28 de março de 2011

O BBB da Depravação e Subversão de valores.



Luiz Fernando Veríssimo, escreveu uma ácida crítica ao BBB11, o mais polêmico de todos os tempos. Concordo integralmente com sua visão do reality global. O que ele critica, outros também criticam. Cada um que se interesse pela leitura da postagem, tire as suas próprias conclusões. Comecemos por Luiz Fernando: 

”Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço... A décima primeira (está indo longe!) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência. 

Dizem que em Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir, ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros... todos, na mesma casa, a casa dos “heróis”, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB é a realidade em busca do IBOPE...” 

Concordo com a opinião de Luiz Fernando Veríssimo, mas acredito que o questionamento acerca da depravação e da subversão de valores não se restringe ao BBB, embora este, por sua abrangência no território nacional e devido ao PPV que mostra o que se passa na casa em tempo integral, tenha um poder imensurável de influenciar as mentes mais frágeis, mais desprotegidas. As pessoas acham que a presença de homosexuais ou heteros se agarrando no BBB é um horror, mas não se dão conta de que isso já vem sendo colocado há muito tempo, tanto em novelas, em mini-séries, em programas humorísticos, da mesma forma que invade os filmes, as letras das canções postos à disposição do público. E todos consomem tais produtos sem perceberem que são feitos propositadamente com o objetivo de incutir nas pessoas mais conservadoras e nas novíssimas gerações a impressão de que se trata de coisas normalíssimas, que são práticas exemplares e modelos da nova moral pós-moderna. 

Nestes termos, incentivam a todos a banalizar tanto a relação sexual, como a própria fidelidade entre casais, pessoas, amigos. E é a isso que a maioria vai se apegando e reproduzindo tais atitudes até fazerem parte do estar no mundo de cada um. Se você acha que é errado, logo é rotulado de reacionário/a, de retrogrado/a, hipócrita e outros rótulos com significados semelhantes. E os males causados pelos exageros do BBB não se restringem apenas à depravação a promiscuidade sexual. Também faz parte do banquete bbbistico a apologia do alcoolismos, das drogas, o uso de uma linguagem chula, as conversas escabrosas, permeadas de palavrões. 

O Prof. João Valente de Miranda, em sua análise da realidade atual, expressa com muita propriedade sua visão sobre a depravação e a subversão dos valores na atualidade.. Segundo ele, “Chegamos ao fim do mundo, no sentido moral. Não há outra forma de expressar a realidade quando olhamos atentamente a escalada da depravação mundial, sem que ninguém dê uma resposta que vá a fundo na questão e tente solucioná-la. A derrocada moral não atinge apenas o mundo dos adultos. Não, pois nesse mundo depravado de adultos inclui-se a pederastria e a pedofilia. A derrocada moral é mais que uma bola de neve; é uma bola de arame farpado com as crianças e adolescentes dentro, rolando de cima a baixo a montanha da degeneração inconscientemente consentida ou conseguida com violência. 

Chegamos a um quadro tal que talvez nem as depravações mais sórdidas da História possam servir de comparação. Por exemplo: Sodoma e Gomorra. Dizem que Sodoma foi terrível porque lá quiserem fazer sexo até com anjos de Deus (crianças e jovens na puberdade)!. Em Sodoma e Gomorra todos os pecados só eram conhecidos à custa das "fofoqueiras-de-plantão" e das "línguas-de-meretrizes". Na Sodoma pós-moderna não. Cada pecado em cada casa (inclusive na casa do BBB) é conhecido de todos, e há mesmo gente que filma os próprios pecados e "joga na Rede" (Internet), sem qualquer "dano de consciência", desconforto ou constrangimento. 

Pelo contrário, como uma onda hipnotizante, os depravados fizeram escola, e hoje em dia rebatizaram a liberdade pela libertinagem sem freio, e até as "senhoras decentes" (pelo menos assim deveríamos pensar delas) entendem tudo sem sustos, ou estão encarando tudo como algo glamouroso e chique entre as próprias colegas de idade e sexo. Assim, os tarados e amorais que até meados do Século passado mal saíam de seus casulos sórdidos (porque também não eram vistos com bons olhos), passaram a freqüentar as altas rodas, as baladas, as boates, os clubes, as praias, os aniversários, as novelas, os meios de comunicação, os reality shows e até as igrejas! . Hoje o bem se calou diante do mal, a decência passou a ser um defeito, lembrando a irretocável frase de Rui Barbosa:"De tanto ver triunfar a nulidade..." (http://recantodasletras.uol.com.br/cronicas/536932). 

A idéia é destronar o amor, mostrando que o prazer sexual é maior e melhor para plantar a felicidade, assim como o sono-de-sonífero é melhor que o sono natural. E se a idéia é esta, então não há porque manter o arcaico amor-a-dois, e muito menos a obrigação de sexo entre opostos. Se o prazer é o deus da felicidade, então quanto mais gente estiver no jogo, mais profundo e arrebatador será o resultado. Estavam certas as 'salamandras-do-caos' quando profetizaram que o sexo do futuro seria a sodomia (orgia, ou sexo coletivo), porque "nós saímos de Sodoma, mas Sodoma nunca saiu de nós". 
 (LINK: http://noticias.bol.uol.com.br/entretenimento/2009/11/05/ult4738u29536.jhtm). 

O que parece prevalecer é a sodomia imorredoura dos instintos, que inicia pela simples sensualidade do olhar e vai, sorrateira e inexoravelmente, caminhar firme até a pedofilia, na intenção inconfessa de todos os depravados pelos chamados "demônios lascivos". Transar a três, a quatro, a cinco ou mais, sonhar com uma mão de menina a apalpar o pênis, penetrar uma paciente anestesiada no hospital (muitos médicos fazem isso), brincar de masturbação coletiva, fazer sexo num elevador lotado, ou nas poltronas de um avião (como sonha Maria fazer) ou simplesmente aceitar o dogma de que não se pode viver sem sexo (como na música do Ultraje a Rigor), tudo isso pode ser a última cartada de uma "era de seres humanos", nas vésperas da derrocada final da dignidade humana. Seres perdidos e insatisfeitos que teimam em exacerbar os instintos mais primitivos, associados ao desespero da busca pela felicidade no lugar errado. (http://eat-jvs.blogspot.com/). 

Com efeito, depois deste BBB11, no qual a depravação e a subversão dos valores atingiram alturas inimagináveis, sem que o público , especialmente da NETBBB, esboçasse a mínima reação, aceitando a canalhice impingida dela Globo, da mesma forma que o Ministério Público fez vista grossa, que podemos esperar acontecer no BBB12? Com mais uma incrementada na permissividade sexual, teremos uma sucursal de Sodoma e Gomorra? 

FONTES: 

Artigo de Luiz Fernando Veríssimo. http://bibliotecacoroneljoaomaia.blogspot.com. 
http://wwwA SODOMIA IMORREDOURA DOS INSTINTOS. publicado 10/01/2010 por João Valente de Miranda .webartigos.com. (Com modificações nossas)

TORCENDO POR WESLEY...  VOTANDO MUITO PARA QUE SAIA VENCEDOR...

GO, WESLEY!   

Nenhum comentário: