo. Estamos conversando sobre tudo que aconteceu e o que está por vir", contou o modelo. 
 
 
André e Fernanda atualmente estão vivendo no apartamento do empresário, Carlos Pollibio, que cuida da carreira dos dois. "Estamos por lá enquanto procuramos um apartamento para mim e um para a Fê", disse André, que garante que o relacionamento é para valer.

Quanto à Santinha de Pau Oco e Nasser, como era de se esperar de um casal tão sem química e sem sal, não estão juntos, sequer sabem denominar o tipo de relação que tiveram no confinamento.

Tadinhos, eles não sabem denominar o óbvio, talvez porque o nome adequado não é nada bonito nem remete para nada edificante...

Fani não ficou com Miguel. Falaram-se pelo telefone, mas não se entenderam. Ela preferiu ir atrás de um ex-noivo, para tentar um recomeço...  E o casal Fani/Natália?  Os amassos das duas no BBB eram somente para escandalizar?  Que pobreza!

Natália encontrou Yuri com uma namorada e sem querem conversa com ela . O Super viu as fitas do caso do "pinto" de Eliéser na mão dela, e ficou com coceiras na testa... Furibundo, não quer nem saber notícias de quem o levou ao ridículo em rede nacional.

Anagralha nunca conseguiu interessar a nenhum homem no BBB, tanto na décima edição, quanto no BBB13. Fora do programa, nunca foi fotografada com ficante ou namorado. Natural que tenha ficado azeda com o interesse de Eliéser por Kamila. Inveja é fogoooo! Recalque é de amargar!


É muito bom saber que estamos livres de voltar a ver o trio devasso nas próximas edições do BBB, livres de Fani, de Natália e Anagralha...  Todavia, Boninho declarou que voltará a meter veteranos no BBB14. Ótimo! Adorei torcer contra e ver saido, um a um, sem o cobiçado prêmio milionário, alguns até de mãos abanando... hehehehehe. Tanta empáfia para tal fiasco. 


20 de março de 2013

Menos, Bial, muito menos, véi!


Ainda não consegui perceber o que deu em Pedro Bial no programa ao vivo de ontem (19). Quanta viagem! Quanto delírio! O discurso que proferiu foi muito poético, bonito e romântico, mas bateu o record do mais medonho exagero ao comparar um casalzinho sem carisma – Fernanda e André - com um dos mais famosos casais da história do Big Brother: Alemão e Siri. Absurdamente, o apresentador fez da historinha vivida por Fernanda e André uma grandiosa e comovente história de amor, capaz de abalar o emocional do público brasileiro, causando impacto e consternação a separação dos namorados.
O discurso foi tão irreal quanto o romance de amor dos emparedados. Todavia, pelo teor dos elogios aos emparedados, pelo evidente entusiasmo do apresentador pela historinha do Príncipe e sua Princesa foi um balde de água gelada na fervura do insípido casalzinho fake Nasser/Andressa e nas suas pretensões de estarem sendo aplaudidíssimos fora do confinamento. Depois do que ouviram, só se forem completamente insanos, continuarão achando que há quem compre o romancezinho sem graça deles, nutrido nos calientes amassos sob o edredom e nos tabefes e gritos que o paspalho suporta, para não ficar sem as “festinhas” que ela proporciona embaixo das cobertas.
Esse trecho do discurso de Bial deixou os dois totalmente sem graça: “Romances, amassos, edredons, paixões, histórias de amor, a gente pode até já ter visto tudo isso antes, ou coisa parecida... O que poucas vezes a gente viu foi uma entrega tão louca como a de Fernanda, e o mais louco: absolutamente razoável e convincente. Uma loucura sã, existe?” Aqui, o discurso reduziu à mera ficadinha sem importância, coisa já muito vista, os amassos da santinha fogosa com o grilo azedo.
Bial comprou inteiramente o “Príncipe André” e a “Princesa Fernanda”. Comprou mesmo, ou apenas quis trollar Nasser e Andressa? O trecho do discurso que se segue é só elogios ao casal real. Ei-lo:
“André entrou menino no BBB. Meio assustadiço, hesitante, procurando um lugar para se esconder, logo aí, onde ponto cego não há. Não tem para onde fugir, onde se esconder. Poderia ter aceitado o vasto e caloroso colo que Fernanda oferecia. Não. Não podia. Para caber na louca fantasia que Nanda propunha, André tinha que crescer. E cresceu, como cresceu. Você não tem ideia... Bonito, André sempre foi. Com o confinamento e o preço emocional que se paga por ele, com a experiência limite do BBB Crazy, com a barra pesada, os desafios, vitórias e frustrações, o menino bonito virou um homem lindo. Ganhou densidade, substância, os olhos podem ter ficado mais tristes, mas o olhar ganhou brilho. Agora, a gente olha e vê que tem alguém aí dentro.
Nanda, tão aflita, tão carente de carinho, atenção, presa à obsessão do príncipe encantado, Nanda se acalmou. Parece ter entendido que o encantamento está nos olhos da princesa, não no príncipe. Príncipe e princesa viveram uma linda aventura. E correram todos os riscos, pois quando um homem e uma mulher ousam viver seu desejo, às últimas consequências, é um caminho sem volta. Boa sorte para vocês, altezas. Pode se despedir de seu príncipe, Fernanda. O Big Brother acabou pra você, André."
Reconheço que a edição foi tendenciosa de dar vergonha. Ficou evidente a preferência do apresentador pelo casal emparedado e o seu desagrado por vê-los no paredão por obra e graça da cumplicidade de Nasser com Andressa. Ele indicou André, ela votou em Fernanda. Empatou com Natália e ele escolheu Fernanda para emparedar junto com o namorado. Se não forem burros, Nasser, Andressa e Natália terão tomado ciência de que estão correndo bem por fora. Desanimador. Em contrapartida, Fernanda ficou sabendo que o favoritismo está com ela. Só perderá se meter os pés pelas mãos antes da finalíssima. Se a meterem em um paredão (o que duvido), quem for com ela corre o risco de sair.
A própria Natália irrita Bial que já não consegue disfarçar o quanto ela incomoda com seu jogo ensaboado e bajulatório, usado com o maior cinismo para manipular os abestados para que não a metam no paredão. Ela foi, sem dúvida, uma das participações mais lamentáveis da história do BBB. Tentou ser a mesma samambaia que foi no BBB8 e o que conseguiu foi ser bem pior, pois o cenário mudou, ela mudou, mas forçou tentando ser o que já não era: vimos em diversos momentos uma Natália azeda, cutucando por trás. Não era mais a menina leve e engraçadinha do BBB8, libertariamente safada.
Destruiu o Yuri, fazendo-o de pateta, mentindo, enganando com brincadeiras sacanas com Eliéser, atacado por ela, bêbada. Cutucou Kamilla por trás no episódio da bebida. Teceu comentários maldosos ao André e Fernanda, quando estava a fim do André (assediando o rapaz nas festas, fazendo gestos obscenos e outras baixarias). Essa mulherzinha vulgar e debochável conseguiu chegar à final, correndo o risco de ficar no terceiro lugar, se não for indicada no próximo paredão. Sai em melhor condição que muitos que se esforçaram e se comprometeram com o jogo, leva um automóvel e vinte mil reais, fora o cachê de participação no programa. Bisca!
Na edição de ontem, ela foi bem ridicularizada na novelinha que exaltava o casal Fernanda/André, nos quais fazia o papel de uma criada com uma voz horrorosa, ignorante e caricata. Além das indiretas e tocos de Bial. Coitada, totalmente ofuscada por Fernanda e Andressa. Acredito que ela, na vida real, seja exatamente o que é ali: figura apagada, que leva porrada de namorado, não se posiciona em nada e só quer pegar um otário que a sustente.

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo.

Bial foi tão malvadinho que informou a eles que Kamilla cantou música de Bioncé no Faustão, com microfone e acompanhamento da banda. Matou as duas invejosas Natália e Andressa, mas alegrou muito Fernanda. A produção se encarregou de fazer uma charge ridicularizando Nasser, como um fútil e atoleimado, louco por uma chapinha.
O apresentador conseguiu ser sadicamente malvadinho com o melhor dos humores, pois soltava seus petardos rindo, às vezes em tom de pilhérias... E, pelo riso, ia demolindo as presunções dos quatro que prepararam o paredão com André e Fernanda.
Amanhã, haverá a última prova de líder. Quem a vencer, estará na final e indicará um ao paredão. Sobraram três para serem votados pela casa.
André esteve hoje no programa de Ana Maria Brega. Estava lindo, a espera de Fernanda, com planos de continuarem juntos fora da casa. Não acredito na continuidade de romances de BBB, mas eles tem todo o direito de tentarem viver cá fora, o que não puderam viver na casa do BBB. Um casal lindo, com uma história no programa, decerto vai chover oportunidades de trabalho e convites para os dois.
Será uma delicinha ver Natália e Andressa disputando os terceiro e quarto lugares, em vez do primeiro lugar que ambas tinham a presunção de achar que seria delas. Quem sair no domingo, sairá no tenebroso quarto lugar, o que equivale a nadar, nadar e morrer na praia. Hehehehehe...

4 de março de 2013

FOOOORA, ANAGRALHA ! FOOOORA, BARRAQUEIRA DESVAIRADA!

CALA A BOCA GRALHA DOS INFERNOS!
Pergunto-me, sem encontrar resposta, o que deu em Boninho para convocar três mulheres rodadas, conhecidas biscates, amigas íntimas (até íntimas demais, sob todos os pontos de vista, inclusive no que tange a sexo), mulheres mal educadas, desbocadas, sem pudores e sem respeito pelo público infanto-juvenil que assiste ao programa. Mulheres que são um péssimo exemplo nas festas onde se embriagam e promovem todo tipo de baixaria, de obscenidade, permitindo-se, inclusive, ficaram aos amassos e esfregações libidinosas, deixando bem claro o tipo de envolvimento que faz o trio ser tão inseparável (apesar da ciumeira de Anagralha em relação à Natália na disputa por Fani, a Femea-Alfa do trio). 
Não importa os motivos de Boninho, tão fáceis de advinhar: fazerem justamente a parte escandalosa e sórdida do BBB13. 
Portanto, é hora do público começar a fazer a limpesa da casa, varrendo dela as três amadinhas devassas de Bial e Bones. Duas estão lá para proteger a chefe do trio, dando-lhe tudo de bom que oferece o programa, especialmente "anjos" e votos aos que a querem ver fora da jogada. Também não podem votar na chefona, nem dar monstro, tampouco repreendê-la.
Anagralha, a insuportável caricatura de gente, a que explode e diz as mais ofensivas palavras com quem ousa votar nela, da mesma forma que Fani passa a odiar quem se atreve a indicá-la ou votá-la para o paredão, já cansou os ouvidos com suas intermináveis e boçais falações. Ô, Porre!
Na explosiva briga de ontem de Anagralha contra Fernanda ouvi coisas inimagináveis entre participantes de um BBB. Expressões de extrema grosseria, vulgaridade e agressividade, contra Fernanda, ou melhor contra as suas educadas, ponderadas e equilibradas argumentações, coisa que Anagralha desconhece tanto quanto ignora noções básicas de respeito, educação e comedimento.

Que coisa deplorável foi ouvir a Gralha desbocada ameaçando Fernanda, falando que estava com vontade de cuspir na cara da garota, que horror o descontrole dessa mulherzinha sem travas dizendo coisas pesadíssimas na hora da discussão, porque não gostou que Nanda lhe dirigisse a palavra depois de ter recebido um voto dela, como:
“Não me segura, não toca em mim que te quebro a cara e saio do programa”. E é provável que tivesse agredido Fernanda, se Fani não tivesse vindo segurá-la.
A louca possessa ficou dizendo desaforos durante muito tempo, falando com aquela velocidade nojenta, quase se engasgando com a própria língua venenosa. O fato é que depois de 40 minutos, voltei com o som para a parte da casa onde ela estava e ela ouvi dizendo: “Quero que ela SE FODA!” Aliás já havia dito a mesma coisa com o público, quando meteu Kamilla no paredão, movida pela mórbida inveja do SPA que a Miss havia ganho e que ela supõe ter sido dado pelo público. A idéia de que Kamilla possa ser a queridinha do público deixou a Gralha azeda despirocada. Com o retorno de mais um paredão, a linda garota ganhou mais ódio e inveja da insuportável e arrogante emparedada.
Agora, uma segunda indagação: A edição vai mostrar esse show ordinário da Gralha queridinha de Bial? É provável que sim, mas com cortes (ou não).
Na verdade, Bial apareceu nessa edição do BBB com uma outra atitude, completamente curado das sandices adolescentes que caracterizava as suas apresentações. O Bial do BBB13 recuperou, pelo menos aos meus olhos, o respeito e a credibilidade que havia perdido. Nada de piadinhas de conotação sexual, nada de estimulações às fudelâncias sob o edredom, nada de induzir as pessoas a caírem na gandaia. Certo que a turma de novatos não são da mesma laia das veteranas, o nível de educação doméstica, de formação moral e de instrução é bem melhor. Nenhum dos rapazes, com excessão de Yuri, eram e são canalhas à caça de relações libidinosas. Por isso mesmo as três biscas Fani, Natália e Anagralha destoam do conjunto, são pessoas absolutamente opostas ao grupo mais jovem e vindos de extratos sociais mais elevados. A influência nefasta das três sobre as meninas mais jovens foi evidente ao longo da convivência em confinamento, especialmente sobre Andressa, interiorana que, de início temia ter compostamentos das "periguetes", mas com a convivência começou a imitá-las nas bebedeiras. Da mesma forma Fernanda e Kamilla, que se mantinham sóbrias nas festas, andaram passando das contas e ambas deram-se mal com os namorados.
Anagralha se rasga de inveja e despeito de Fernanda e de Kamilla. É tão incontrolável a raivosa inveja que a domina e faz explodir que pagou o fenomenal mico com a justificativa ridícula que deu ao emparedar Kamilla: " a moça que não quer mostrar a perereca e os seios ao trocar de roupa, mas beija na boca"... Hehehehehehehee Ô inveja desgramada! Coisa de mulher feia, metida a machona, baixotinha invocada com o tamanhão e beleza de Kamilla e Fernanda, fofoqueira, insegura, péssima jogadora, preguiçosa, cabeça grande demais para o corpo gordote e cara de travecona, que quer fazer do BBB meio de vida e faturar como ex-BBB. Va´ trabalhar, Anagralha! Volta para Juazeiro, caipira metida a refinada! Deixa de explorar Fani, se fazendo de coitadinha pedinchona...
E o que dizer de Natália ajudando a meter Fani no paredão?  Declarando que não desejava desempatar o resultado e votando nulo, quando poderia ter votado em André ou Andressa propiciando o empate triplo, cuja escolha caberia à Líder? Esta é falsa de fazer nojo. E Fani ainda relevou a safadeza da bisca. Natália se faz de boa moça, escudada por trás de um fogão, não se comprometendo com nada que não seja cachaça muita e platéia para as suas conversas porcas.
Apesar de tudo, ainda gostaria de ver Fani chegar num terceiro lugar e ganhar o carro que tanto deseja. Esta, pelo menos, trabalha e luta para sobreviver sem se encostar em ninguém.  Das três é a única que não fala mal das outras pelas costas.  Já não a rejeito como no início. Ela mudou, tem se esforçado para sair com uma imagem menos ruim que a herdada no BBB7. Mas, não desejo que seja a campeã.  Alí quem merece chegar à finalíssima são Fernanda, André e Kamilla.

By Tevescópio de Dona Lupa

TIREMOS ESSA LOUCA DA CASA!  FOOOOORA,   ANAGRALHA INSUPORTÁVEL!