28 de março de 2012

JONAS , um ser humano muito especial!


Adicionar legenda
Na edição da eliminação, na noite da terça-feira, tive dois gigantescos momentos “Mastercard”. O primeiro foi-me proporcionado por Bial ao perguntar a Fabiana, com indisfarçável malícia e ironia, se ela já avaliara quanto ganhara em prêmios. Ela, hipocritamente desse que não pensara nisso. Então , o apresentador nutre por ela notória aversão, resolveu refrescar a memória da víbosa dissimulada, enumerando os prêmios: 3 automóveis top da Fiat, uma possante e cara moto Honda... Aí, Bial perguntou : tem mais alguma coisa? Sem esperar que ela respondesse, o apresentador mandou-lhe o petardo: “ah! Terá ,na quinta-feira, mais 150 mil reais do SEGUNDO LUGAR na finalíssima. AMEI ver a cara de Fabiana, sem expressão. Ela entendeu bem direitinho que está sendo arrasada aqui fora. 
Essa sujeitinha mau caráter, líder duas vezes por fraudes abonadas pelo Diretorzinho barrigudote, de cara repolhuda, feio de doer que por sentir uma inveja medonha do poder de Deus, contenta-se em imitá-lo se fazendo de todo poderoso no mundinho criado por ele na casa do BBB, Como é destituído da bondade e magnanimidade Divina, usa as armas do seu parceiro no mal: O Diabo. Com quem parece ter um pacto sinistro que lhe dá direitos de agir de forma diabólica, espargindo maldade, injustiças, aos confinados, puxando os tapetes dos que lhe desagradam, apoiado canalhices como as de Fabiana na prova do carro, mandando seu menino de recados –Bial- fazer vista grossa para as infrações cometidas pela diabólica Fabiana, com quem ele se identifica e exalta como a melhor jogadora de todas as edições. Se isso não é coisa do Diabo, já não sei o que é o diabolismo. Mas o público vai ensinar bem direitinho o que é bom para curar pulhice, descaramento e desonestidade, dando à Megera o prêmio de consolação de um segundo lugar, jamais a bolada milionária que é o imensurável desejo de Falsiana... Esse foi o meu primeiro e delicioso momento Mastercard. 
O meu segundo MOMENTO SUPER MASTERCARD, foi-se proporcionado por Jonas, meu lindo Jonas. Um homem que tem vergonha na cara e não atura hipocrisia e teatro de atriz de quinta categoria, como Fabianta.
                                                                                              [ LEIA MAIS, clicando na frase abaixo]


Se eu já gostava muito do belo Jonas, xonei de vez ao observar a sua atitude refinada, gentil, delicada e sem o mínimo resquício de presunção de levar vantagem na votação que acontecia fora da casa, sem ares de “já ganhei”. Jonas é mesmo um homem muito especial, faz parte de uma “raça moralmente gigante” ,em grave risco de extinção. Raça de homens que respeitam as mulheres, não fazendo diferença entre uma pegajosa periguete e uma refinada dama. É tão seguro de sua masculinidade que não se dobrou a fazer sexo com as mulheres que grudaram nele, pouco se importando que elas o Rotulassem como boiola, gay e homem com m minúsculo, como fizeram as duas ninfomaníacas que o atacaram em suas crises de furor uterino. Jonas é seguro, tem personalidade bem definida e uma formação moral sólida que vem da herança dos pais que o criaram para ser um homem de caráter, íntegro, digno, educado e fino no trato social e afetuoso, tolerante e generoso na convivência na casa do BBB12, com pessoas tão diversificadas, algumas tão grosseiras, mal educadas, de moral duvidosa e sem nenhuma noção de ética, cujo exemplo maior é Fabiana e Rafa. 
Se alguém julgou o Jonas que vimos no BBB12 como um falso, deve ter constatado que estava equivocado na saída dele da casa... Saiu com a mesma jovialidade, com o mesmo sorriso lindo que sempre ostentou no belo rosto, abraçado com Fael, desejando sucesso e vitória ao ladrão de cavalo de amigo que nunca foi tão amigo como deveria ter sido, preferindo apoiar uma mulher pérfida, traiçoeira, má, por quem se enrabichara. 
Mas, o que Jonas fez, desde que ouviu de Bial que perdera a disputa, até fechar a porta da saída nas suas costas, foi o meu momento “mastercard” , meu gozo e minha lavada de alma: OS SUTIS CHEGA PARA LÁ NA TOPETUDA, não dando a mínima chance da Víbora asquerosa dar um showzinho de gritinhos e lágrimas de crocodilo para aparecer na edição às custas dele. Jonas só olhava para Fael, abraçando-o e dizendo para ele palavras de amizade, de fé na vitória do Cawbói, enquanto a oportunista tentava achar uma brecha para agarrar Jonas, sem sucesso. Na saída, Jonas continuou ignorando Fabiana, sempre com um braço abraçando os ombros de Fael e com o outro segurando a mochila, enquanto a Vampira sem noção do quanto estava sobrando e o quanto Jonas não queria abraços de tamanduá e beijos de Judas, agarrava o braço dele. Amei. A bruxa só teve a chance de levar um abraço frouxo e um beijinho apressado de Jonas , quando ele já estava junto da porta. Aí, falou mais alto o cavalheiro, o homem educado que cumprimenta mesmo os inimigos, com cortesia. Que gelo maravilhoso a megera levou nas fuças... GRANDE JONAS! QUE ALEGRIA ME DEU!   ESPERO QUE TENHA A MESMA SORTE DE GRAZI. ADORARIA VÊ-LO NAS NOVELAS...  SORTE, MEU LINDO E QUERIDO JONAS.

AMANHÃ TEREI O MEU TERCEIRO E INESQUECÍVEL MOMENTO MASTERCARD COM A VOTAÇÂO MEDONHA QUE METERÀ ESSA MULHERZINHA ORDINÁRIA NO SEGUNDO LUGAR.  Ela SERÀ APENAS UMA “VICE”ou seja A QUE “QUASE” PEGAVA A DINHEIRAMA, MAS NÃO PEGOU! Hehehehehehehehe...  Nem sentirá o cheirinho dos milhões.


Nenhum comentário: