29 de janeiro de 2011

"BBB11" é pornô soft em horário nobre




Transcrevo abaixo o artigo de Thales de Meneses ( Folha de São Paulo) que veicula uma opinião masculina coincidente com a minha. Afinal, há outras pessoas, bem mais jovem que eu, que enxergam e criticam as mazelas deploráveis do programa mais debochado da TV.


Durante a exibição a que assisti do BBB11, apenas três rostos eram familiares: Pedro Bial (que eu ainda associo mais a coberturas bacanas como a queda do Muro de Berlim, do que a esse papel que ele assume hoje), Bruno e Marrone. Os sertanejos deram um show na casa. Independente da qualidade deles (ou da falta de), parece ser uma escalação acertada, já que todos os brothers sabiam o repertório inteiro da dupla. 

Depois do show, a festa seguiu e aí creio ter testemunhado a verdadeira e atual vocação do BBB11. As cenas poderiam rivalizar com os clipes de pornô soft que o Multishow exibe depois da meia-noite, do tipo "sexo implícito". 

Muita pegação e beijos, que esquentavam conforme a hora no relógio no canto tela avançava e os olhos dos confinados iam ficando mais caídos, mais derrubados pelo álcool. Um rapaz chamado Cris foi deitado nas almofadas por algumas sisters que se dedicaram a uma brincadeira inocente: em rodízio, passavam doce de leite nele e subiam em cima para lamber. Pelos outros cantos da casa, muita gente sentada no colo de alguém e trocando beijos molhados. 

No dia seguinte, o mesmo Cris tratou de provar que é mentira essa história que os brothers são um bando de gente sem talento que fica o dia todo sem fazer nada. Segundo testemunhos das sisters ao Bial (na parte exibida ao vivo) e os trechos gravados durante a tarde na piscina, ele parece ser um talentoso passador de bronzeador em meninas deitadas de bumbum para cima. Era merchandising do bronzeador, lógico, mas ainda pornô soft. 

Esses flagrantes de pegação são de gosto duvidoso, mas pelo menos não são entediantes como as conversas de Bial com o bando, enrolando o telespectador até a tal Prova do Líder. Nesta semana, foi um jogo bobinho de sorte, que pareceu o antigo Stop! ou outras atividades igualmente bobinhas que toda turma faz quando está de férias na praia e chove, como a brincadeira de adivinhar nome do filme por mímica. 

Não sei o que é ser líder, mas deve ter uma importância imensa pela comemoração louca do vencedor, Igor. Entre os competidores machos, ele parece fazer o tipo "regular", não se encaixando nos grupos de gays ou dos rinocerontes de sunga, a genial definição do Simão para os fortões da casa. 

Falando em padrões, há uma gordinha na turma, até onde eu sei algo pouco comum na escalação do programa. Ela teve dois momentos de atenção: foi para uma praia (não entendi bem o motivo, talvez tenha recebido esse "prêmio" em uma tarefa anterior) e, na madrugada da festa caipira, assaltou a cozinha e comeu oito fatias de pão torradas com manteiga. Um clichê vivo do mundo dos gordinhos, que serviu de motivo para piadas óbvias do Bial. 

No resumo, o BBB é mesmo uma grande perda de tempo para quem espera alguma mais esperta na TV. Serve para a Globo faturar e para lançar umas garotas bonitas em revistas masculinas. Nesse aspecto, para falar a verdade, esta edição do programa é uma decepção. Entre as sisters, a única que não vai exigir milagres do Photoshop é a tal de Talula. O resto não deve vender muito nas bancas. 

THALES DE MENEZES
FOLHA DE SÃO PAULO 
  



Quanto ao paredão, que saia a insuportável Vesga e o Manso bombadão Rodrigo. Sem eles, acabam de vez os namoricos fakes da edição. Que Boninho não seja tonto e convença-se de vez que a maioria do público votante é conservadora e abomina ver mulheres bêbadas trocando beijos e amassos , da mesma forma que rejeita ceninhas calientes entre "ficantes"... FORA MICHELLY e RODRIGO.

Prefiro que fique na casa o caladão e educado Rodrigão que o boçal e cornudo Rodrigo, que apenas USA a Chatérrima Talula, apenas a usa para aquecer os pés e praticar bolinagens sob o cobertor. Para se entender o universo mental do bobão, vejam o que ele quer como presente de aniversário: 

"Hoje (29) é aniversário de Rodrigo, o 'brother' completa 27 anos. Ele pediu para que a festa deste sábado seja inspirada em um bordel. O tema da minha festa será putas e cafetões", declarou o emparedado. 

Os participantes entraram no clima da brincadeira e pensam nas fantasias. É gente desse baixo nível que Titio Bonzinho impingiu aos fãs do BBB.