11 de setembro de 2013

Denise, a protagonista absoluta de A Fazenda!



Enquanto perdem tempo e energia mental para elaborarem armações para beneficiarem seus protegidinhos, pré-escolhidos para levarem o prêmio milionário, a sexta edição de A Fazenda transformou-se em um medonho pesadelo para a produção do programa, em termos de Ibope. Para tortura do orgulho e da empáfia dos incompetentes responsáveis pelo Reality, este está registrando a pior marca desde a estreia do programa, com apenas humilhantes 9 pontos de média na Grande São Paulo. Que vexame! Em comparação com a primeira edição, que atingiu a gloriosa marca de 15 pontos, esse baixíssimo Ibope significa uma queda de mais de 40% em audiência. É o fracasso, a falência e a desmoralização do projeto da Record, por pura incapacidade da equipe de produção para realizar um programa que exige competência, inteligência e muita criatividade, além de muitíssimo talento para escolher as pessoas certas para participarem do jogo.


O apresentador, apesar de ter melhorado um pouco e de ter corrigido seus cacoetes repetitivos, ainda deixa muito a desejar: é muito apagadinho, chatinho, um perfeito picolé de chuchu. O elenco de sub-celebridades selecionado decerto contribuiu muito para o fracasso da edição. A maioria nem sub celebridades são, além de serem absurdamente vulgares, sem classe, sem educação e sem carisma. Comuns em excesso, péssimos jogadores e, em alguns aspectos, bem nojentinhos. E o pior em um participante de reality: incapacidade total de lerem o jogo, de se posicionarem como jogadores talentosos e de usarem a inteligência para lograrem chegar à vitória nas roças e na final.
O libidinoso casal Bárbara Evans e Mateus Verdelho, apesar da proteção da produção e da batalha de Monique Evans para levar a filha ao prêmio milionário, inclusive com direito a um quadro no programa de Rodrigo Faro, no qual caça um namorado (que decadência a dessa senhora!), já despencou na preferência do público, quiçá decepcionado com o comportamento debochado e o linguajar reles da imatura e mimadinha ficante de Matheus. A preferência do público por Denise Rocha está bem clara nas quatro roças das quais foi salva pelo voto dos que preferem alguém com personalidade, autenticidade e alvo dos preconceitos e implicância de todos os participantes. Se não sabiam, agora já sabem que Denise é a favorita do publico. 
Concordo que Denise é de difícil convivência, mas não é nem um décimo do que foram Nicole Bahls e Joana nesse quesito. Na verdade, a implicância com ela começou desde o primeiro dia do programa. Yude, ao vê-la pela primeira vez, fez-lhe alusão debochada ao caso do vídeo e do consequente epíteto que lhe deram de Furacão da CPI. Talvez por ser nanico e feio pra caramba, o japinha complexado se sentiu diminuído diante daquele estardalhaço de loura. Bárbara, logo no primeiro dia fez deboche dos remédios controlados que ela toma. Claro que em ambos os casos Denise reagiu à altura. A partir de então a ex-assessora parlamentar tem sido excluída sistematicamente pelos companheiros. Até chegarem ao cúmulo da grosseria ontem à noite. Quando ela retornou à sede, depois de haver derrotado Yude.
Até o coração mais empedernido e a alma mais insensível devem ter ficado com dó e vergonha alheia ao ver a loira adentrar a sede feliz da vida por ter escapado da eliminação na última roça e ser absolutamente ignorada pelos colegas. Ninguém teve um gesto de gentileza, uma palavra educada, um simples parabéns. Tratararam-na como se fosse um lixo fétido e abominável, todos se julgando as melhores pessoas do mundo, as únicas merecedoras de estarem na disputa pelo prêmio milionário. Foi uma cena deplorável que bem deu conta do baixíssimo nível daquela gentalha sem traquejo social, sem a mínima noção de cortesia e generosidade. 
Estavam tão certos de que Denise seria defenestrada, conforme passaram o dia comentando, enquanto analisavam os defeitos execráveis da pessoa que abominam e na qual, em sua estreiteza de visão, não conseguem enxergar as muitas qualidades e virtudes que tem. Confundem temperamento, gênio forte e arrebatamento com caráter, personalidade, autenticidade, classe, e outros atributos morais relevantes que caracterizam a bela loura. Eles não enxergam, mas a parte do público que tem sensibilidade, inteligência e boa educação enxerga e valoriza. Por estarem cegos para o que é tão evidente: a adesão do público à Denise, ficaram perplexos, quase em estado catatônico, parecendo um magote de múmias mudas e de olhares perdidos no vazio, ao verem Denise retornar da roça. Eu vibrei, amei ver a cena da decepção geral, amei vê-los derrotados e perdidos no jogo, sem conseguirem entender os critérios do público. 
E é fato: num reality show, se de um lado o público não gosta de quem se faz de coitadinho, por outro lado não tem tolerância com que se acha no direito de espezinhar, humilhar, execrar e denegrir o outro. O público se apieda de quem é vitimizado, perseguido ou segregado. E é isto o que tem ocorrido de forma exagerada e cruel com Denise, especialmente depois que as pessoas que foram suas amigas na casa foram eliminadas. Tanto que ela já figura em terceiro lugar entre os recordistas de indicação à roça. 
Apesar de desfrutar de alguma popularidade, Mateus e Bárbara bem como Gominho correm o risco de serem suplantados pelo sofrimento de Denise, por sua solidão e pelo clima de animosidade que lhe propiciam. A loira, aliás, tem imensas possibilidades de tirar outras participantes de seu caminho – caso de Mulher Filé de Toucinho e Andressa Urach, que já se tornaram de uma aflitiva insignificância em termos de popularidade. Tudo pode acontecer daqui por diante em “A Fazenda”, inclusive muita manipulação de resultados por parte da produção. 
Não morro de amores por Denise, mas sinto um grande respeito e admiração por ela. Denise tem vida interior, tem um tumulto de sentimentos, dores e insegurança em ebulição na alma. Ainda não superou as dolorosas experiências que sofreu. Daí, muitas vezes perder o controle das suas emoções, soltando-as como uma manada de potros selvagens. Mesmo com a dificuldade de expressar seus sentimentos em rede nacional, apesar do esforço que faz para sobrepor-se à timidez que ameaça seu discurso, vejo em suas atitudes a presença viva de uma mulher que luta com FÉ para ter uma chance de resgatar sua vida, de reconstruir sua imagem, de conquistar sua independência financeira. Eu consigo ver nos belos olhos verdes dela a verdade, uma impetuosa verdade que pauta seus atos, palavras e atitudes. E acho que todos os que torcem por ela com o coração aberto, sem preconceitos e com muita compaixão, também conseguem enxergar isso. 
Matheus já está tentando correr atrás do prejuízo, tanto que pediu para a namorada desbocada parar de usar o reles repertório de palavrões e expressões chulas que usa e abusa, tal como faz a sua refinada mãe. O curioso é só agora ele ter corrigido o deplorável linguajar da ficante! Claro que tem o dedo da produção nessa mudança. Algum Ninja (eles estão sempre na fazenda, sem serem vistos por nós) deve ter dado o recadinho. Eles até comecaram a fingir tratarem bem a Denise. Ficaram chocados, não pela saida do Yude , mas por perceberem que Denise é a favorita do público.

A sobrevivência de Denise no reality show rural a cada roça tem deixado os confinados desesperados e com mais ódio da ex-assessora parlamentar. Depois de ser escolhida com 59% dos votos para permanecer na fazenda, o grupo não poupou críticas à Denise.
Assim que a peoa entrou na casa, logo depois da eliminação de Yudi Tamashiro, nenhum peão quis falar com ela. Mulher Filé chegou a chorar enquanto se perguntava por que o público preferiu eliminar Yudi Tamashiro, se era Denise que tinha graves problemas de relacionamento com os colegas de confinamento. Depois de muito se lamentar, a dançarina atribuiu a permanência de Denise ao fato de ela chorar toda vez que se desentende com algum peão.
"Eu não acredito nisso. Tem que ser o que? Semi-barraqueira? Porque nem barraqueira ela é. Não tem nem justificativa para quando ela briga. Eu não consigo entender porque eliminaram o Yudi", disparou Filé, enquanto soluçava. "Ela chora depois de provocar os outros. É muito fingida. Eu não consigo ser fingida assim! Ela é muito esperta. Tem muita coisa nessa treta".

Mesmo sendo ignorada pelo grupo logo que voltou à casa da sede, Denise vibrou e disse que acredita estar no caminho certo. "Não desacredita, não!", berrou, aconselhando a si mesma. "Eu não acredito que estou de volta, firme e forte. Não desacredita, não! Não desacredita, não!", repetiu.
Também procurando uma justificativa para a permanência de Denise, Andressa disse que a peoa tomou uma lição com os políticos brasileiros, já que trabalhava no Congresso Nacional.

"O governo está aí enganando as pessoas, fazendo as pessoas de otária. É a Denise em pessoa. Ela é exatamente assim", comparou Andressa, que também voltou a criticar Bárbara Evans. "Do jeito que a Bárbara é falsa, agora que a Denise voltou da roça, ela vai virar amissíssima da Denise. Ela é uma interesseira", criticou.
Como se vê, nas avaliações dos asnos inimigos de Denise, eles não enxergam nem de longe a verdade... Coitados!

Nenhum comentário: