20 de março de 2013

Menos, Bial, muito menos, véi!


Ainda não consegui perceber o que deu em Pedro Bial no programa ao vivo de ontem (19). Quanta viagem! Quanto delírio! O discurso que proferiu foi muito poético, bonito e romântico, mas bateu o record do mais medonho exagero ao comparar um casalzinho sem carisma – Fernanda e André - com um dos mais famosos casais da história do Big Brother: Alemão e Siri. Absurdamente, o apresentador fez da historinha vivida por Fernanda e André uma grandiosa e comovente história de amor, capaz de abalar o emocional do público brasileiro, causando impacto e consternação a separação dos namorados.
O discurso foi tão irreal quanto o romance de amor dos emparedados. Todavia, pelo teor dos elogios aos emparedados, pelo evidente entusiasmo do apresentador pela historinha do Príncipe e sua Princesa foi um balde de água gelada na fervura do insípido casalzinho fake Nasser/Andressa e nas suas pretensões de estarem sendo aplaudidíssimos fora do confinamento. Depois do que ouviram, só se forem completamente insanos, continuarão achando que há quem compre o romancezinho sem graça deles, nutrido nos calientes amassos sob o edredom e nos tabefes e gritos que o paspalho suporta, para não ficar sem as “festinhas” que ela proporciona embaixo das cobertas.
Esse trecho do discurso de Bial deixou os dois totalmente sem graça: “Romances, amassos, edredons, paixões, histórias de amor, a gente pode até já ter visto tudo isso antes, ou coisa parecida... O que poucas vezes a gente viu foi uma entrega tão louca como a de Fernanda, e o mais louco: absolutamente razoável e convincente. Uma loucura sã, existe?” Aqui, o discurso reduziu à mera ficadinha sem importância, coisa já muito vista, os amassos da santinha fogosa com o grilo azedo.
Bial comprou inteiramente o “Príncipe André” e a “Princesa Fernanda”. Comprou mesmo, ou apenas quis trollar Nasser e Andressa? O trecho do discurso que se segue é só elogios ao casal real. Ei-lo:
“André entrou menino no BBB. Meio assustadiço, hesitante, procurando um lugar para se esconder, logo aí, onde ponto cego não há. Não tem para onde fugir, onde se esconder. Poderia ter aceitado o vasto e caloroso colo que Fernanda oferecia. Não. Não podia. Para caber na louca fantasia que Nanda propunha, André tinha que crescer. E cresceu, como cresceu. Você não tem ideia... Bonito, André sempre foi. Com o confinamento e o preço emocional que se paga por ele, com a experiência limite do BBB Crazy, com a barra pesada, os desafios, vitórias e frustrações, o menino bonito virou um homem lindo. Ganhou densidade, substância, os olhos podem ter ficado mais tristes, mas o olhar ganhou brilho. Agora, a gente olha e vê que tem alguém aí dentro.
Nanda, tão aflita, tão carente de carinho, atenção, presa à obsessão do príncipe encantado, Nanda se acalmou. Parece ter entendido que o encantamento está nos olhos da princesa, não no príncipe. Príncipe e princesa viveram uma linda aventura. E correram todos os riscos, pois quando um homem e uma mulher ousam viver seu desejo, às últimas consequências, é um caminho sem volta. Boa sorte para vocês, altezas. Pode se despedir de seu príncipe, Fernanda. O Big Brother acabou pra você, André."
Reconheço que a edição foi tendenciosa de dar vergonha. Ficou evidente a preferência do apresentador pelo casal emparedado e o seu desagrado por vê-los no paredão por obra e graça da cumplicidade de Nasser com Andressa. Ele indicou André, ela votou em Fernanda. Empatou com Natália e ele escolheu Fernanda para emparedar junto com o namorado. Se não forem burros, Nasser, Andressa e Natália terão tomado ciência de que estão correndo bem por fora. Desanimador. Em contrapartida, Fernanda ficou sabendo que o favoritismo está com ela. Só perderá se meter os pés pelas mãos antes da finalíssima. Se a meterem em um paredão (o que duvido), quem for com ela corre o risco de sair.
A própria Natália irrita Bial que já não consegue disfarçar o quanto ela incomoda com seu jogo ensaboado e bajulatório, usado com o maior cinismo para manipular os abestados para que não a metam no paredão. Ela foi, sem dúvida, uma das participações mais lamentáveis da história do BBB. Tentou ser a mesma samambaia que foi no BBB8 e o que conseguiu foi ser bem pior, pois o cenário mudou, ela mudou, mas forçou tentando ser o que já não era: vimos em diversos momentos uma Natália azeda, cutucando por trás. Não era mais a menina leve e engraçadinha do BBB8, libertariamente safada.
Destruiu o Yuri, fazendo-o de pateta, mentindo, enganando com brincadeiras sacanas com Eliéser, atacado por ela, bêbada. Cutucou Kamilla por trás no episódio da bebida. Teceu comentários maldosos ao André e Fernanda, quando estava a fim do André (assediando o rapaz nas festas, fazendo gestos obscenos e outras baixarias). Essa mulherzinha vulgar e debochável conseguiu chegar à final, correndo o risco de ficar no terceiro lugar, se não for indicada no próximo paredão. Sai em melhor condição que muitos que se esforçaram e se comprometeram com o jogo, leva um automóvel e vinte mil reais, fora o cachê de participação no programa. Bisca!
Na edição de ontem, ela foi bem ridicularizada na novelinha que exaltava o casal Fernanda/André, nos quais fazia o papel de uma criada com uma voz horrorosa, ignorante e caricata. Além das indiretas e tocos de Bial. Coitada, totalmente ofuscada por Fernanda e Andressa. Acredito que ela, na vida real, seja exatamente o que é ali: figura apagada, que leva porrada de namorado, não se posiciona em nada e só quer pegar um otário que a sustente.

LEIA MAIS, clicando na frase abaixo.

Bial foi tão malvadinho que informou a eles que Kamilla cantou música de Bioncé no Faustão, com microfone e acompanhamento da banda. Matou as duas invejosas Natália e Andressa, mas alegrou muito Fernanda. A produção se encarregou de fazer uma charge ridicularizando Nasser, como um fútil e atoleimado, louco por uma chapinha.
O apresentador conseguiu ser sadicamente malvadinho com o melhor dos humores, pois soltava seus petardos rindo, às vezes em tom de pilhérias... E, pelo riso, ia demolindo as presunções dos quatro que prepararam o paredão com André e Fernanda.
Amanhã, haverá a última prova de líder. Quem a vencer, estará na final e indicará um ao paredão. Sobraram três para serem votados pela casa.
André esteve hoje no programa de Ana Maria Brega. Estava lindo, a espera de Fernanda, com planos de continuarem juntos fora da casa. Não acredito na continuidade de romances de BBB, mas eles tem todo o direito de tentarem viver cá fora, o que não puderam viver na casa do BBB. Um casal lindo, com uma história no programa, decerto vai chover oportunidades de trabalho e convites para os dois.
Será uma delicinha ver Natália e Andressa disputando os terceiro e quarto lugares, em vez do primeiro lugar que ambas tinham a presunção de achar que seria delas. Quem sair no domingo, sairá no tenebroso quarto lugar, o que equivale a nadar, nadar e morrer na praia. Hehehehehe...

Nenhum comentário: