3 de fevereiro de 2013

O mundinho obscuro de Fani, Yuri e Natália!


Muito triste para a mãe da Natalia vê-la tão promíscua numa festa em que grande parte do Brasil e do mundo está acompanhando. Que mulher vulgar, sem a mínima noção de compostura e de respeito por ela mesma. Está pior que a Faniranha, se é que alguém pode ser pior que esta bisca.
Sua relação com Yuri (outro sujeitinho tosco, grosso, obsceno e baixo) é de pura luxúria, quando dançam dão a impressão que estão transando, se esfregam, ele mete a perna entre as dela, enquanto ela faz gestos que sugerem está gozando. Parecem cão e cadela no cio. As brincadeiras durante o dia têm sempre conotações sexuais, é dedo dele cutucando a genitália dela, é a mão dando massagem na piriquita, além das palavras vulgares e das piadinhas pesadas. Ela curte toda essa sordidez, os dois são lama da mesma pocilga. E no meio dessa vulgaridade abjeta, ele dizendo que ela é a mulher da vida dele... Ai, que ânsia de vômito!
Na festa de ontem, Yuri, tão embevecido e maravilhado com as imensas e intensas qualidades de Natália, pediu-a em namoro (o cara gosta mesmo de chifres) e fez apenas uma exigência: que ele seja o único homem na vida dela.
E Natália aceitou, desde que ele respeitasse certas regras, ou seja: que ela pudesse dar continuidade à colagem de velcro:
- " Único homem tudo bem, mas mulher... "
- " Mulher, eu sei, a gente já conversou sobre isso..."
O diálogo parece surrealista? Hehehehe, não, não é, pois no submundo das depravadas e devassos pegar gente do mesmo sexo é normal, não é traição nem falta de vergonha na cara. Gente da laia de Yuri, Natália, Anagralha e Fani encara esse tipo de aberração sexual e moral como natural, decentíssima e parte hábitos deles. Na festa de ontem, Natália e Fani voltaram a se pegar na pista de dança, sensualizando e se esfregando no maior à vontade. Que biscas!
Portanto, Natália deixou bem claro que pode aceitar ser de um homem só, desde que continue pegando mulher. Resta saber se pega várias ou somente Faniranha, a quem se refere como “minha marida”, e , depois de encher a cara de vodka, não tem a mínima inibição de dançarem atracadas, se esfregando e dando selinhos. No BBB8, Natália aprontava todo tipo de sacanagem, mas era heterosexual, seu xodó eram os homens. Essa de gostar de mulher é novidade... Quiçá aprendeu com Fani, que se diz bisexual, fez programa pornô no qual transava com mulheres, além de ter feito a PlayBoy de tema lésbico com Natália. A amizade das duas deve ter dado nisso que temos visto nas festas do BBB13. Natália e Fani voltaram ao BBB diferentes para pior: devassas, sem noção de dignidade e de respeito por elas mesmas. Duas mulheres de trinta anos, com problemas de alcoolismo, perdidas no emaranhado dos próprios desregramentos e degradação. Mulheres que não pensam com o cérebro e sim com a vagina que é o órgão que comanda as ações do restante do corpo. 
Yuri, foi eliminado no nono paredão do BBB12 há um ano, com pouco mais de 50% dos votos, depois de ter cometido toda sorte de jogadas sujas dentro da casa e de ter mantido uma tumultuada relação sexual com Laisa. Hoje, não entendi ainda porque, foi chamado para participar do BBB13. Todavia, parece que ainda não aprendeu as consequências, acertadas ou desastrosas, do jogo, pois continua cometendo os mesmíssimos erros.
Na última sexta-feira, Yuri passou das contas ao se irritar com a higiene (ou falta dela) de Kamilla ao entrar com bronzeador na piscina e usar vários copos na cozinha, deixando-os sujos. Agora, com a troca dos quartos, a higiene foi novamente a causa da irritação do "Super" metido a besta.
Deitados em uma cama de casal, Yuri e Natália estavam comentando com Marien o quanto aquela cama estava suja quando Yuri comentou: "Estava muito porca essa cama. Devia ter sífilis e gonorreia". Ao ouvir de Marien que Kamilla e Fernanda dormiram naquela cama, reafirmou: "Por isso que tinha herpes e gonorreia". A infeliz atitude e o palavreado violento e desrespeitoso do lutador gerou muitas críticas no Twitter - com toda a razão.
Yuri, nesta edição, como Anagralha, está "pecando pela boca". Já disse coisas muito pesadas sobre Natália e agora está focado na perseguição à Kamilla com ofensas bem mais graves. Para quem já jogou esse jogo, ele deveria ter experiência suficiente para saber o que pode e não pode falar, sob pena de cair em desgraça junto a turma do twitter. A empáfia e a grosseria desse Yuri versão 2013 é a mesma do Yuri do ano passado, se não for pior.
Se estas coisa chegarem aos ouvidos do resto da casa, os novatos terão uma ótima justificativa para a eliminação desse cabrão mal educado. Se a historinha de Dhomini, mesmo não sendo exibida na edição, foi determinante para a saída do participante, não seria diferente com o paspalhão Yuri.

Nenhum comentário: